ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Barcos brilha e Grêmio derrota o Corinthians

“El Pirata” marca duas vezes, quebra recorde pessoal, e comanda vitória tricolor.

Por Anderson Marinho
"El Pirata" Hernán Barcos comemora o seu primeiro gol. Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Divulgação

“El Pirata” Hernán Barcos comemora o seu primeiro gol. Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Divulgação

Grêmio e Corinthians se enfrentaram na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, em partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014. O duelo marcou o retorno do atacante argentino Hernán Barcos, ausente nos dois últimos jogos do tricolor gaúcho, e o “Piarata” foi o destaque da partida marcando dois gols para os donos da casa, que garantiram o triunfo por 2 a 1, e se tornou o maior artilheiro estrangeiro da história do clube com 36 gols. O peruano Paolo Guerrero descontou para o timão, mas foi expulso de campo após agressão.

Com o resultado o Grêmio assume a sétima colocação na tabela de classificação com 25 pontos ganhos. Já o Corinthians caiu para o quarto lugar com 31 pontos, oito pontos atrás do líder Cruzeiro.

O jogo

Os mais de 30 mil torcedores que compareceram à Arena do Grêmio acompanharam um duelo equilibrado, com muita disputa, principalmente na etapa inicial, com as duas equipes bem postadas no setor defensivo a marcação prevaleceu nos primeiros 45 minutos, com poucas oportunidades claras de gols.

Barcos foi o nome do jogo. Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Divulgação2

Barcos foi o nome do jogo. Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Divulgação

A primeira chance foi timão, aos 11 minutos, em chute de Elias de fora da área que passou por cima da meta defendida por Marcelo Grohe.

Pelo lado tricolor a melhor oportunidade veio em um lance de bola parada. Em cobrança de falta de Zé Roberto que passou com perigo por cima do travessão.

Elias teve mais uma chance para abrir o placar para o alvinegro, aos 44 minutos, após lançamento de Guerrero, o volante se livrou da marcação de Rhodolfo e arrematou da entrada da área, mas faltou força e Grohe fez a defesa segura.

No último lance do primeiro tempo Felipe Bastos dominou a bola com espaço no meio de campo, Barcos se movimentou com liberdade para receber em boas condições de gol, mas o volante preferiu finalizar de longe desperdiçando uma boa chance. Após o apito final do árbitro Herber Roberto Lopes, os dois jogadores saíram de campo em meio a uma discussão acalorada.

Etapa complementar

Jogadores do Grêmio comemoram o segundo gol. Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Divulgação

Jogadores do Grêmio comemoram o segundo gol. Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Divulgação

O tricolor gaúcho voltou para o segundo tempo acelerado e logo aos trinta segundos de jogo Barcos extravasou. Zé Roberto fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Giuliano, o meia foi travado pela marcação e a bola sobrou para “El Pirata”, livre, só empurrar para o fundo das redes.

O gol relâmpago desestabilizou o Corinthians e os donos da casa aproveitaram o “apagão” alvinegro para ampliar dois minutos depois.

Dudu fez grande jogada pela esquerda, nas costas de Fagner, e cruzou para a pequena área, Fabio Santos não conseguiu fazer o corte e Barcos mostrou mais uma vez todo seu oportunismo aparecendo no segundo pau para completar.

Depois de um inicio arrasador o Grêmio relaxou com a vantagem no placar e o Corinthians cresceu na partida em busca do resultado.

Aos 13 minutos, Guerrero recebeu grande enfiada de bola de Lodeiro, livre de marcação, e tentou driblar Marcelo Grohe, mas o arqueiro gaúcho se esticou todo e evitou o tento do timão.

Gurerro deixou sua marca, mas foi expulso no final do jogo. Foto: Ricardo Rimoli / Agência Lance

Gurerro deixou sua marca, mas foi expulso no final do jogo. Foto: Ricardo Rimoli / Agência Lance

O goleiro gremista não teve a mesma sorte três minutos depois, Guerrero foi acionado pela esquerda, se livrou da marcação e chutou forte, cruzado, sem chances para Grohe.

O Corinthians continuou pressionando, aos 19 minutos, Jadson cobrou escanteio no primeiro pau, Luciano desviou de cabeça e Grohe afastou o perigo. Em seguida Gil cabeceou firme para mais uma grande defesa do goleiro.

A pressão corintiana acabou parando na tensão e no nervosismo da partida. Errando muitos passes os comandados de Mano Menezes tinham o controle do jogo, mas não conseguiam chegar com perigo. A melhor chance do alvinegro foi em chute de Ralf, de fora da área, que explodiu no travessão.

Já nos acréscimos, Guerrero dividiu com Marcelo Grohe e o árbitro marcou falta no goleiro. Na sequência o atacante se desentendeu com Alan Ruiz e foi expulso após dar uma cabeçada no jogador adversário.

O Corinthians agora se prepara encarar o Bragantino, quarta-feira às 22H00 na Arena Corinthians, no primeiro duelo das oitavas de final da Copa do Brasil. Pelo Brasileirão a equipe recebe o Fluminense no domingo, às 16h00, também em seu estádio.

Já o Grêmio do técnico Luiz Felipe Scolari recebe o Santos, na quinta-feira às 20h00 em sua Arena, pela Copa do Brasil e o Bahia na sequência do Brasileirão, domingo às 18h30, também em casa.