ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians sofre, mas bate a Ponte Preta na Arena

Renato Augusto fez o gol da classificação. Macaca teve um gol mal anulado no primeiro tempo.

Por Vladimir da Costa

Na primeira partida das quartas de final, um duelo digno de decisão. Corinthians e Ponte Preta fizeram uma partida disputada, pegada, que qualquer um poderia levar, mas quis o destino que ganhasse o time mais equilibrado e competitivo do Brasil no momento, o Corinthians.

Renato Augusto vibra ao marcar o único gol da partida. (Foto: Fernando Dantas / Gazeta Press)

Renato Augusto vibra ao marcar o único gol da partida. (Foto: Fernando Dantas / Gazeta Press)

A Macaca foi guerreira, por vezes dominou a partida e fez o torcedor corinthiano ficar apreensivo em muitos momentos da partida. Ainda mais no gol mal anulado de Cajá, no primeiro tempo, apesar de lance complicado de marcar, rápido, a posição era legal e o bandeirinha errou.

Após o lance, o Corinthians acordou tomou conta do meio campo e fez seu jogo, com calma, sem finalizar muito, mas eficiente quando o fazia, foi fatal. Renato Augusto marcou, no segundo tempo o gol da vitória do Corinthians, que agora espera as partidas de amanhã para saber quem será seu adversário.

Dono da melhor campanha na primeira fase do Paulistão, o Corinthians enfrentará nas semifinais o quarto melhor dentre os quatro classificados às semifinais – a definição sai neste domingo, após os jogos entre Palmeiras e Botafogo, e Santos e XV de Piracicaba. A Federação Paulista divulga na segunda-feira local e data das semifinais, que serão definidas em jogo único, na casa dos dois times de melhor campanha no geral.

A partida

O Corinthians entrou em campo defendendo uma invencibilidade de 29 jogos, mas nada que abalasse a Ponte Preta. Comandada por Guto Ferreira, que entrou em campo com três volantes, um lateral esquerdo essencialmente defensivo (Juninho) e dois atacantes de velocidade que não davam referência de posição à defesa corintiana.

Com uma formação que congestionava o meio campo, a equipe campineira foi melhor que os mandantes no primeiro tempo. O time da casa ameaçou com duas finalizações de Jadson, em cobrança de falta e chute de longe, e em infiltração de Elias com assistência de Vagner Love.

Aos 37 minutos, o lance capital. A Ponte partiu em velocidade e no rebote de Cássio, Renato Cajá, fez o gol que foi mal anulado.

Guto Ferreira reclama com a arbitragem do gol mal anulado da sua equipe. (Foto: Fernando Dantas / Gazeta Press)

Guto Ferreira reclama com a arbitragem do gol mal anulado da sua equipe. (Foto: Fernando Dantas / Gazeta Press)

No segundo tempo, contudo, o Corinthians acordou. Muito disto se deve a Vagner Love, atacante que passou a participar mais da partida e até deu a assistência para o gol da vitória alvinegra. Aos 10 minutos, Renato Augusto fez ótima tabela com Vagner Love na área e chutou forte. Matheus não conseguiu a defesa.

A Ponte se abateu com o gol sofrido e demorou bastante a reagir. Só nos 15 minutos finais, com o centroavante Wellington e o meia-atacante Roni em campo, o time de Guto Ferreira avançou suas linhas e acuou o Corinthians. Ainda assim, sem tanto perigo. A equipe de Campinas até ensaiou uma pressão no fim da partida, mas não conseguiu empatar.

Renato Augusto sai para o abraço demais de marcar o único gol da partida. (Foto: Leandro Martins / Futura Press)

Renato Augusto sai para o abraço demais de marcar o único gol da partida. (Foto: Leandro Martins / Futura Press)

Com a vitória, caso o Corinthians avance até a final, a partida que decidirá o campeão será na Arena Corinthians.