ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Com gol polêmico Corinthians vence São Paulo.

Jogando pela 16ª rodada do paulista Corinthians vai ao Morumbi e vence São Paulo com gol polêmico.

Por Paulo Edson Delazari

Lace em que Rogério Ceni é solado por Pato e o Juiz Bizzio vê pênalti. (Foto: Gazeta Press)

Após duas derrotas no brasileiro de 2012 para o São Paulo, Corinthians vai ao Morumbi e ganha com gol polêmico na 16ª rodada do Paulistão por 2 a 1.

 Tinha tudo para ser um jogaço, logo aos 4 minutos Jadson abriu o placar para o São Paulo em boa jogada do ataque tricolor, já no finalzinho do primeiro tempo Danilo empatou um golaço na gaveta, isso se não fosse a péssima arbitragem de Leandro Bizzio, o condutor da partida tentou manter o jogo sobre o seu domínio marcando faltas a todo momento, muitas delas inexistentes e para selar sua tarde marcou um pênalti a mais de 40 metros de distância num lance polêmico em que pato tira a bola de Rogério Ceni com uma solada, após recuo de Toloi. A bola saiu para linha de fundo, mas o arbitro preferiu ver pênalti de Rogério Ceni.

 Após reclamações generalizadas por parte dos jogadores do São Paulo, enquanto Rogério Ceni era atendido e cinco minutos de espera, o pênalti pode ser batido por Pato que converteu, dando a vitória para o Corinthians.

Na saída de campo Ganso não poupou a arbitragem.

“Não preciso nem comentar nada… Quem decidiu o jogo foi o árbitro, ele deu a vitória ao Corinthians. Foi tudo errado”, disparou o meia à “Rádio Globo”, inconformado, principalmente, com o pênalti anotado após chute de Rogério Ceni em Alexandre Pato aos 31 minutos da etapa final.

“Nosso time vinha jogando bem, estava com domínio, mas o juiz foi fundamental. Isso não pode acontecer. Ele errou no pênalti. Não foi nada”, seguiu Ganso.  

O jogo  

 

Luis Fabiano inconformado com arbitragem de Leandro Bizzio. (Foto: Uol)

O São Paulo saiu na frente em bela jogada pela esquerda logo aos quatro minutos de jogo. Osvaldo tomou a bola de Alessandro e saiu em disparada pela lateral, fintou Gil e tocou para o meio da área, Jadson dominou, passou por Fábio Santos e bateu com categoria no canto oposto de Cássio.

O time da casa teve chance de fazer 2 a 0 com os atores do jogo invertidos aos 19 minutos. Desta vez Jadson encontrou Osvaldo livre no canto esquerdo da área. O atacante bateu de primeira com categoria e a bola passou próxima ao travessão.

Logo na sequência Guerrero rolou bola para Romarinho na pequena área, e Rogério chegou antes com os pés para evitar o empate. Um dos raros lances de perigo do Corinthians, cujos atacantes Romarinho e Emerson não acompanhavam o ritmo de Guerrero. Na defesa o time de Tite também não ia bem e dava muitos espaços.

Mas Danilo, até então apagado na partida, empatou jogo para o Corinthians com um golaço. O meia recebeu lançamento de Emerson e carregou a bola da esquerda até a entrada da área e acertou o ângulo de Rogério Ceni.

No segundo tempo o Corinthians abdicou de tomar as ações ofensivas no jogo, enquanto o São Paulo mantinha a posse de bola, mas não a transformava em chances em gol.

Aos 31 minutos Rafael Tolói recuou bola ‘na fogueira’ para Rogério, e Alexandre Pato, colocado em campo na segunda etapa, chegou solando o goleiro são-paulino que chutou o pé do corintiano, após a solada do atacante corinthiano, o arbitro viu pênalti.

Na cobrança, Pato tomou pouca distância, mas deslocou Rogério caiu para o canto direito. O atacante alvinegro colocou a bola no lado oposto e fez o gol de definiria o placar no Morumbi.