ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Brasil perde para Suiça, devido a fogo amigo.

Daniel Alves faz contra e Brasil conhece sua primeira derrota depois do título da Copa das Confederações.

Por Paulo Edson Delazari
Daniel Alves lamenta gol contra. (Foto: AFP

Daniel Alves lamenta gol contra. (Foto: Bruno Rodrigues AFP)

Apresentando um futebol diferente do visto na Copa das confederações a seleção brasileira apresentou um bom futebol no primeiro tempo, mas o cansaço de início de temporada pesou no segundo tempo, pior para a equipe de Luis Felipe Scolari que perdeu por 1 a 0 com gol contra de Daniel Alves, não fosse contra o narrador terria dito que Golaço, na gaveta.

O lance pode ser comparado ao histórico gol contra de Ósseas do Palmeiras, no clássico diante do Corinthians, em jogo válido pelo Paulista de 1998, quando o artilheiro fez um golaço de cabeça contra a meta de Marcos.

Outro ponto negativo foi a apatia dos jogadores em campo especialmente de Neymar. Lucas teve sua oportunidade na segunda etapa e nada apresentou, Hulk perdeu muitos gols e o meio campo brasileiro não foi tão combatente quanto em outros jogos.

O jogo

Brasil e Suiça passam por um bom momento no cenário do futebol, duas escola diferentes, mas com seus pragmatismos que conduziram a seleção brasileira ao título da Copa das Confederações e deram aos suíços praticamente a vaga para Copa do Mundo de 2014. Com esse espírito vitorioso ambas equipes entraram em campo em busca da vitória e a primeira oportunidade surgiu nos pés de Hulk, logo a um minuto no contrataque o atacante recebeu na entrada da área e chutou para fora, mas com certo perigo.

Outra oportunidade só surgiu aos 11 quando Neymar deu bela enfiada para Hulk, o atacante chegou no fundo e cruzou forte para Fred, mas o goleiro Benaglio defendeu antes da chegada do artilheiro.

O Brasil seguia atacando e aos 16 Hulk disperdiçou excelente chance, após triangulação de Oscar e Neymar o atacante ficou cara a cara com o goleirão e chutou nas pernas do defensor.

A Suiça respondeu dois minutos depois com o meia Shaqiri que ao receber bola de Stoker chutou de pé esquerdo de fora da área para defesa de Jeferson.

Jogadores brasileiros e Suiços se desentendem durante a partida. (Foto: Mowa)

Jogadores brasileiros e Suiços se desentendem durante a partida. (Foto: Mowa)

Deste momento em diante as duas seleções esqueceram um pouco de jogar futebol e começaram a se encrencar com faltas duras de ambos os lados, os mais nervosos eram Marcelo e Neymar pelo Brasil e Shaqiri e Lichtsteiner, uma nova oportunidade só surgiu aos 29 desta vez nos pés de Neymar que recebeu na entrada da área e bateu de pé esquerdo para fora, mas com perigo contra a meta do goleiro suíço.

Se o ataque não marcava Paulinho resolveu aparecer e quando chegou foi perigoso, Neymar bateu escanteio curto e recebeu de volta, de posse da bola cruzou na cabeça de Paulinho, o volante testou firme, mas a bola caprichosa bateu no travessão.

Abusando do lance individual Neymar partiu para cima do zagueiro dentro da área, ao passar pela marcação foi claramente agarrado e impedido de chegar a bola, pênalti claro que o arbitro preferiu não assinalar.

A resposta suíça ocorreu aos 42 minutos quando Shaqiri arriscou de esquerda de fora da área para bela defesa de Jeferson. Trinta segundos depois o Brasil chegou com Oscar, mas o chute do meia foi defendido por Benaglio.

Etapa Complementar

Mal começou o segundo tempo e o lateral Daniel Alves cometeu o fogo amigo, o centroavante Seferovic cruzou para área e o jogador do Barcelona tentou tirar de cabeça e meteu no ângulo de Jeferson, Suiça 1 a 0.

O Brasil tentou a reação e por pouco não empata aos 19 minutos, Maxell cruzou da esquerda e Hulk pegou de primeira na entrada da área, a bola passou raspando.

Deste momento em diante as duas equipes começaram a fazer várias substituições e o nível técnico da partida caiu significativamente, oportunidades de verdade foram raras e quando ocorreram foram sem perigo. A Suiça começou a defender com seus onze jogadores num espaço de 30 metros do seu campo e passou o cadeado literalmente, conquistando a vitória que para sua sequência nas eliminatórias dará muita moral, enquanto o Brasil por sua vez começa sua preparação para Copa de 2014 com derrota, mas nada que seja desesperador.

  • 4-4-2SUI
  • GOL Benaglio
  • LAD Lichtsteiner
  •  ZAD Senderos
  • ZAE Timm Klose
  • LAE Ricardo Rodriguez
  • VOL Behrami
  • VOL Xhaka
  • VOL Dzemaili
  • MEC Shaqiri
  • ATA Valentin Stocker
  • ATA Seferovic

TEC Ottmar Hitzfeld

 

 

  • 4-3-3BRA
  • GOLJefferson
  • LAD Daniel Alves
  • ZAD Thiago Silva
  • ZAE Dante
  • LAE Marcelo
  • VOL Luiz Gustavo
  • VOL Paulinho
  • MEC Oscar
  • ATA Hulk
  • ATA Fred
  • ATA Neymar

TEC Luiz Felipe Scolari