Árbitro foi discreto no Morumbi

resultado foi feito pelos jogadores, ou melhor, um jogador do SPFC

Por Mauricio Bonato

Ricardo-Marques-Ribeiro

A grande estrela do SPFC, Lucas, decidiu a partida, muito bom para o tricolor mas o melhor para o confronto desta quinta no Morumbi com mais de 40 mil torcedores, foi que o árbitro mineiro Ricardo Marques Ribeiro foi discreto e não interferiu no resultado da partida.

O árbitro FIFA de 32 anos esteve sempre presente próximo dos lances coibiu com o cartão amarelo a 4 jogadores, Paulo Miranda levou 2 e foi expulso no segundo tempo, expulsão justíssima porque o zagueiro do SPFC havia recebido um cartão por fata violenta no primeiro tempo e na etapa final, Paulo Miranda fez uma falta no mínimo ridícula, perdendo o tempo de bola e acertando a cabeça do adversário.
Claro que a torcida são-paulina reclamou da expulsão e do árbitro, coisa costumeira, mas a arbitragem de todos, esteve segura o tempo todo.Faltas e impedimentos foram muito bem assinalados e não há nada a reclamar por parte de SPFC e Coritiba.