ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Caiu!! José Mourinho não é mais técnico do Real Madrid

Passadas três temporadas, o português deixa o comando da equipe merengue

Por Vladimir da Costa

E as especulações foram desfeitas e o que era praticamente certo, foi confirmado hoje.

O técnico José Mourinho não será mais o técnico do Real Madrid após o fim da temporada. Quem fez tal afirmação foi o presidente do clube, Florentino Pérez, durante entrevista coletiva.

– Eu quero comunicar que chegamos a um acordo para encerrar o contrato. Preferimos por encerrar o contrato com José Mourinho Agradecemos a Mourinho por seu trabalho e desejamos sorte no futuro. Com ele, demos um importante salto competitivo e esportivo – disse Pérez.

A personalidade forte sempre acompanhou o treinador que conseguia arranjar tempo para distração (Foto: Getty)

A saída, segundo o mandatário merengue foi um pedido do português, já que tinha contrato até 2016.

– Mourinho é o treinador que está há mais tempo no cargo entre os 19 clubes da primeira divisão. Não é fácil, especialmente em um clube como o Real Madrid. Ele acredita que o melhor seja deixar o clube. Estou de acordo com as razões que ele me deu.

– Ele devolveu ao Real Madrid o posto que lhe corresponde. Antes levávamos seis anos caindo nas oitavas da Champions, não éramos cabeças de chave… Agora, voltamos a estar entre os melhores, a jogar finais. O problema é que isso é o Real Madrid. Aqui, a cultura é ganhar. Nossa exigência é o que nos faz grandes e não nos confortamos com a segunda colocação no Espanhol, na Copa do Rei e em cair nas semifinais da Champions.

O dirigente reiterou que não pressionou Mourinho a deixar o clube, mas não nega que a tensão gerada pelo técnico também influenciou na decisão, assim como a falta de títulos, já que o Real sempre foi acostumado a títulos, mas nas últimas temporadas ficou na sombra do Barcelona.

Florentino Pérez durante coletiva (Foto: Getty)

– Eu queria que Mourinho tivesse continuado. Mas ele levou a pressão a um extremo que ficou insuportável. No Real Madrid, estamos acostumados e orgulhosos com essa pressão, mas com Mourinho chegou a níveis insuportáveis. Chegar à final da Copa do Rei seria bom para os outros, mas não para nós. Nossa cultura é ganhar e nada mais. Para nossa cultura não é suficiente – disse o presidente que os conflitos internos e a falta de títulos pesaram na decisão.

O italiano Carlo Ancelotti, do Paris Saint-Germain, é o nome mais cotado para assumir o cargo.

Do outro lado, quase toda a imprensa europeia dá como certo o retorno de Mourinho ao Chelsea, clube que treinou entre 2005 e 2007 e é idolatrado.

Mourinho foi confirmado como treinador do Real Madrid no fim de maio de 2010. Com requintes de astro, teve de lidar com a vaidade de alguns atletas e com a pressão de colocar a equipe entre os grandes de europa, que vinha sendo dominado por Barcelona e equipes alemãs. Cristiano Ronaldo e Kaká já faziam parte do elenco, mas a superioridade do rival minaram as chances da equipe se firmar como a maior força espanhola.

Em sua primeira temporada, o Real conseguiu vencer a Copa do Rei, perdendo o Espanhol, a vaga na decisão da Champions e a Supercopa da temporada seguinte para o arquirrival. Em 2011/2012, a equipe conquistou a liga espanhola com folga, mas novamente caiu na Liga dos Campeões diante do Bayern de Munique. Ficando sem nenhum de expressão na atual temporada.