ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Brasil tem primeiro tropeço de Dunga após retorno.

Brasil joga mal, Neymar irreconhecível e vitória da Colômbia na Copa América.

Por Paulo Edson Delazari
Neymar desolado, foi apático e nervoso durante toda partida até ser expulso. (Foto: Reuters)

Neymar desolado, foi apático e nervoso durante toda partida até ser expulso. (Foto: Reuters)

Seleção brasileira conhece sua primeira derrota no comando de Dunga diante da Colômbia por 1 a 0 em jogo válido pela segunda rodada da Copa América. O gol foi de Murillo ainda no primeiro tempo.

Neymar esteve irreconhecível em campo e como reflexo a seleção jogou mal, isto prova mais uma vez a Neymar dependência, o que pode ser um grande problema para próxima e decisiva partida diante da Venezuela às 18h30m do domingo (21), já que o 10 da canarinho recebeu o segundo amarelo e estará fora do duelo decisivo.

Para piorar a situação o meia atacante brasileiro foi expulso depois do apito final por se envolver em uma confusão com Bacca e Murillo, demonstrando o despreparo com a derrota e a clareza de que problemas extra campo podem estar deixando o artilheiro brasileiro um tanto quanto nervoso.

O jogo

Murillo comemora gol da vitória colombiana. (Foto: Reuters)

Murillo comemora gol da vitória colombiana. (Foto: Reuters)

Dunga colocou Thiago Silva e Roberto Firmino nos lugares de David Luiz e Diego Tardelli. O zagueiro, assim como Miranda, sofreu com a falta de pegada dos jogadores mais ofensivos. Já o atacante fez sua pior atuação pelo Brasil, carimbada pelo incrível gol que perdeu no segundo tempo, depois que Elias conseguiu ganhar a bola do goleiro Ospina e rolou… Parecia tão fácil, mas ele chutou por cima.

A primeira etapa caminhava para um modorrento empate sem gols até que Murillo, finalmente, se aproveitou do bate-rebate e abriu o placar. Num jogo com alguns meias e atacantes acima da média, gol do zagueiro. E de bola parada, como tem sido a tônica deste duelo.

E Neymar? Devem estar se perguntando. Na única jogada digna de Brasil, Daniel Alves girou, arrancou e cruzou para o atacante cabecear. Quase outro gol do Barça, mas Ospina pegou e o capitão levou a mão à bola: cartão amarelo e suspensão para o jogo contra a Venezuela.

Dunga mexeu no intervalo. Fred, que, no lance do gol, fez uma falta absolutamente desnecessária sobre um Falcao cercado na linha lateral e de costas para o campo, foi substituído por Philippe Coutinho. A equipe melhorou, mas não o suficiente.

Douglas Costa e Tardelli também não mudaram a Seleção que, mesmo com uma atuação discreta do craque James, não foi páreo para a Colômbia. Depois do apito final, Neymar voltou a mostrar nervosismo e piorou uma noite que já era decepcionante. Primeiro, acertou uma bolada em Armero. Depois, tentou dar uma cabeçada em Murillo, e deu início a uma grande confusão. Bacca saiu em defesa com companheiro e empurrou forte o brasileiro. Robinho veio em seguida e rasgou a camisa do atacante colombiano. Que tumulto! No fim, Neymar e Bacca acabaram expulsos.

 Agora, Seleção terá que definir sua vida na Copa América no próximo domingo. Brasil, Colômbia e Venezuela (que enfrenta o Peru nesta quinta-feira) têm três pontos. Os dois primeiros colocados do Grupo C avançam, além dos dois melhores terceiros do torneio.