ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Alemanha passa pela Argélia no sufoco, foi na prorrogação.

Alemanha sofre, mas ganha vaga na prorrogação diante da Argélia.

Por Paulo Edson Delazari

Uma das surpresas da Copa, a Argélia chegou as oitavas de final e teve um adversário complicado de jogar, a multi-campeã e fortíssima equipe da Alemanha. Contudo os africanos não facilitaram a vida da Alemanha e seguraram o 0 a 0 no tempo normal levando o jogo para a prorrogação no jogo pelas oitavas de final em Porto Alegre RS. A vitória só veio na prorrogação com gols de Shurrle e Özil, e Djabou diminuiu para Argélia, final 2 a 1.

O destaque da partida foi o goleiro argelino Rais da Argélia que fez grande partida, defendendo mais de oito bolas ao longo do jogo, levando a partida a prorrogação e em momento algum teve culpa no gol sofrido pelo seu time.

Agora a Alemanha encara a França no Maracanã pelas quartas de final no sábado dia 05 às 13h, quem vencer enfrenta o vencedor de Brasil x Colômbia.

O jogo

Rais o goleiro argelino foi o nome do jogo com pelo menos oito defesas no jogo.

Rais o goleiro argelino foi o nome do jogo com pelo menos oito defesas no jogo.

Os prognósticos indicavam um jogo fácil para Alemanha, contudo a Argélia queria mostrar o contrário, aos 10 minutos explorando o contrataque Slimani recebeu na corrida e cortou Neuer fora da área ao bater o goleiro alemão impediu o começo da zebra  com o pé direito.

Três minutos depois a resposta da Alemanha surgiu dos pés de Schweinsteiger que arrematou de fora da área para defeesa em dois tempos do goleiro Rais.

A Argélia não se intimidou e aos 16 minutos chegou assustando, e que susto. Taider cruzou da esquerda, Slimani cabeceu para o fundo do gol, mas o bandeirinha Marcelo Van Gasen anulou o gol argelino corretamente.

Mais dois minutos e nova chegada com extremo perigo, Ghoulam recebeu em diagonal do lado esquerdo e bateu cruzado a meia altura, com Neuer batido, a bola passou raspando a trave esquerda do goleiro.

Argélia seguia melhor e aos 38 minutos Mustefi chutou de fora da área após escanteio, uma paulada, a bola desviou em Bouateng e Neuer só pode torcer enquanto a bola raspava sua trave direita. Dois minutos depois a resposta alemã, Schweinsteiger chutou de fora da área e Rais defendeu para frente, na sobra Goetze bateu e Raiz se redimiu com defesa incrível.

Segunda Etapa

Neuer praticamente atuou como zagueiro, por 7 vezes saiu com os pés na partida. (Foto: Getty)

Neuer praticamente atuou como zagueiro, por 7 vezes saiu com os pés na partida. (Foto: Getty)

A seleção germânica voltou com tudo, mas abriu espaço para os contrataques, não eram passados nem cinco minutos e Rais já havia defendido dois chutes de Thomas Muller, em compensação o zagueiro alemão impediu gol de Mustefa em contrataque rápido da Argélia no lance seguinte.

Os sustos ocorridos na primeira etapa parecem ter acordado a Alemanha, aos nove minutos Schweinsteiger ajeitou na entrada da área para Lahn, o meia chutou e Rais defendeu para escanteio com a ponta do dedo.

A Argélia demorou para reagir na segunda etapa, mas quando apareceu chegou duas vezes em um minuto, primeiro com Feghouli ao 28, o meia recebeu lateral, virou e bateu forte, cruzado, a bola raspou a trave direita. Depois foi a vez de Slimani, o atacante recebeu na correria e chutou forte de fora da área para a defesa de Neuer.

O jogo seguiu para um empate e prorrogação graças a Rais o goleiro argelino, após cruzamento de Kedira, Muller cabeceou forte e Rais defendeu; na sobra Schurrler bateu no zagueiro Belkalem para escanteio.

Aos 43 o goleiro Neuer jogou como zagueiro pela sétima vez na partida, Feghouli ia saindo na frente do gol quando o goleiro zagueiro rasgou em cima da hora.

Prorrogação

Não foram necessários nem dois minutos da prorrogação para a estrela alemã brilhar. Thomas Muller avançou pela esquerda e cruzou rasteiro, Schurrler que já havia passado da bola deu de letra sem querer e a bola foi morrer no fundo do gol de Rais que nada pode fazer.

Aos dez da primeira etapa da prorrogação a Argélia quase empatou, Mustefa pegou rebote em cobrança de escanteio e chutou com perigo na meta alemã.

Aos 11 minutos do segundo tempo da prorrogação a Alemanha teve a chance de matar a partida, mas Krammer chutou rasteiro para mais uma defesa de Rais, desta vez com o pé direito. Mas três minutos depois foi sacramentado o placar. Ozil pegou rebote da zaga e bateu cruzado fechando o resultado em 2 a 0.

Num golpe de sorte Schurrle consegue de letra marcar para alemanha. (Foto: Getty)

Num golpe de sorte Schurrle consegue de letra marcar para alemanha. (Foto: Getty)