ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Botafogo derrota o Palmeiras e deixa o Z4

Em jogo tenso, gringos marcam e encerram jejum botafoguense

Por Anderson Marinho
Diogo tenta escapar da marcação botafoguense. Foto: Célio Messias / Gazeta Press

Diogo tenta escapar da marcação botafoguense. Foto: Célio Messias / Gazeta Press

Palmeiras e Botafogo se enfrentaram no estádio Prudentão, em Presidente Prudente, em partida válida pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014, em duelo marcado por troca de farpas entre o zagueiro Lúcio e o atacante Emerson Sheik, os cariocas venceram por 2 a 0, com gols marcados por Bolatti e Zaballos,  encerrando um jejum de três jogos e impondo a segunda derrota consecutiva ao alviverde.

Com o resultado o alvinegro chegou aos oito pontos ganhos e ocupa agora a 12ª colocação, dois pontos acima da zona de rebaixamento.

Já o verdão deixou escapar a chance de chagar ao G4 e permanece com 12 pontos, agora em sétimo lugar.

O jogo.  

Capitão Lúcio se envolveu em polêmica com Sheik. Foto: Célio Messias / Gazeta Press

Capitão Lúcio se envolveu em polêmica com Sheik. Foto: Célio Messias / Gazeta Press

Vindo de uma maratona, após ter enfrentado a Chapecoense em Chapecó-SC no último domingo e ter se apresentado apenas um dia antes da partida em Presidente Prudente, devido as más condições climáticas da cidade catarinense que atrasaram o retorna da equipe, o Palmeiras foi à campo com a mesma formação da última rodada, já que não teve tempo para treinar, apenas com a entrada de Felipe Menezes na vaga do paraguaio Mendieta.

O verdão começou melhor, tomando a iniciativa, mas faltou eficiência para transformar o volume de jogo em gols na etapa inicial.

Aos 3 minutos Diogo, que foi titular mais uma vez ao lado de Henrique no ataque palmeirense, chutou cruzado levando perigo à meta defendida por Renan.

Oito minutos depois, Wendel cruzou na medida para Marquinhos Gabriel, livre, mas o meia cabeceou para o chão e desperdiçou a chance. Aos 21 minutos Marquinhos teve nova oportunidade, após lindo lançamento de Wesley, saindo cara a cara com Renan, mas chutou pra fora ao tentar encobrir o goleiro.

Aos 33 minutos Emerson Sheik recebeu lançamento em profundidade e apareceu livre, nas costas da marcação, mas a arbitragem assinalou impedimento. O atacante chegou a finalizar, marcando o gol, mas o árbitro já havia apitado.

O Palmeiras inda teve mais uma chance, aos 41, com Diogo em sobra após cobrança de escanteio, mas o atacante errou a finalização.

Na saída para o intervalo Emerson Sheik acusou o zagueiro Lúcio de ser preconceituoso e mau caráter, alegando que o palmeirense havia tido uma atitude homofóbica durante o primeiro tempo.

Etapa complementar

Emerson Sheik disputa bola com Wendel. Foto: Célio Messias / Gazeta Press

Emerson Sheik disputa bola com Wendel. Foto: Célio Messias / Gazeta Press

Assim como na primeira etapa o Palmeiras começou superior, mas não conseguiu chegar ao seu gol. Wesley teve a melhor oportunidade, em chute fora da área, mas a bola passou rente à trave alvinegra.

Cansado e sem criatividade o Palmeiras levou um golpe aos 15 minutos, após cobrança de escanteio, o argentino Bolatti pegou a sobra na intermediaria e encheu o pé, no canto direito de Fábio, para abrir o placar.

Em desvantagem o verdão ainda perdeu um dos seus principais jogadores, aos 25 minutos, quando Wesley cometeu uma falta dura em Emerson e recebeu o segundo cartão amarelo e o vermelho, deixando a equipe com um a menos.

Aos 27 minutos o paraguaio Zeballos invadiu a área, driblou Fábio e finalizou com o gol aberto, mas Marcelo Oliveira apareceu em cima da linha para fazer o corte e evitar o segundo gol.

Com um homem a mais o Botafogo administrou bem as ações, com um bom toque de bola, sem dar espaços para uma reação do rival que sentiu a parte física e não levou perigo

Aos 48 minutos Zeballos puxou contra-ataque eu rápido, invadiu a área e tocou na saída do arqueiro alviverde para ampliar o placar e decretar a segunda vitória do Glorioso no Brasileirão.

O Palmeiras sofreu a sua quarta derrota na competição, a terceira para um time carioca, já havia sido derrotado por Fluminense e Flamengo, além da derrota para os catarinenses da Chapecoense.

O alviverde volta à campo agora no próximo domingo, às 16h00, no estádio Alfredo Jaconi em Caxias do Sul para encarar o Grêmio, em sua última partida  antes da paralisação para a Copa do Mundo.

Já o Botafogo visita o Corinthians, no mesmo dia e horário, na Arena Corinthians.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 2 BOTAFOGO

Local: Prudentão, em Presidente Prudente (SP)
Hora e data: 28/5/2014,
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC – FIFA)
Assistentes: Fabio Pereira (TO – FIFA) e Helton Nunes (SC)
Público/renda: 5.661/ R$ 173.770,00

Cartões amarelos: Bolatti e Emerson (Botafogo), Wesley (Palmeiras)
Cartão vermelho: Wesley, aos 25’/2°T

Gols: Bolatti, aos 16’/2°T (0-1) e Zeballos, aos 48’/2ºT (0-2)

PALMEIRAS: Fábio; Wendel (Rodolfo, aos 45’/2ºT), Lúcio, Marcelo Oliveira e William Matheus; Renato, Wesley, Marquinhos Gabriel (Chico, aos 32’/2°T) e Felipe Menezes (Bernardo, aos 39’/2°T); Diogo e Henrique. Técnico: Alberto Valentim.

BOTAFOGO: Renan, Lucas, Bolívar, André Bahia, Junior Cesar; Airton, Edilson e Bolatti (Rodrigo Souto, aos 37’/2°T); Zeballos, Wallyson (Jorge Wagner, aos 33’/2°T) e Emerson. Técnico: Vagner Mancini

 

 

xhamster