ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Brasil e Argentina Dão Espetáculo aos Deuses do Futebol

O time portenho levou a vantagem ganhando por 4×3, mas quem ganhou foi o torcedor.

Por Paulo Edson Delazari

Um show, um espetáculo daqueles que jamais será esquecido, simplesmente fantástico, qualquer adjetivo que seja colocado no sentido de sensacional, será chover no molhado. Hoje os Deuses do futebol voltaram a sorrir, Brasil e Argentina deram uma lição de como se jogar futebol no estádio Metlife em New Jersey, solto, leve, descontraído, rápido, envolvente, gol aqui, virada lá, revirada e nova virada, assim foi Brasil 3 x 4 Argentina.

Neymar recebe penalti e o juiz nada marca. (Reuters)

Quem aguardava pelo encontro Messi x Neymar teve a oportunidade de ver lances brilhantes, com vantagem maior para o argentino, melhor do mundo por três vezes, só faltou parar o tempo, nas vezes em que teve a oportunidade guardou, foram três tentos. Neymar por sua vez caiu pela direita, depois se apresentou no meio, abriu espaços e só não apareceu mais por conta de dois pênaltis que o Juiz Jair Marrufo (EUA) deixou de marcar sobre ele, talvez a história fosse outra, mas dar atenção a este fato seria hipocrisia tamanha a obsessão das duas equipes pela vitória.

Importante lembrar que a seleção argentina estava com sua força máxima e que a brasileira faz a preparação para as Olimpíadas de Londres e os garotos mostraram personalidade e não tremeram, a demonstração de respeito do time argentino foi focada pelas câmeras ao fim da partida, quando Messi pediu para trocar a camisa com Neymar, sendo que ele, Messi foi o nome do jogo, certamente sua humildade que demonstra pelos campos europeus, tenha pairado nos Estados Unidos e seu gesto possa ser entendido como, parabéns Neymar, vocês jogaram muito.

O Jogo

O Brasil mostrou que não estava pra brincadeira e começou o jogo pressionando a saída de bola dos argentinos, logo aos 10 minutos Neymar recebeu bola tomada pelo meio campo Oscar e mandou pro gol, assustando o goleiro Romero. Neymar até então era melhor que Messi.

Aos 15 minutos, Oscar fez lindo lançamento para Hulk, o atacante finalizou cruzado para boa defesa de Romero.

Aos 21 minutos em jogada ensaiada Neymar Cruzou a falta a meia altura, a zaga argentina parou pedindo impedimento e Rômulo abriu o placar, Romero ainda tocou na bola mas não evitou o gol. Brasil 1×0 Argentina.

O Brasil ainda teria mais duas chances, aos 27 minutos Neymar recebeu e arrancou pra cima da zaga portenha, quando se preparava para finalizar recebeu um empurrão e o árbitro deixou de marcar o pênalti. Três minutos depois novo erro do juiz Jair Marrufo, Neymar recebe novamente frente a frente e é empurrado por Zabaleta que se desequilibra e quando tenta chutar tropica no gramado.

Aos 31 minutos aparece o gênio, primeira bola recebida de Higain que roubou-a de Sandro e Messi não perdoou, escolheu o canto e guardou. Brasil 1 x1 Argentina.

Não demorou muito e logo aos 34 minutos após bela tabela de Messi com Di Maria, o “10” argentino fintou Rafael e só teve o trabalho de fazer mais um. Brasil 1 x 2 Argentina .

Mesmo sofrendo a virada o Brasil não desistiu e Hulk perdeu excelente oportunidade para empatar aos 39 minutos, após receber passe de Neymar o atacante bateu em cima do goleiro argentino.

Segundo Tempo

Na segunda etapa o jogo não mudou suas características, um Brasil corajoso e envolvente buscava o ataque, enquanto a Argentina esperava algum erro canarinho para finalizar com a partida.

Logo aos seis minutos Hulk saiu de dois marcadores do lado esquerdo e encheu o pé, a bola passou por cima do travessão.

Na sequência aos sete minutos Higuain recebeu frente a frente com Rafael, mas o goleiro brasileiro defendeu.

E foi assim, por conta da busca pelo empate que o Brasil passou a se expor mais na defesa. Higuaín começou a aparecer, principalmente recebendo lançamentos nas costas dos defensores do Brasil. Em uma dessas jogadas, o atacante do Real Madrid saiu na diagonal e chutou cruzado para fora. Quase o terceiro da Argentina.

Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura, dessa forma foi o empate do Brasil, de tanto insistir o Brasil foi premiado em ótima tabela de Oscar e Leandro Damião, o ex-atacante do São Paulo, Atual internacional – RS teve categoria para finalizar com precisão e deixou tudo igual. Brasil 2 x 2 Argentina.

No momento seguinte Oscar sentiu uma pancada dada por Guiazu na região abdominal e pediu substituição, Mano Meneses aproveitou e tirou também Leandro Damião, entrando em seus lugares Juliano e Alexandre Pato.

Aos 26, a virada brasileira: Neymar cobrou escanteio da esquerda, Romero falhou e deixou a bola escapar, Hulk pegou de primeira de canhota e marcou. Brasil 3×2 Argentina.

O gol fez com que os técnicos mexessem em seus times, pelo lado argentino saiu Zabaleta e entrou Aguero e no Brasil saiu Rômulo e entrou Casemiro, pior para o Brasil, que daí pra frente passou a ser dominado.

Messi comemora seu golaço o quarto da Argentina. (AFP)

Na primeira chance que os argentinos tiveram num escanteio aos 30 minutos Messi cruzou e Fernandes fez de Cabeça. Brasil 3×3 Argentina.

Novamente na desatenção da zaga brasileira, assim como em Doha, Messi arrancou da direita para esquerda e da entrada da área fez um golaço aos 39 minutos, sem chance para Rafael que pulou e não achou a bola. Brasil 3×4 Argentina.

Nos acréscimos a nota negativa do jogo, Lavessi que acabara de entrar fez falta de forma violenta em Marcelo, que ao cair revidou desferindo um muro na face do argentino, confusão armada e o juiz tratou de colocar os dois pro chuveiro, já erra tarde para uma reação e a deu vitória da Argentina sobre o Brasil.

O saldo dos amistosos brasileiros se considerarmos as quatro partidas, foi altamente satisfatório, com duas vitórias (Brasil 3 x 1 Dinamarca e Brasil 4×1 EUA) e duas derrotas (México 2 x 0 Brasil e Argentina 4×3 Brasil), basta analisar que a Dinamarca hoje venceu a Holanda por 1×0 na Eurocopa, os EUA vinham de cinco vitórias, uma delas sobre a Itália e que a Argentina se encontrava com sua seleção completa, com craques já consagrados internacionalmente, sem falar no seu maior astro, o meia Messi.

Agora, o Brasil se concentra visando à preparação para as Olimpíadas e a Argentina só retorna a campo nas eliminatórias da Copa 2014 contra o Paraguai.

 

FICHA TÉCNICA:
BRASIL 3 X 4 ARGENTINA

Local: MetLife Stadium, em Nova Jersey (EUA)
Data: 9 de junho de 2012, sábado
Horário: 16h06 (de Brasília)
Árbitro: Jair Marrufo (Estados Unidos)
Assistentes: Eric Boria e Frank Anderson (ambos dos Estados Unidos)
Cartões amarelos: Rafael Silva e Danilo (Brasil); Gago, Higuaín e Mascherano (Argentina)
Cartões vermelhos: Marcelo (Brasil); Lavezzi (Argentina)
Gols: 
BRASIL: Rômulo, aos 22 minutos do primeiro tempo; Oscar, aos dez, e Hulk, aos 26 minutos do segundo tempo
ARGENTINA: Messi, aos 31 e aos 33 minutos do primeiro tempo; Fernández, aos 30, e Messi, aos 39 minutos do segundo tempo

BRASIL: Rafael Cabral; Rafael Silva (Danilo), Thiago Silva (Bruno Uvini), Juan e Marcelo; Sandro, Rômulo (Casemiro) e Oscar (Giuliano); Hulk (Lucas), Leandro Damião (Pato) e Neymar
Técnico: Mano Menezes

ARGENTINA: Romero; Zabaleta, Fernández, Garay e Clemente Rodríguez (Campagnaro); Gago, Mascherano, Dí Maria (Aguero) e Sosa (Guiñazu); Messi e Higuaín (Lavezzi)
Técnico: Alejandro Sabella

Whrend des studiums habe ich viele wissenschaftliche arbeiten geschrieben, tipps zum hausarbeit schreiben bin also in der lage, sachlich u