ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Chicharito faz dois e México bate o Japão

México se despede da Copa das Confederações com vitória sobre a boa seleção Japonesa

Por Vladimir da Costa

Já eliminados da competição, Japão e México fizeram uma partida bem movimentada no Mineirão, em Belo Horizonte. Com duas derrotas, as duas equipes demonstraram vontade durante todo o jogo e estavam dispostos a deixar o Brasil com ao menos uma vitória.

Depois da última rodada e da bela apresentação que fez contra a Itália, o Japão certamente levaria uma vantagem sobre o México, mas não contava com uma tarde inspirada de Chicharito Hernandez, O jogador do Manchester United, perdeu um pênalti no final da partida, mas fez os dois gols e foi decisivo na vitória por 2 a 1 sobre o Japão, neste domingo, no Mineirão.

Chicharito é abraçado por seus companheiros depois de fazer seu segundo gol na viória Mexicana sobre o Japão  (Foto: AP Photo/Eugenio Savio)

Chicharito é abraçado por seus companheiros depois de fazer seu segundo gol na partida (Foto: AP Photo/Eugenio Savio)

A partida

Embalado pela boa atuação contra a Itália, os orientais começaram a partida no ataque com boa velocidade e troca de passes, que envolvia o time mexicano. O Japão dominou o começo do jogo, mais organizado tinha bom volume de jogo, apesar de não levar muito perigo ao gol adversário.

Com muita obediência tática e bom posicionamento na defesa, os japoneses dificultavam  a chegada do México que forçava as jogadas pelo meio.

Aos nove minutos, veio o primeiro lance de perigo, Okazaki chutou cruzado no canto direito, a bola desviou em Maeda e o árbitro marcou impedimento.

O jogo seguiu com o Japão melhor, mas sem muita criatividade ofensiva. Os orientais não conseguiam criar bons lances de ataque e com isso o México foi aparecendo no jogo, mesmo com muitas deficiências em campo, foi o time mexicano que teve a melhor chance da primeira etapa.

Honda e Endo reclamam jogaram abaixo das expectativas e não conseguiram ajudar sua seleção Ueslei MarcelinoReuters

Honda e Endo reclamam jogaram abaixo das expectativas e não conseguiram ajudar sua seleção (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)

Aos 39 minutos, Nilo, cruzou no meio da área para Guardado, livre de marcação, acertou a trave. O lance serviu para acordar o México que melhorou na partida. E assim como na partida contra a Itália, o Japão parece sentir os minutos finais, o time parou de jogar e viu o México crescer na partida.

O México voltou para a segunda etapa melhor, buscando as jogadas pelas pontas e bolas cruzadas na área, eram o ponto forte dos mexicanos. Aos sete minutos, Jimenez cabeceou firme no canto direito alto. Kawashima fez grande defesa, mas no minuto seguinte, não teve jeito.

Chicarito Hernandez, de cabeça abriu o placar. Guardado subiu pela esquerda e cruzou na medida para o jogador do Manchester United fazer o primeiro gol da partida.

O Japão tentou se recuperar após o gol, voltando a trocar passes, mas era o México quem criava as principais jogadas. Giovani dos Santos mandou um canudo no canto esquerdo baixo de Kawashima que novamente fez a defesa providencial.

javier Hernandez cabeceia para abrir o placar contra o Japão AP Photo Bruno Magalhaes

Javier Hernandez cabeceia para abrir o placar contra o Japão (Foto: AP Photo/Bruno Magalhaes)

Aos 20 minutos, Giovani dos Santo cobrou escanteio no meio da área para Chicharito Hernandez ampliar o marcador.

O Japão rapidamente se recompôs do golpe e passou a controlar a partida, com bom toque de bola, foi pra cima do México. Nakamura, cobrou escanteio no meio da área para Okazaki. Ele resvalou na bola com a perna direita e quase diminuiu o placar.

O gol do Japão só veio aos 40 minutos. Endo, cruzou na medida para Okazaki finalizar firme sem chances para Ochoa e fazer um belo gol para os japoneses, que a exemplo da última partida, contava com apoio da imensa maioria no estádio.

Jogo ficou emocionante nos minutos finais com correria dos dois lados. Aos 45 minutos, um lance incrível. Pênalti para o México e Chicharito foi para a bola. já O camisa 14 bateu no canto direito baixo e Kawashima que defendeu mas a bola ficou viva na pequena área, o mesmo Chicharito emendou uma paulada que explodiu no travessão, mesmo com o goleiro batido no lance.

O México ganhou um pouco de esperança para as Eliminatórias em que ocupa a terceira colocação atrás de Costa Rica e Estados Unidos.  Esta é apenas a segunda vitória mexicana no ano em 12 jogos.

Apesar de sair da Copa das Confederações sem fazer um ponto sequer, o Japão mostrou que seu futebol está em evolução e mostrou que dará trabalho no ano que vem para qualquer que seja o adversário.