ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Barcelona 100% na Champions League, Neymar manda bem.

O brasileiro foi titular sem a presença de Messi e se sai muito bem na partida.

Por Paulo Edson Delazari

Neymar dá arrancada contra os defensores do Celtic. (Foto: Getty)

Neymar dá arrancada contra os defensores do Celtic. (Foto: Getty)

Neymar e Fábregas comandaram o clube catalão na vitória por 1 a 0 sobre o Celtic, em Glasgow, pela segunda rodada da fase de grupos da Champions League. A ausência do argentino foi sentida, mas Neymar e Fabregas se destacaram e deram os 100% na fase de grupos ao time catalão.

Com uma boa partida do brasileiro e um gol do espanhol – que substituiu o melhor do mundo – o clube catalão conseguiu deixar a Escócia com três pontos, chegando a seis na classificação do Grupo H.

Foi a primeira partida oficial em que Neymar foi titular sem a presença de Messi. E o brasileiro não decepcionou. Ele buscou o jogo, saiu da ponta esquerda, tentou dribles, provocou a expulsão de um adversário e ainda puxou o contra-ataque que deu origem ao gol. Nos últimos 10 minutos o brasileiro jogou na posição do argentino e não decepcionou, sendo destaque da partida e parando por duas vezes no goleiro Foster.

Um gol que salvou o Barcelona em uma partida que poderia ter sido complicada. O clube catalão sofreu e só não saiu atrás porque Valdés fez pelo menos duas grandes defesas – uma delas na jogada anterior ao lance do gol.

O jogo
O Barcelona foi a campo desfalcado de seu principal jogador. Lionel Messi sofreu uma lesão muscular no duelo contra o Almería, no sábado. Sem o melhor do mundo, o técnico Tata Martino escalou o ataque com Neymar e Pedro nas pontas, e com Cesc Fábregas centralizado.

O brasileiro, que disse desde a chegada ao clube que pretendia ajudar Messi, teria de mudar o papel que reivindicou para si mesmo. Pela primeira vez no Barcelona, Neymar começou um jogo como protagonista.

Mas o primeiro jogador do Barcelona a aparecer bem na partida foi o goleiro Valdés. Aos 6 minutos, ele saiu bem do gol para defender um chute de Samaras.

No ataque, o clube catalão tinha o domínio da posse de bola, marcava pressão e tocava bem. Mas, ressentindo-se da falta de Messi, o time não conseguia romper a defesa do Celtic. Nos primeiros minutos, as chances eram todas em chutas de longa distância. Iniesta, Fábregas, Adriano… todos falharam.

Neymar, que começou jogando apenas pela esquerda, tentava participar da partida e se deslocava mais vezes, mas era bem marcado. Aos 35, um choque com Izaguirre tirou o brasileiro de campo.

De volta, ele protagonizou aos 40 minutos a melhor chance da primeira etapa. Depois de cruzamento de Daniel Alves, Neymar bateu de primeira, e a bola passou muito perto do gol de Forster. O lance soltou o atacante brasileiro, que deu passe de letra, tentou dribles e tornou-se, sobretudo nos minutos finais, a principal opção ofensiva do Barcelona.

O ímpeto do fim da primeira etapa transformou-se em acomodação na segunda. O Barcelona controlava a bola, mas não levava perigo ao gol do Celtic.

O time escocês até passou a se arriscar mais à frente, mas, aos 12 minutos, um lance mudou a partida. Um lance que teve Neymar como protagonista. Ele ganhou de Brown na corrida, durante um contra-ataque, e foi derrubado pelo adversário. Na sequência do lance, o capitão do Celtic chutou o brasileiro e foi expulso pelo árbitro Stéphane Lannoy.

Com um jogador a menos, o Celtic se fechou e passou a jogar todo na defesa. O Barcelona girava a bola no campo de ataque, mas faltava um toque especial para furar o muro verde e branco.

Neymar foi caçado pelos jogadores escoceses. (Foto: Getty)

Neymar foi caçado pelos jogadores escoceses. (Foto: Getty)

A falta de efetividade do Barcelona foi um convite para o Celtic se aventurar no ataque. E o clube escocês passou muito perto de marcar duas vezes. Na primeira, Valdés fez ótima defesa e impediu o gol Forrest – na cobrança de escanteio, Mulgrew cabeceou para fora.

O susto acordou o Barcelona. E foi pelos pés de Neymar que o começou a jogada que mudou de vez a partida. Aos 31 minutos, o brasileiro puxou contra ataque pelo meio, lançou Alexis – o substituto de Pedro – na direita, e o chileno cruzou para Fábregas escorar de cabeça.

O Barcelona ainda teve a chance de ampliar aos 42 minutos, mas parou em um milagre de Forster. Depois de chute de Neymar, o goleiro rebateu, e ainda se esticou para evitar um gol de Alexis.

No último ataque do Barcelona, Neymar teve a mais uma chance de marcar – Forster fez grande defesa. O gol seria uma forma de fechar com chave de ouro uma boa atuação.

Nos outros jogos desta terça-feira destaque para as vitórias de Arsenal sobre o Napoli por 2 a 0, com apresentação perfeita de Ozil e a vitória do Chelsea de 4 a 0 sobre o Steua, com dois gols do meio campista Ramires.

Outros resultados da Champions nesta terça-feira pelos grupos E, F, G e H.

resultados e f g h