ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Alviverde faz bem o dever de casa e Avança!

Palmeiras faz belo segundo tempo, três gols e segue firme na Copa do Brasil.

Por Vladimir da Costa

Num Pacaembu relativamente vazio, o Palmeiras jogou contra o modesto Sampaio Corrêa para seguir firme na copa do Brasil. A partida que parecia ser relativamente fácil, se transformou num transtorno. No primeiro tempo os donos da casa foram muito aquém do que a torcida esperava. Com poucas finalizações, o alviverde não conseguiu levar perigo ao gol adversário. O meio campo com Valdivia e Wesley não conseguiam abastecer o ataque, com Leandro e Henrique.

Mendieta comemora o primeiro gol marcado na vitória do Palmeiras sobre o Sampaio Corrêa. (Adriano Vizoni/Folhapress)

Mendieta comemora o primeiro gol marcado na vitória do Palmeiras sobre o Sampaio Corrêa. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

O segundo tempo, tudo foi diferente. Com mais vontade de toque de bola envolvente o Palmeiras dominou o adversário de cara e passou a criar chance atrás de chance. O Sampaio Corrêa cansou de marcar e não resistiu a pressão. Mendieta, o melhor homem em campo, fez o primeiro aos 20 minutos e já no final da partida, com a mesma pegada da etapa inicial, o Palmeiras fez mais dois com Henrique e Felipe Menezes. Decretando assim classificação mais que merecida.

A partida

Precisando vencer, o Palmeiras começou com bom toque de bola, invertendo o lado do campo, tentando abrir a zaga adversária, que com a vantagem, mostrava logo no inicio que ficaria boa parte do jogo na defesa. Mesmo na defesa, o primeiro lance de ataque foi da equipe maranhense. Aos oito minutos, Arlindo Maracanã finalizou cruzado da intermediária. Fabio caiu no canto direito e fez a defesa.

Mesmo com maior posse de bola, o Palmeiras tinha dificuldades para chegar com força ao ataque. A forte marcação do Sampaio Corrêa deixava Henrique e Leandro  isolados na frente.  A medida que o Palmeiras não conseguia ameaçar, a equipe adversária passou a acreditar mais e a marcar no campo de ataque.

O Palmeiras trocava bola na intermediária do ataque, mas não conseguia finalizar a gol. A forte defesa adversaria conseguia  levar vantagem sobre o ataque palmeirense.

O melhor momento da primeira etapa veio apenas aos 41 minutos. Henrique recebeu e arriscou da intermediária. A bola carimbou a trave esquerda do Sampaio Corrêa. Por pouco o Palmeiras não abriu o placar.

O Sampaio Corrêa bem que tentou, mas não conseguiu parar o ataque do Alviverde.

O Sampaio Corrêa bem que tentou, mas não conseguiu parar o ataque do Alviverde.

 Precisando de um gol, o segundo tempo começou com muito mais intensidade. Logo aos três minutos, Wendel tentou afastar e quase manda contra a próprio patrimônio. A resposta veio pouco depois. Aos seis minutos, Mendieta recebeu passe na entrada da área e finalizou à esquerda.

Pressão total

O Sampaio Correia começava a demonstrar certo cansaço. Percebendo isso, o Palmeiras foi pra cima. Aos 13 minutos foi a vez de Wesley arriscar de fora da área e levar muito perigo.  Dois minutos depois foi a vez de Mendieta, o mais ativo da equipe em campo, bateu firme e novamente assustou o goleiro Rodrigo Ramos.

Aos 19, novamente o camisa 8 finalizou com perigo. Após c cruzamento da direita, Mendieta cabeceou e carimbou a trave direita do Sampaio Corrêa.

E não teve jeito. O alviverde pressionava de tal forma e de tanto “martelar” o gol acabou saindo. Aos 21 minutos, Arlindo Maracanã tentou afastar lançamento na área do Sampaio Corrêa e Mendieta, esperto, se antecipou ao goleiro para abrir o placar com classe.

Sem choro. Palmeiras atropela adversário no Pacaembu. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

Sem choro. Palmeiras atropela adversário no Pacaembu. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

O gol não satisfez o Palmeiras que seguia melhor. Aos 25 minutos, Marquinhos Gabriel bateu cruzado e Rodrigo Ramos teve que se esticar todo para espalmar a bola para longe.  Aos 28 minutos foi a vez de Henrique desperdiçar mais uma. O atacante recebeu belo passe de Wesley na ponta direita, ajeitou e bateu firme, mas viu a bola passar perto da trave esquerda. A equipe palmeirense seguia pressionando em busca de mais gols.

Nos últimos 15 minutos o Palmeiras caiu de produção. Com a vantagem mínima, que garantia a classificação, o alviverde passou a controlar mais a bola. Sem muito folego, o Sampaio Corrêa tentava sair, mas era facilmente desarmado. Aos 41 minutos, o Palmeiras perdeu uma chance incrível de ampliar. A equipe palmeirense partiu rápido no contragolpe e Wesley ficou cara a cara com o goleiro, mas conseguiu mandar pra fora o gol praticamente certo.

Gols e Classificação.

Aos 45 minutos, o Palmeiras chegou ao segundo. Henrique recebeu cruzamento de Marquinhos Gabriel e estufou as redes para ampliar. Quarto jogo do atacante e o quarto gol com a camisa alviverde. Deu tempo para mais um. Dois minutos depois, o cansado e corajoso Sampaio Corrêa, que se lançou ao ataque, falhou na saída de bola, que chegou em Felipe Menezes que avançou e bateu rasteiro, no canto esquerdo do goleiro para fazer o terceiro e decretar a classificação do Palmeiras para a próxima fase.