ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Alan Kardec brilha e verdão derrota o São Caetano de virada

Mesmo sem jogar tão bem, alviverde reage na segunda etapa após golaço do artilheiro e segue na ponta da tabela

Por Anderson Marinho

O Palmeiras visitou o São Caetano, no estádio Anacleto Campenella, em partida válida pela décima terceira rodada do Campeonato Brasileiro Série B 2013 e venceu de virada, por 2 a 1, com gols de Alan Kardec e Henrique,  após sair perdendo na etapa inicial. Com o resultado a equipe se mantém na liderança com 31 pontos, dois a mais que a vice-líder Chapecoense, já o Azulão permanece na zona de rebaixamento com 13.

Jogadores do verdão comemoram golaço de Alan Kardec. Foto: Marcello Zambrana / Inovafoto / Gazeta Press

Jogadores do verdão comemoram golaço de Alan Kardec. Foto: Marcello Zambrana / Inovafoto / Gazeta Press

O jogo

Com as ausências de Valdivia, poupado, e Charles, suspenso, o técnico Gilson Kleina mandou à campo uma formação diferente daquela que a equipe vinha atuando nas últimas rodadas, começando o jogo no 4-3-3,  com Mendieta no lugar do chileno e optando por Ananias, ao invés do volante Eguren, na vaga do marcador.

Apesar da postura mais ofensiva o Palmeiras encontrou dificuldades para criar nos 15 minutos inicias do jogo, parando na boa marcação do adversário, e a equipe do ABC paulista saia com perigo nos contra-ataques ameaçando a meta defendida por Fernando Prass.

Aos seis minutos, após um contra golpe rápido, o arqueiro palmeirense defendeu o chute de Danilo Bueno, na sobra Pirão finalizou de fora da área, rente à trave esquerda, e quase abriu o placar.

A primeira chegada do Palmeiras só veio aos 16 minutos, em chute colocado de Ananias que saiu por cima do travessão.

No entanto, seis minutos mais tarde, em mais um contra-ataque veloz dos donos da casa, Geovane recebeu boa assistência de Pirão, tabelou com Giancarlo e finalizou com precisão, da entrada da área, para abrir a contagem.

Geovane (esq) abriu o placar para o azulão. Foto: Miguel Schincariol / Ag. Estado

Geovane (esq) abriu o placar para o azulão. Foto: Miguel Schincariol / Ag. Estado

Aos 27 minutos, o capitão Henrique cometeu falta em Danilo Bueno, na intermediária defensiva do verdão. Na cobrança, Wagner bateu firme, no meio do gol, e Fernando Prass espalmou por cima da meta evitando o segundo do azulão.

Com a vantagem no placar os anfitriões se fecharam ainda mais e o meia Mendieta, com uma atuação apagada, não conseguia criar boas jogadas para os homens de frente do verdão, que só chegou ao ataque novamente em duas ocasiões. Aos 32 minutos, em cobrança de falta batida pelo paraguaio para boa defesa de Rafael Santos e aos 43 em chute de Wesley que saiu pela linha de fundo.

Etapa Complementar

São Caetano e Palmeiras retornaram para o segundo tempo sem alterações, mas quem pensou que o jogo teria a mesma tônica da etapa inicial se enganou.

O alviverde adotou uma postura mais agressiva e partiu para cima do adversário desde os primeiros minutos, pressionando em busca do empate, e se no jogo coletivo estava difícil superar a marcação do azulão a equipe chegou à igualdade após linda jogada individual de Alan Kardec.

Alan Kardec comemora o seu quarto gol com a camisa do Palmeiras. Foto: Leandro Martins / Agencia estado

Alan Kardec comemora o seu quarto gol com a camisa do Palmeiras. Foto: Leandro Martins / Agencia estado

Aos 10 minutos, o centroavante recuperou a posse de bola na intermediária, driblou quatro marcadores, invadiu a área e chutou no canto direito de Rafael Santos para deixar tudo igual, um golaço.

O São Caetano sentiu o golpe e o verdão soube aproveitar o momento para chegar à virada. Aos 14 minutos, após cobrança de escanteio pela direita, a zaga do azulão bobeou e Henrique completou de voleio, mais um belo gol.

Os dois gols do alviverde desmontaram o esquema dos donos da casa, que tiveram que sair para o jogo e deram mais espaços para as investidas dos atacantes palmeirenses.

O capitão Henrique marcou, de voleio, o gol da vitória. Foto: Leandro Martins / Agencia estado

O capitão Henrique marcou, de voleio, o gol da vitória. Foto: Leandro Martins / Agencia estado

Aos 20 minutos, Leandro chegou a marcar o terceiro do verdão, mas o árbitro pegou um impedimento do atacante na jogada e anulou o tento.

Tentando recolocar o time no jogo, o técnico Marcelo Veiga promoveu a entrada de Siloé na vaga de Geovane. Gislon Kleina respondeu com Marcelo Oliveira no lugar de Ananias, abrindo mão do terceiro atacante.

O Palmeiras seguiu com o controle do jogo, chegando com perigo nos chutes de fora área com Márcio Araújo e Mendieta.

O treinador do azulão abriu ainda mais a sua equipe com a entrada de Éder na vaga do volante Moradei. No verdão, Felipe Menezes substituiu o paraguaio Mendieta.

O São Caetano voltou a levar perigo à meta palmeirense aos 40 minutos, em chute de Danilo Bueno, da meia direita, espalmado por Fernando Prass. Depois do lance, o volante Pirão deu lugar ao atacante Jael.

Procurando garantir o resultado positivo, o técnico Gilson Kleina sacou Leandro para a entrada do zagueiro André Luiz.

Com praticamente quatro atacantes, o São Caetano partiu para o abafa nos cinco minutos finais e levou perigo, aos 46, em cobrança de falta de Jael que saiu por cima do travessão. Um minuto depois, Éder arrematou da entrada da área obrigando Fernando Prass a fazer uma grande defesa, e ficou nisso.

Sem Valdivia o Palmeiras encontrou dificuldades para impor o seu melhor futebol, mas contou com a individualidade de Alan Kardec e o instinto artilheiro do zagueiro e capitão Henrique para reverter cenário e placar adversos, conquistando mais um triunfo, o décimo na competição, e chegando à marca de oito jogos invicto.

O Palmeiras volta à campo agora no próximo sábado, às 16h20, para encarar o Paraná Clube, no estádio do Pacaembu, pela décima quarta rodada. No mesmo dia e horário o São Caetano recebe o Sport no Anacleto Campanella.

 

FICHA TÉCNICA

SÃO CAETANO 1 X 2 PALMEIRAS

Local: Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP)
Data/Hora: 6/8/2013 – 19h30
Árbitro: Flavio Rodrigues Guerra (SP)
Auxiliares: Rogerio Pablos Zanardo (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

Renda/público: R$ 168.920/ 3960 pagantes
Cartões Amarelos: Pirão, (SCA); (PAL)
Cartões Vermelhos: –

GOLS: Geovane, 22’/1ºT (1-0); Alan Kardec, 10’/2ºT (1-1); Henrique, 14’/2ºT (1-2)

SÃO CAETANO:  Rafael Santos; Samuel Santos, Douglas Grolli, Fred e Diego; Morade (Éder – 32’/2ºT), Pirão (Jael – 41’/2ºT), Vagner Carioca, Danilo Bueno; Geovane (Siloé – 24’/2ºT) e Giancarlo. Técnico: Marcelo Veiga.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley e Mendieta (Felipe Menezes – 36’/2ºT); Ananias (Marcelo Oliveira – 27’/2ºT) Alan Kardec e Leandro (45’/2ºT). Técnico: Gilson Kleina