ÚLTIMAS NOTÍCIAS
200 vezes Fabuloso!

São Paulo vence Penapolense em partida que Luis Fabiano fez seu 200º gol com a camisa tricolor.

Por Vladimir da Costa

O tricolor estreou fora de casa e sem fazer muita força venceu por 3 a 1 o modesto Penapolense. Com um gol e uma assistência, Michel Bastos foi o destaque da equipe que pouco se movimentou, mas fez o suficiente para vencer no interior paulista

Luis Fabiano marca gol histórico com a camisa tricolor. (Foto: Marcos Lavezo/GloboEsporte.com)

Luis Fabiano marca gol histórico com a camisa tricolor. (Foto: Marcos Lavezo/GloboEsporte.com)

Num primeiro tempo morno, apesar do calor forte, o São Paulo teve melhor sorte na partida. Com alguns estreantes, mas sem Ganso e Souza, o tricolor sofreu. Com o Penapolense mais inteiro e disposto o tricolor pouco atacou. Passou os primeiros 45 com dificuldade de ficar com a bola nos pés e assim pouco criou. Com exceção de Michel Bastos, que fez o gol aos 13 minutos e participou das únicas duas jogadas perigosas na primeira etapa.

No segundo tudo foi diferente. O São Paulo fez o segundo gol logo aos dois minutos, com Luis Fabiano, o gol de número 200 pelo tricolor o que deixou o time mais tranqüilo no decorrer da partida.

A partida

Com caras novas, principalmente do meio para trás, com novos laterais, Bruno e Carlinhos, ambos ex-fluminense e mais Thiago Mendes, o São Paulo fez sua estréia no Paulista contra o time que eliminou o tricolor na edição passada, o Penapolense.

Os donos da casa, iniciaram a partida em cima do São Paulo. Ao menos em três oportunidades, todas antes dos 10 minutos chegaram com perigo ao gol de Rogério. No melhor deles, após chute cruzado da direita, o goleiro tricolor desviou, evitando que Crislan completa-se dentro da grande área.

O São Paulo não demorou para impor seu ritmo e na primeira finalização, marcou. Aos 13 minutos, Alan Kardec rolou para o meio, Michel Bastos dominou e bateu rasteiro, de fora da área. Sem chances para o goleiro de penapoles.

Michel Bastos comandou a vitória do tricolor diante do Penapolense. (oto: Célio Messias / Gazeta Press)

Michel Bastos comandou a vitória do tricolor diante do Penapolense. (oto: Célio Messias / Gazeta Press)

O gol não mudou o panorama da partida. O Penapolense seguia melhor, com mais posse de bola e velocidade. O São Paulo não conseguia ficar com a bola no ataque e Luis Fabiano até os 30 minutos não tinha tocado na bola.

O tricolor parecia sentir o calor, pouco chegava ao ataque, mas quando chegava era sempre com perigo. A segunda jogada ofensiva aconteceu com 31 minutos. Michel Bastos lançou na área e a bola encontrou Alan Kardec. O atacante passou pelo marcador e bateu firme, mas a bola explodiu na zaga adversária.

Se o artilheiro não apareceu no primeiro tempo, não seria igual no segundo. Com menos de dois minutos, o fabuloso deu as caras. Michel Bastos lançou Luis Fabiano. O atacante dominou com estilo e bateu de pé esquerdo para ampliar o placar e marcar seu número 200 com a camisa do São Paulo.

O segundo gol desanimou os donos da casa que passaram a frequentar menos o campo de ataque. O São Paulo por sua vez seguia com o mesmo ritmo. Quando tinha a bola valorizava e tentava chegar ao ataque mais com toque de bola, do que na velocidade.

Aos 20 minutos, quase o segundo gol do Fabuloso. Cafu roubou a bola e deixou Luis Fabiano na cara do gol. O atacante bateu cruzado, e Leandro defendeu bem, colocando a bola para escanteio.

O Penapolense parecia ter sentido não só o gol, mas também o calor. Diferentemente do primeiro tempo, os donos da casa não conseguiam chegar perto da área de Rogério.

Aos 32 minutos, o primeiro gol do Penapolense. Crislan dominou dentro da grande área e chutou. Rogério Ceni cai no canto direito, mas não consegue evitar o gol adversário.

Aos 36 minutos Muricy trocou. Com sentimento de dever cumprido, Luis Fabiano deu lugar para Pato e saiu Carlinhos para entrada de Reinaldo.

Aos 40 minutos, no primeiro lance de ataque do lateral, o primeiro gol do lateral pelo tricolor. Reinaldo recebeu de Maicon chegou na linha de fundo e cruzou, mas a bola foi desviada no meio do caminho e entrou.

O terceiro gol no final da partida desanimou de vez o esforçado Penapolense que viu o tricolor trocar bola nos últimos minutos na estréia das equipes pelo Paulistão 2015.