ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Borges deixa o Peixe e vai para Cruzeiro

Depois da saída de Alan Kardec, agora foi a vez do atacante Borges

Por: Paulo Edson Delazari

 

Borges, em treino do Santos, no CT Rei Pelé (Foto: Ricardo Saibun / Divulgação Santos FC)

O atacante esteve no Centro de treinamento Rei Pelé para despedir dos companheiros e funcionários do clube, em sua breve passagem pelo Santos quando chegou em meados de 2011, Borges conquistou o campeonato paulista 2012 e em 54 jogos disputados, marcou 31 gols, sendo 23 gols só no campeonato brasileiro de 2011, quando se tornou o maior artilheiro do Peixe na competição nacional, tudo isto com a camisa 9 do alvinegro praiano.

Em sua breve despedida na manhã de sexta o jogador citou sua boas e más passagens pelo clube e principalmente lamentou a derrota de 4×0 contra o Barcelona na final do mundial e a semifinal da Libertadores para o arquirival Corinthians.

– Esses foram os momentos mais tristes. Uma pena não conquistarmos o Mundial, porque na nossa frente tinha o Barcelona, que estava atropelando. Naquele momento, qualquer um perderia – lamenta o atacante.

O atacante aproveitou para citar alguns craques por onde passou e o que mais conquistou nesse período, falando também como ocorreu a negociação.

– Meu contrato acaba em dezembro e já está no período em que posso assinar um pré-contrato. Quando surgiu a oportunidade do Cruzeiro, chegaram em um acordo entre os dois clubes. Ficou bom para todo mundo. Vim agradecer a todos, sempre tive carinho aqui. Foi um privilégio. Fui artilheiro do Brasileirão, alcancei a marca do Chulapa, que é ídolo do clube, e vesti a camisa da Seleção (no Superclássico das Américas). Saio de cabeça erguida e feliz pela oportunidade de ter vestido a camisa do Santos, que teve o melhor jogador de futebol de todos os tempos, o Pelé – encerrou o centroavante.