ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ABC derrota o Palmeiras e deixa a zona de rebaixamento

Após tumulto provocado por superlotação, equipe potiguar vence duelo emocionante e sai pela primeira vez do Z4. Palmeirenses reclamam da arbitragem.

Por Anderson Marinho
Com o triunfo ABC deixa o zona da degola. Foto: Rodrigo Sena / Vipcomm

Com o triunfo ABC deixa o zona da degola. Foto: Rodrigo Sena / Vipcomm

Palmeiras e ABC se enfrentaram neste sábado, no estádio Frasqueirão em Natal-RN, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B, em partida marcada por muita confusão nas arquibancadas, duas viradas no placar e erros decisivos da arbitragem, que favoreceram o time da casa. No final vitória do ABC, por 3 x 2,  Gilmar, Rodrigo Silva e Lino fizeram os gols do alvinegro ,  Vilson e Alan Kardec marcaram para o verdão.

Com o resultado o ABC chegou aos 29 pontos e deixou a zona de rebaixamento pela primeira vez nesta edição da Série B. Nas 26 rodadas anteriores a equipe potiguar esteve última posição em 22 delas.

Já o Palmeiras permanece na liderança  isolada da competição, com 59 pontos ganhos, mas perdeu a série invicta de nove jogos e viu diminuir a vantagem para a vice-líder Chapecoense, agora de apenas sete pontos, com a vitória dos catarinenses diante do Joinville no último sábado.

Antes de a bola rolar o público que compareceu ao Frasqueirão sofreu com a incompetência de quem administra o futebol. Com uma venda de ingressos superior a capacidade de acomodação o estádio ficou superlotado, com muitos torcedores sendo esmagados no alambrado, alguns pulando para o gramado para escapar do aperto provocado pela multidão, e a polícia precisou intervir para evitar uma tragédia na capital potiguar.

Superlotação do Frasqueirão atrasou o inicio da partida. Foto: Reprodução

Superlotação do Frasqueirão atrasou o inicio da partida. Foto: Reprodução

O jogo

Por causa da confusão muitos torcedores ficaram do lado de fora, mesmo com o ingresso nas mãos, e a partida sofreu um atraso de 35 minutos em relação ao horário previsto.   Com a bola rolando quem conseguiu se acomodar acompanhou um jogo movimentado, cm muitas emoções.

Logo aos oito minutos Somália avançou em velocidade, nas costas de Marcelo Oliveira, e cruzou rasteiro,  Gilmar, de frente para Fernando Prass, completou sem chances para o goleiro palmeirense, abrindo o placar para os donos da casa.

O Palmeiras manteve a tranquilidade  e conteve o ímpeto do adversário, movido pela massa das arquibancadas, e reequilibrou as ações.

Tecnicamente superior o verdão chegou ao empate aos  25 minutos, Wendel descolou cruzamento para Alan Kardec, o centroavante subiu mais que a zaga e desviou de cabeça, a bola ainda tocou no travessão antes de entrar.

Seis minutos depois,  Mendieta fez boa jogada pela esquerda e cruzou na medida, Vilson se antecipou à marcação e testou firme para decretar a virada.

Zagueiro Vilson comemora o segundo gol do verdão. Foto: Foto Arena

Zagueiro Vilson comemora o segundo gol do verdão. Foto: Foto Arena

O alviverde tinha o controle do jogo, mas aos 37 minutos Junior Timbó  na velocidade ganhou a disputa com Marcelo Oliveira, invadiu a área e chocou-se com o lateral do verdão. O árbitro marcou pênalti, inexistente, para o time potiguar. Na cobrança, Rodrigo Silva bateu no canto direito de Fernando Pras e deixou tudo igual.

Etapa complementar

O segundo tempo foi mais morno. Depois da correria da etapa inicial as duas equipes diminuíram o ritmo e a partida ficou mais cadenciada, com muitas faltas ríspidas e poucos  lances agudos.

O Palmeiras mantinha uma posse de bola superior, mas não conseguia transformar o volume de jogo em chances claras para retomar a vantagem no placar e passou abusar dos cruzamentos na área adversária.

Apostando nos contra-ataques o ABC pouco se arriscava. Aos 26 minutos,  em cobrança de falta pela direita, Wesley Bigu fez o levantamento , Lino subiu mais que Vilson e escorou de cabeça para recolocar o alvinegro em vantagem.

O Palmeiras se lançou ao ataque em busca do empate. O técnico Gilson Kleina promoveu a entrada do atacante Caio na vaga de Wendel, deixando a defesa exposta aos contra-golpes do time potiguar, que não soube aproveitar.

Na base do abafa o alviverde teve três oportunidades para chegar à igualdade.  Em cabeçada de Vilson, após cruzamento da esquerda, a bola cruzou a frente da meta de Wilson Junior, mas ninguém apareceu para completar.  Depois em chute de Serginho de fora da área, espalmado pelo arqueiro alvinegro.

Quando Alan Kardec conseguiu superar o goleiro adversário, após cruzamento na área, a arbitragem anulou o gol palmeirense, de forma duvidosa, alegando que bola teria saído pela linha de fundo enquanto viajava.

Com o resultado o ABC chegou aos 29 pontos, décima quinta colocação, e deixou a zona de rebaixamento pela primeira vez nesta edição da Série B. Nas 26 rodadas anteriores a equipe potiguar esteve última posição em 22 delas.

Já o Palmeiras permanece na liderança  isolada da competição, com 59 pontos ganhos, mas perdeu a série invicta de nove jogos e viu diminuir a vantagem para a vice-líder Chapecoense, agora de apenas sete pontos, com a vitória dos catarinenses diante do Joinville no último sábado.

O Palmeiras volta à campo agora na próxima terça-feira,  às 19h30, contra o Figueirense, no estádio do Café, em Londrina. No mesmo dia, às 21h50, o ABC visita o Joinville na Arena Joinville.