ÚLTIMAS NOTÍCIAS
A lista dos excluídos não para de crescer

A lista de estrelas fora da Copa ganhou duas baixas de peso. Nesta sexta, Reus e Ribéry foram cortados de suas seleções.

Por Vladimir da Costa

Se no Brasil, a única preocupação é à estreia da seleção diante da Croácia, na próxima quinta-feira em São Paulo, o mesmo não se pode dizer das demais seleções que, além das preocupações “normais” por estarem em um país que pouco conhecem e que ainda sofre para deixar tudo 100%, principalmente em infraestrutura e transporte existe a preocupação com seus atletas.

Muito se fala de não “jogar duro” em amistosos, que pode ser percebido em alguns momentos, ou até mesmo jogadores de alto nível que passaram o fim de temporada em disputas importantes por seus clubes e que estão em seus limites físicos, mas o fato é que pouco a pouco, estrelas importantes, a poucos dias do mundial por lesão ou dores constantes, vão retornando para casa.

reus

Marco Reus sofre ruptura parcial dos ligamentos do tornozelo e não virá ao Brasil (Foto: EFE)

Nesta sexta-feira, em um amistoso entre Alemanha e Armênia, Marco Reus deixou o gramado no último amistoso antes da Copa do Mundo, depois de pisar em falso e sofrer uma entorse em um lance aparentemente sem perigo contra Yedigaryan. Chorando e carregado pelos médicos o atacante foi direto para o vestiário onde fez uma ressonância magnética que constatou uma ruptura parcial nos ligamentos do tornozelo esquerdo e ficará fora dos gramados entre seis e sete semanas.

O atacante de 25 anos iniciará o tratamento em Dortmund e não viaja com a seleção. Em seu lugar, o zagueiro Shkodran Mustafi, do Sampdoria, se junta à seleção alemã em Frankfurt, de onde seguem para o Brasil.

Outro que não será visto mostrando seu talento e fará muita falta para sua equipe e seu país é o francês Ribéry. Considerado um dos melhores do mundo o craque do Bayern de Munique, de 31 anos e no auge da carreira teve sua participação no Mundial descartada na tarde de ontem pelo técnico Didier Deschamps, depois de sentir fortes dores nas costas durante um treino no CT de Clairefontaine e passar por nova avaliação médica. Outro que não virá com a França para o mundial seria o meia Clément Grenier cortado por problemas médicos. Morgan Schneiderlin, do inglês Southampton, e Rémy Cabella, do Montpellier, serão os substitutos.

Antes deles, outros jogadores de peso relevante para suas seleções já haviam sido cortados. Na semana passada, o meio-campista Montolivo, do Milan, que sofreu uma fratura na tíbia no jogo contra a Irlanda já havia sido cortado. Valdés, da Espanha, já havia sido descartado antes mesmo da convocação inicial, e outros, como o colombiano Falcão Garcia, tentaram, em vão, se recuperar durante a preparação.

ribery2

Com fortes dores, o meia francês é outro que não virá ao mundial (Foto: Reuters)

É possível, infelizmente, que a lista fique maior. A maior estrela do futebol mundial, o português Cristiano Ronaldo, segue treinando em separado e provavelmente não atue na partida de estreia de Portugal. Outro jogador importante é o uruguaio Luiz Suárez, que tem poucas chances de jogar as primeiras partidas por sua seleção. O atacante do Liverpool corre contra o tempo para se recuperar de uma operação feita a 3 semanas  no joelho.

Outras estrelas são o “espanhol” Diego Costa, o chileno Alexis Sánchez e os alemães Schweinsteiger e Manuel Neuer que passam por constantes avaliações para saber se terão condição de jogar a Copa do Mundo

Confira a lista completa dos atletas que estariam na copa se não fosse por suas lesões:

Alemanha – Schmelzer
Australia – Josh Kennedy e Tom Rogic
Chile – Matías Fernández
Colômbia – Falcao Garcia, Valencia, Elkin Soto, Mosquera e Macnelly Torres, Luis Perea
Croácia – Ivo Ilicevic, Ivan Strinic e Niko Kranjcar
Costa Rica – Alvaro Saborio, Ruiz e Oviedo
Espanha – Jesús Navas
França – Grénier, Ribéry e Steve Mandanda.
Gana – Jerry Akaminko
Itália – Montolivo, Rossi e Rômulo
Holanda – Rafael Van der Vaart
Honduras – Arnold Peralta
México – Montes e Juan Carlos Medina
Rússia – Shirokov