ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Bayern é Campeão da Supercopa com gol no último minuto

Com final eletrizante, time bavaro leva a melhor pra cima do Chelsea nos penais após empate.

Por Paulo Edson Delazari
David Luis teve boa apresentação diante do Bayern. (Foto: Getty)

David Luis teve boa apresentação diante do Bayern. (Foto: Getty)

Bayern e Chelsea se enfrentaram em Praga na República Tcheca no  Eden Stadium para decidirem quem levaria a Supercopa dos campeões europeus e o time alemão levou a melhor após empate em 2 a 2 na prorrogação com gol salvador de Martin no último minuto. Nas cobranças de penaltis Lukaku bateu e Neuer defendeu dando o título para o time comandado por Pepe Guardiola por 5×4.

Foram cinco brasileiros no gramado em Praga, com destaque especial para o zagueiro David Luiz, que voltava no lugar de John Terry e fez excelente partida, sobretudo no primeiro tempo. Ramires foi expulso após entrada em Götze na etapa complementar. Oscar, Dante e Rafinha também foram titulares no encontro.

Com a vitória Pepe Guardiola abriu vantagem nos confrontos contra  José Mourinho no banco de reservas, chegando a oito vitórias – o ex-comandante do Real Madrid segue com três. Antes do jogo, a estatística foi motivo de polêmica na entrevista coletiva de Mou, que, depois de bater boca, preferiu deixar o assunto de lado.

O jogo

Ribery melhor da Europa fez gol de empate. (Foto: AFP)

Ribery melhor da Europa fez gol de empate. (Foto: AFP)

Mesmo com várias ausências no time, o Bayern começou melhor a partida e dominava as ações quando o Chelsea mostrou já carregar um toque de Mourinho em suas características, saiu em contra-ataque e, com perfeição na troca de passes, chegou ao gol. Hazard, brilhante, para Schurrle e para Fernando Torres. O espanhol recebeu excelente cruzamento dentro da área, não se deu nem ao trabalhar de dominar e, com oito minutos, colocou os londrinos à frente no placar.

A equipe de Munique ficava mais com a bola, porém, só conseguiu ameaçar pela primeira vez aos 21. Com uma posse de quase 70%, os alemães falhavam na hora de finalizar e tiveram a melhor chance nos minutos finais do primeiro tempo, em boa combinação de Ribéry com Shaqiri e chute do francês para boa defesa de Cech.

Hazard colocou Chelsea na frente mesmo com dez em campo. (Foto: Getty)

Hazard colocou Chelsea na frente mesmo com dez em campo. (Foto: Getty)

Na volta do intervalo, o camisa 7, que desbancou no dia anterior Messi e Cristiano Ronaldo na briga pela Bola de Ouro, mostrou por que foi considerado o melhor da Europa na última temporada e aprontou das suas.

Ele recebeu passe de Kroos vindo da esquerda, não pensou duas vezes e mandou o sarrafo novamente contra Cech. Dessa vez, o goleiro do Chelsea voou, abriu os braços, mas não conseguiu chegar na bola. O Bayern deixava tudo igual com apenas dois minutos em Braga.

E só dava Ribéry. Em cobrança de falta, arremates à distância e tramas na frente da área, o meia-atacante era o responsável por coordenar todas as ações.

Reequilibrando um pouco as ações, ainda que sem tanto com a bola, os Blues ameaçaram mais uma vez, em cabeçada no travessão de Ivanovic após escanteio batido por Lampard com menos de 15 minutos para o fim do tempo normal. David Luiz ainda subiu bem em seguida.

Mesmo sendo sufocado, foi do Chelsea a melhor oportunidade para pular à frente do marcador e se aproximar do título. Em troca de passes perigosa ao redor da área, Dante recebeu, escorregou e entregou nos pés de Schurrle. O jovem jogador mandou diretamente para Oscar, que finalizou em cima de Neuer. Grande defesa do goleiro alemão aos 17 minutos. Lampard tentou no rebote, entretanto, enviou nas arquibancadas.

Xavi martin

Martin marcou gol de empate no último segundo da prorrogação. (Foto: Getty)

O brasileiro Ramires, chamado de volta por Felipão, complicou a vida de seus colegas na sequência ao atropelar Götze e ser expulso. Os atletas do Chelsea protestaram, mas ele já tinha cartão amarelo. O empate persistiu até a prorrogação.

No reinício da partida, Hazard não ligou para desvantagem numérica, saiu costurando pela esquerda e chutou para defesa supostamente fácil de Neuer. O arqueiro, no entanto, se atrapalhou e permitiu que os ingleses assumissem novamente a dianteira no placar.

Antes da mudança de lado, Ribéry ainda chorou pênalti em chance desperdiçada por Shaqiri, mas a arbitragem não deu atenção.

Cech ainda fez milagre nos instantes finais, salvando duas bolas no espaço de um minuto e mantendo o Chelsea na liderança. Ele ainda viu outra finalização cruzar a frente de seu gol e apenas torceu. São Petr, dirão os torcedores dos Blues. O goleiro só não pôde fazer nada no última lance do tempo extra, em bola alçada na área, desvio de Dante e toque de Javi Martínez para pôr tudo igual de novo. Espetacular.

Na última rodada dos pênaltis, o belga Lukaku desperdiçou e o Bayern partiu para mais uma festa neste ano.