ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Chelsea vence e Lampard faz história

Frank Lampard faz dois gols contra o Aston Villa e se torna o maior artilheiro do clube

Por Vladimir da Costa

Faltando duas rodadas para acabar a Premier League, já com o campeão definido, algumas partidas ainda conseguem transmitir a emoção daqueles jogos que vão demorar para sair da cabeça dos torcedores. Na partida deste sábado entre Aston Villa e Chelsea, o primeiro querendo se livrar de uma vez por todas da degola e o segundo querendo garantir a vaga direta para a próxima Liga do Campeões, foi uma desses jogos especiais, ao menos para o lado vencedor.

E mais importante e especial para um jogador em questão, o meia Frank Lampard tornou-se o maior artilheiro da história do clube londrino, balançando as redes 203 vezes.

Lampard comemora gol na partida contra o Aston Villa. A vitória praticamente definiu a vaga para a Liga dos campeões (Foto: AFP)

Ao marcar duas vezes na vitória por 2 a 1 sobre os Villains, fora de casa, de virada, na 37ª rodada do Campeonato Inglês, Lampard superou a marca de Bobby Trambling, atacante que defendeu o Chelsea entre 1959 e 1970 e anotou 202 vezes. O eterno camisa 8 ainda terá duas partidas para aumentar a vantagem: a final da Liga Europa, contra o Benfica, na próxima quarta-feira, e o duelo com o Everton, daqui a uma semana, na última rodada do Campeonato Inglês.

Os Blues saíram perdendo e depois que Ramires foi expulso, as coisas pareciam perdidas, mas com os dois gols do meia, o Chelsea chegou a 72 pontos, aumentando para cinco pontos a vantagem para o Arsenal que joga na terça.

O jogo

Atuando em casa com a presença maçante de mais de 40 torcedores apaixonados, Aston Villa começou a partida em cima do Chelsea, que parecia se poupar, pensando no duelo com o Benfica. E a pressão deu logo resultado. Aos 14 minutos, Benteke arrancou sozinho pelo meio, passou fácil por Cahill e tocou no canto direito de Cech, que nada pode fazer.

Frank Lampard é abraçado por seus companheiros (Foto: AFP)

Mesmo em desvantagem, os Blues seguiram sonolentos. Trocavam passes na intermediária o que facilitava a vida dos donos da casa que pareciam ter o domínio do jogo. A única chance de perigo do Chelsea veio na bola parada com Lampard.

Para piorar a situação do Chelsea, aos 44 minutos, Ramires levou o segundo cartão amarelo deixando os Blues com 10.

Na volta do intervalo, motivado pela vitória parcial e por ter um homem a mais o Aston Villa foi pra cima nos primeiros minutos da etapa complementar, Agbonlahor avançou pela esquerda e chutou de canhota, mas mandou para fora. Depois, Weimann recebeu pela direita, mas errou na hora da conclusão.

Até que aos 12 minutos, o Chelsea pareceu acordar na partida, o atacante Benteke, foi expulso. Três minutos o camisa 8 recebeu na entrada da área, passou pelo marcador e bateu cruzado, de canhota, sem chance para Guzan. Era o empate dos Blues.

Com a igualdade numérica e com o gol de empate, o Villa perdeu sua força. O Chelsea, por sua vez, passou a controlar o meio campo e começou a chegar mais vezes ao ataque, apesar de finalizar pouco a gol. As melhores chances ainda eram da bola parada. Após cobrança de escanteio, Cahill, finalizou dentro da área. Sylla tirou em cima da linha, e no rebote, Demba Ba dividiu com Westwood, que afastou o perigo. O lance foi muito rápido, porém, as imagens da televisão, mostraram que a bola havia entrado.

Peter Cech carrega Fank Lampard. O camisa 8 se tornou o maior artilheiro do clube (Foto: REUTERS)

O jogo parecia seguir para o empate, porém, aos 43 minutos, Hazard tabelou pela esquerda, invadiu a área e cruzou rasteiro, Frank Lampard, na pequena área, empurrou a bola para o fundo das redes, garantindo a vitória e colocando o Chelsea direto na fase de grupos da próxima Champions League.