ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Aumenta o Drama!

Verdão joga bem, mas para no goleiro adversário e é derrotado fora de casa.

Por Anderson Marinho

Luan abriu o placar para o verdão no Beira Rio. Foto: Edu Andrade / Gazeta Press

O Palmeiras foi à Porto Alegre enfrentar o Internacional, no estádio Beira Rio, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro 2012 e saiu de campo derrotado por 2 x 1, em partida marcada por muita disputa, lances polêmicos e uma grande exibição do goleiro Muriel, que garantiu o triunfo do Colorado.

O jogo

O jogo começou muito truncado, com excesso de faltas, com o Inter tomando a iniciativa, mas sem encontrar espaços para concluir em gol, graças a boa marcação do alviverde, que adotou uma postura cautelosa, respeitando o rival e apostando na velocidade nos contra-ataques.

E a primeira chance clara de gol foi do verdão, aos 12 minutos, após lançamento de Patrick Vieira, Lua avançou e velocidade pela esquerda e devolveu para o garoto dentro da área, cara a cara com Muriel que fechou o ângulo evitou o gol palmeirense.

Três minutos depois Patrick Vieira fez boa jogada com Wesley e serve Hernán Barcos que sofre falta cometida pelo zagueiro Índio. Na cobrança, Marcos Assunção bateu de chapa, com perigo, no canto direito do arqueiro gaúcho que fez uma linda defesa.

Apesar do forte equilíbrio da partida o Palmeiras chegava com mais eficiência ao ataque, e aos 20 minutos, em mais uma arrancada de Lua pela esquerda, a zaga do Inter mandou a bola para escanteio. Na cobrança, Marcos Assunção cruzou, com efeito, e após um desvio no primeiro pau, Lua cabeceou firme para abrir o placar no Beira Rio. Internacional 0 x 1 Palmeiras.

O Inter respondeu na jogada seguinte com Rafael Moura, que chutou forte da entrada da área obrigando Bruno a fazer uma grande defesa.

O Palmeiras seguia levando perigo nos contra-ataques, e em mais uma boa jogada Patrick Vieira passou por três marcadores e cruzou no segundo pau para Barcos, que chegou batendo de primeira, mas Muriel fez mais uma grande defesa evitando o segundo gol do time paulista.

O Internacional voltou a controlar as ações, com um bom toque de bola no meio de campo, e aos 30 minutos, Rafael Moura foi derrubado por Artur na entrada da área. D’Alessandro foi para a cobrança, no primeiro lance o argentino bateu em cima da barreira, que estava fora da distancia regulamentar, mas o árbitro Francisco Carlos Nascimento mandou repetir a cobrança.  Na segunda oportunidade o camisa 10 do colorado bateu com categoria, e Bruno fez uma bela defesa evitando o gol de empate.

A pressão dos donos da casa surtiu efeito quatro minutos depois, após um cruzamento de Guiñazú, Fred apareceu livre no segundo pau e bateu de primeira, no canto esquerdo de Bruno, sem chances para o goleiro do verdão. Internacional 1 x 1 Palmeiras.

O Palmeiras ainda teve mais uma chance clara de gol para retomar a vantagem no primeiro tempo com Artur, aos 37 minutos de jogo. Após um vacilo de Kleber, o lateral direito do verdão invadiu a área, sozinho, cara a cara com Muriel e chutou fraco, nos braços do arqueiro.

Em um primeiro tempo muito bem jogado o Palmeiras soube impor o a sua proposta de jogo e poderia ter saído de campo com um placar favorável, não fosse a excelente atuação do goleiro Muriel que fez grandes defesas e segurou o resultado para o time da casa.

Etapa Complementar

O garto Fred marcou o gol que deu inicio à reação do Colorado. Foto: Edu Andrade / Gazeta Press

O Internacional do técnico Fernandão voltou para o segundo tempo com Elton na vaga de Nei, já o Palmeiras manteve a mesma formação da etapa inicial.

Ainda sonhando com a vaga na Libertadores o Internacional adotou uma postura mais firma para o segundo tempo, marcando o Palmeiras no campo de defesa do adversário e assim construiu as suas melhores chances.

Logo aos dois minutos, Kleber fez um lindo lançamento para o uruguaio Diego Forlán, que invadiu a área com liberdade, mas tocou mal na saída de Bruno, desperdiçando o gol.

Assim como no primeiro tempo o jogo continuou com muitos faltas e no meio de campo e jogadas polêmicas envolvendo jogadores das duas equipes.  Em um lance desses, o garoto Fred caiu pedindo falta e segurou abola com a mão. O árbitro chegou a dar falta para o Inter, mas voltou atrás, considerando o lance normal e marcou a infração do jogador do Inter. Sem jeito, Francisco Carlos Nascimento chamou os capitães das equipes e pediu desculpas por ter se confundido e no final das contas deu bola ao chão.

E depois da lambança do árbitro o Internacional voltou ao ataque e aos 9 minutos, D’Alessandro fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Rafael Moura, livre, cabecear e colocar o Colorado à frente no marcador. Internacional 2 x 1 Palmeiras.

O Palmeiras partiu pra cima em busca do empate e passou a pressionar o adversário no campo de ataque. Aos 15 minutos, após cruzamento de Artur, Lua apareceu livre e cabeceou com perigo para mais uma boa defesa de Muriel.

Barcos tentou deixar a sua marca, mas gol de mão foi bem anulado. Foto: Foto: Alexandre Lops / Internacional / Divulgação

O verdão teve uma sequência de 3 escanteios a seu favor, e no último deles Marcos Assunção cruzou no primeiro pau, Mauricio Ramos subiu mais alto, mas Hernán Barcos desviou com a mão direita para empatar o jogo. O bandeirinha correu para o meio de campo, mas depois de muitas reclamações por parte dos jogadores do Internacional, a partida ficou paralisada por cerca de 5 minutos, o confuso Francisco Calos Nascimento anulou corretamente o gol.

Aos 24, depois de boa jogada de Wesley, Lua foi derrubado na entrada da área. Na cobrança, Marcos Assunção bateu com a precisão de sempre e Muriel se esticou todo para salvar o time gaúcho mais uma vez.

O técnico Gilson Kleina promoveu as entradas do atacante Maikon Leite na vaga do meia Wesley e de Juninho no lugar de Leandro.

Com o Palmeiras mais ofensivo os papeis se inverteram, o time ficou mais exposto aos contra-ataques, e o Inter passou a jogar fechado, administrando o resultado, esperando uma oportunidade para definir o jogo.

Aos 40 minutos, Maikon Leite arriscou da intermediaria para nova defesa de Muriel, impecável na partida.  Depois do lance o treinador do alviverde fez a última substituição, com a entrada de Obina no lugar de Lua.

O árbitro apontou seis minutos de acréscimos, mas o Internacional soube controlar a partida nos minutos finais e saiu com a vitória que ainda mantêm a esperança colorada de chegar á Libertadores. Co o resultado o Inter chegou à 51pontos na tabela e ocupa a 5ª posição, quatro pontos atrás do São Paulo que enfrenta o Sport ainda hoje na Ilha do Retiro, em Recife.

Os comandados de Fernandão voltam à campo no próximo domingo, 04/11/2012, às 19h30 contra o Náutico no estádio dos Aflitos no Recife.

Já o Palmeiras, apesar do futebol apresentado em Porto Alegre, segue vivendo o drama na luta contra o rebaixamento e agora fica na torcida pelos tropeços de Bahia, que recebe o Grêmio em Salvador, e Sport.

O verdão é o 18º colocado, com 32 pontos e agora se prepara para a partida diante do Botafogo, domingo às 17h00, na Arena da Fonte Luminosa em Araraquara.

Gols
INTERNACIONAL:
Fred, aos 33min do 1º tempo; Rafael Moura, aos 9min do 2º tempo
PALMEIRAS:
Lua, aos 21min do 1º tempo

INTERNACIONAL: Muriel; Nei (Elton), Rodrigo Moledo, Índio e Kléber (Fabrício); Josimar, Guiñazu, Fred e D’Alessandro; Rafael Moura e Diego Forlán
Técnico: Fernandão

PALMEIRAS: Bruno; Artur, Maurício Ramos, Henrique e Leandro (Juninho); João Denoni, Marcos Assunção, Wesley (Maikon Leite) e Patrick Viera; Lua (Obina) e Hernán Barcos.
Técnico: Gílson Kleina

Cartões amarelos
INTERNACIONAL: Muriel, Josimar, Fred, D’Alessandro e Forlán
PALMEIRAS: Maurício Ramos e Henrique

Árbitro
Francisco Carlos Nascimento

Local
Estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)