ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Cícero da vitória ao Peixe no fim do jogo e Damião desencanta.

Nos acréscimos meia fez o gol que salvou o Santos na Vila Belmiro.

Por Paulo Edson Delazari
Leandro Damião, marca seu 1º gol com a camisa do Santos. (Foto: Uol)

Leandro Damião, marca seu 1º gol com a camisa do Santos. (Foto: Uol)

Jogando na Vila Belmiro na noite de quinta para um público de 4.553 espectadores, o Santos recebeu o lanterna Atlético Socorocaba e com muita dificuldade encontrou a vitória nos acréscimos do segundo tempo com gol de Cícero, vencendo por 2 a 1. O outro gol foi marcado por Leandro Damião que desencantou e fez o seu primeiro gol com a camisa do alvinegro.

No entanto, o Santos teve que recorrer a Cícero mais uma vez para não tropeçar em casa. O volante marcou de cabeça no último minuto de jogo e fez seu quarto gol na temporada. O camisa 8 assumiu a artilharia do time, com quatro gols, ao lado de Gabriel Barbosa. Em 2013, ele foi o goleador máximo do Santos, com 24 gols.

Com a vitória o Santos manteve a liderança do grupo C com 22 pontos e agora encara o São Paulo no Morumbi no próximo domingo no Morumbi às 16h.

O jogo

Após cruzamento de Cicinho no primeiro minuto do segundo tempo, Geuvânio tentou finalizar, mas chutou mascado e a bola sobrou para Leandro Damião, que na pequena área, marcou de cabeça o gol do Santos.

A festa de Damião, que foi bastante abraçado pelos companheiros após quebrar o jejum, quase foi estragada pelo frágil adversário, pois o Santos cedeu o empate e quase sofreu a virada no segundo tempo. Danilo Alves empatou o jogo aos 25 minutos da etapa final. Dois minutos depois, o Atlético Sorocaba perdeu uma grande oportunidade. Ivan driblou Aranha e finalizou na rede do lado de fora.

A goleada esperada pelos torcedores não ocorreu. Como o Atlético Sorocaba, lanterna do Grupo A, com apenas cinco pontos, sofreu 17 gols em oito jogos, média de dois gols por partida, e o Santos aplicou duas goleadas por 5 a 1 na Vila Belmiro – diante de Corinthians e Botafogo-SP, a torcida santista tinha motivos de sobrar para acreditar em uma noite de muitos gols.

O Santos não impôs um ritmo frenético para cima do Atlético Sorocaba, um dos lanternas da competição. No entanto, a equipe santista teve boas oportunidades de gol, principalmente em cruzamentos na área. A primeira delas surgiu com o zagueiro Jubal, que cabeceou para o chão e obrigou o goleiro Deola a fazer uma grande defesa.

Leandrinho também assustou em chute de fora da área, mas foi Thiago Ribeiro que desperdiçou o “gol mais feito” do jogo. Após tabela com Geuvânio, o camisa 11 ficou na frente do goleiro, sem marcação, mas finalizou rasteiro para fora.

Cícero ainda teve duas boas oportunidades de cabeça. Na primeira, aos 35 minutos, ele parou em uma linda defesa de Deola, que espalmou para escanteio. Oito minutos depois, o volante cabeceou novamente para boa defesa do ex-goleiro do Palmeiras.

No segundo tempo, o Santos melhorou ofensivamente com a alteração feita por Oswaldo de Oliveira no intervalo. O treinador sacou Leandrinho para a entrada de Gabriel Barbosa, o Gabigol, e deixou a equipe mais ofensiva. Além do gol de Damião no primeiro minuto, o time da Vila Belmiro teve outras oportunidades, inclusive, com a participação de Gabriel.

No entanto, em uma falha da defesa, Danilo Alves invadiu a área, driblou o marcador e chutou para o gol, a bola desviou na defesa e encobriu o goleiro Aranha antes de balançar das redes. O time do Interior quase virou o jogo dois minutos depois. Ivan driblou Aranha e chutou pela rede do lado de fora. Se não bastasse, o Santos venceu com o gol de Cícero no final, após vacilo geral da defesa Atléticana..