ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Campeões mundiais vencem em seu primeiro jogo de 2013

Titulares jogam bem e com a expulsão de dois jogadores do Mogi Mirim fazem o básico para ganhar de 2 a 1 

Por Luiz Soares

Pela primeira vez em 2013, os jogadores campeões mundiais pelo Corinthians ouviram um apito para um jogo oficial. Foi o que aconteceu ontem (30/01), pela quarta rodada do Paulistão, no Pacaembu, quando enfrentaram o Mogi Mirim. Tudo correu como de costume, estádio com um bom público – mais de 20 mil torcedores, time visitante na retranca e a torcida ainda eufórica com o ano de 2012. Mas, já está na hora de pensar em 2013 e durante o jogo a falta de ritmo dos jogadores foi perceptível. Natural, para um primeiro jogo, por isso o técnico Tite utilizou tudo o que tinha neste campeonato, para chegar ao preparo ideal em algumas rodadas.

Ontem, não estavam em campo apenas o goleiro Cássio, substituído por Danilo Fernandes e o zagueiro Chicão, representado por Gil, setor inclusive que demonstrou mais problemas com a ausência do zagueiro titular. Mas, por enfrentar um adversário que pouco atacou, abusando nas faltas e que teve dois jogadores expulsos, o Corinthians venceu o Mogi Mirim por 2 a 1 sem muita dificuldade e se aproxima dos líderes da competição.
Do lado positivo, o time corintiano, por ter jogadores que jogam há um tempo juntos, mostrou que não terá problemas com entrosamento. Seu estilo também será o mesmo: toque de bola, pressão na zaga adversária, correria de Jorge Henrique e Emerson – que ainda não demonstra ter recuperado a forma da Libertadores do ano passado – e paciência para penetrar retrancas, como a do Mogi Mirim que ficou atrás praticamente nos noventa minutos.

O jogo

O time do interior teve seu gol marcado da única jogada em um contra ataque que contou com a ajuda do bandeira, que não marcou impedimento do meia Carlos Alberto. Henrique recebeu o cruzamento e marcou aos 9 minutos do primeiro tempo. Com o gol, o Mogi Mirim deu sinais que começaria a jogar, mas logo o Corinthians tomou conta do jogo novamente sem dar grandes chances para os visitantes. Apenas aos 17 minutos, que o time paulista teve uma verdadeira chance. Daí pra frente o alvinegro partiu para o ataque e teve várias chances de gol, mas as finalizações não ajudaram.

Emerson foi um dos destaques da partida diante do Mogi Mirim no Pacaembu (Foto: Eduardo Viana)

Os destaques do jogo foram Jorge Henrique e Guerrero, que já deixaram claro para Tite que não darão brechas para serem substituídos por algum reforço do time, Renato Augusto ou Pato. Emerson Sheik jogou bem, mas demorou um pouco para entrar de fato. Apenas conseguiu isso quando trocou de lado com Jorge Henrique, no primeiro tempo, o que ocasionou o gol do time mandante. Aos 43 minutos, logo após a expulsão do meia Roni, que deu carrinho em Ralf, Emerson foi até a ponta direita e cruzou rasteiro para Jorge Henrique empatar o jogo. Além de estar sem ritmo, Sheik demonstrou que ainda não é o mesmo que na Libertadores de 2012. Apesar do time ter sido campeão do Mundial, alguns acreditam que o atacante não teve o destaque esperado antes da competição. Mas, ainda está com créditos com a torcida. Quem também apareceu pouco no jogo foi Danilo, o mais cansado entre os titulares.

Esses jogadores podem começar a se preocupar com suas sombras de 2013. Danilo, já viu a sua. No segundo tempo, após a virada, o técnico Tite o substituiu por Renato Augusto, que jogou bem, mas já com um jogo morno, pouco fez. Já uma possível sombra de Emerson, o atacante Pato, estava nas tribunas do estádio. Possível, pois a substituição natural seria no lugar de Guerrero. Como Tite sempre fala em seus discursos que prioriza aquele que está melhor, talvez possa pensar em utilizar Pato aberto em uma das pontas, como joga Sheik.

Fabio Santos é abraçado por seus companheiros depois de fazer o gol da vitória ( Foto: Eduardo Viana)

No segundo tempo o jogo quase parou. Conseguindo a virada logo aos 6 minutos, com pênalti batido por Fabio Santos após Jorge Henrique ser derrubado na área. Daí em diante o que se viu foi apenas toque de bola, poucas chances ou até vontade de esticar o placar. Ainda mais após a expulsão de outro jogador do Mogi Mirim. Val, que deu carrinho em Fabio Santos e recebeu seu segundo cartão amarelo.

Dessa forma, Tite decidiu fazer alguns testes, dando dicas do que pode fazer com o time em 2013. Além da entrada de Renato Augusto, Romarinho entrou no lugar de Jorge Henrique, já Douglas, no de Emerson. No próximo domingo (03/02) pela quinta rodada do campeonato, a expectativa é a estreia do atacante Pato, que tem se esforçado no ritmo de treinamentos. Em alguns dias tem treinado em dois turnos para poder estrear em boa forma. Neste dia, o Corinthians enfrentará o Oeste de Itápolis, às 17h, também no Pacaembu.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2 X 1 MOGI MIRIM

Local: Estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), São Paulo

Data: 30 de janeiro de 2013 (quarta-feira)

Horário: 22 horas (horário de Brasília)

Árbitro: José Cláudio Rocha Filho

Assistentes: Gustavo Rodrigues de Oliveira e Edson Rodrigues dos Santos

Cartões amarelos: Jorge Henrique (Corinthians); Piauí (Mogi Mirim); Henrique (Mogi Mirim); Roniery (Mogi Mirim); 2 de Roni e Val (Mogi Mirim).
Cartões vermelhos: Roni e Val (Mogi Mirim)

Gols:

MOGI MIRIM: Henrique, aos 9 minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: Jorge Henrique, aos 43 minutos do primeiro tempo e Fabio Santos, aos 6 minutos do segundo tempo.

CORINTHIANS: Danilo Fernandes; Alessandro, Gil, Paulo André e Fabio Santos; Ralf e Paulinho; Emerson (Douglas), Danilo (Renato Augusto) e Jorge Henrique (Romarinho); Guerrero. Técnico: Tite

MOGI MIRIM: Daniel; Roniery (Wagninho), Tiago Alves, Lucas Fonseca, Piauí; Magal, Val, Wagner (João Paulo); Carlos Alberto e Roni; Henrique (Wesley Ladeira). Técnico: Dado Cavalcanti.