ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Com Lucas de Volta, São Paulo Atropela a Ponte

São Paulo volta a jogar bem e vence a Macaca no Morumbi

 Por Vladimir da Costa

São Paulo e Ponte Preta entraram em campo neste sábado a noite no Morumbi com a obrigação de vencer. As duas equipes passam por um momento de instabilidade na competição. A Macaca vinha de duas derrotas seguidas e o Tricolor de três.

Mas o Tricolor tinha um trunfo para o jogo desta noite. Lucas. Depois de ficar de fora por 10 partidas, o atacante estava inspirado e foi difícil segurar o impeto do jogador. Ele fez um primeiro tempo impecável e o time teve um domínio pleno no segundo, que criou as melhores chances de gol, teve o controle da partida e acabou vencendo a Ponte Preta por 3×0 dentro de casa, espantando a má fase.

A Partida

Rogério Ceni é abraçado por seus companheiros depois de fazer o primeiro gol da partida ( Dorival Rosa/VIPCOMM)

A partida começou morna no estádio do Morumbi, talvez pelo horário, ou por não querer ser surpreendido logo no inicio do jogo, ambos os times estavam cautelosos. A primeira chance de gol foi da equipe do Morumbi, veio depois de uma cobrança de falta pela direita, com Jadson, Paulo Miranda cabeceou rente a trave de Edson Bastos, aos oito minutos.
Com a volta de Lucas ao time, o São Paulo forçava suas jogadas de ataque pela direita, mas quase todas as jogadas eram paradas com faltas.

Em uma delas, Jadson cruzou e Roger colocou a mão na bola dentro da área. Pênalti e cartão amarelo para o capitão da Macaca. Na cobrança, Rogério Ceni fez seu primeiro gol no campeonato Brasileiro e o 105º gol na carreira.

Depois do gol, a partida ganhou em velocidade, a Ponte acelerou mais seu rítmo, mas de forma desorganizada, parecendo estar perdida dentro de campo, errando muitos passes e fazendo muitas faltas o que freava qualquer chance de empatar o jogo.

Em um dos passes errados no meio campo, o São Paulo acertou boa troca de bola , até que a bola chegou nos pés de Lucas, que a dominou na meia lua da grande área, já preparando para o arremate e ele veio com perfeição, um chute forte, no canto do gol, sem chances para Edson Bastos.

Com a vantagem no placar, o São Paulo, mais tranquilo, passou a dominar o meio-campo, Rogério Ceni, apesar de pouco participar efetivamente no gol Tricolor, continuava a falar muito com os jogadores dentro de campo, corrigindo posicionamento dos homens de defesa e pedindo atenção.

O primeiro tempo terminou com amplo domínio Tricolor, que criou mais e foi preciso quando teve a chance de definir as jogadas.

Lucas

Lucas comemora seu gol contra a Ponte no Morumbi (Dorival Rosa/VIPCOMM)

Muito a vontade, Lucas era o jogador mais acionado dentro de campo e o que mais sofria faltas. Demonstrando muita disposição em todas as jogadas, o jogador era constantemente aplaudido pela torcida que reconhecia sua gana de vestir a camisa Tricolor. Há quem pensava que o jogador podia tirar o pé, por já estar negociado, mas essa teoria caia por terra cada vez que o atacante pegava na bola. Com muita velocidade, o camisa 7 Tricolor mostrou que tem muita lenha pra queimar nos meses  que lhe restam de São Paulo.

O jogador correu o primeiro tempo todo, buscando as jogadas de ataque, partindo pra cima dos adversários, sempre em direção ao gol. Foi substituído por Osvaldo aos 15 minutos do segundo tempo, aplaudido pelos torcedores que estavam no estádio.

Segundo tempo

Na segunda etapa, o jogo caiu em qualidade e emoção. A vantagem no placar fez com que o São Paulo tocasse mais a bola, cadenciando o jogo, esperando a Ponte avançar na marcação para tentar pegar a defesa da Macaca desprevenida.

Com o resultado nas mãos restava a Macaca atacar, mas a falta de qualidade e erros de passe não permitiam que a bola chegasse com perigo ao gol de Rogério.

Com o placar praticamente definido, Ney Franco resolveu mexer no time, já pensando na partida contra o Corinthians. Na sua segunda mudança, tirou Denílson e colocou João Schmitt e depois que Cortez tomou cartão amarelo e está suspenso para a próxima rodada, o técnico Tricolor tirou o lateral e colocou Cícero em seu lugar.

Com as mudanças, o São Paulo retomou o bom futebol do primeiro tempo e começava a acelerar as jogadas de ataque. Em uma delas, em boa troca de passes, Maicon deixou Osvaldo na cara do gol, mas Edson Bastos fez bela defesa e salvou a Ponte.

Minutos depois, Paulo Miranda aparece no ataque e quase marca um golaço. O zagueiro completou o cruzamento de Osvaldo de letra, mas o goleiro da Macaca salvou o terceiro gol Tricolor.

E de tanto apertar o gol saiu. Osvaldo pegou a bola no meio de campo em velocidade e partiu para cima dos marcadores. Passou por três deles na base da força, da qualidade e chutou da entrada da área, no ângulo de Edson Bastos. Um golaço! O terceiro do Tricolor no Morumbi para definir o placar.

E a partida terminou com vitória tricolor, depois de três tropeços seguidos, o São Paulo voltou a vencer no Brasileiro. Agora, a equipe do Morumbi subiu para a sexta colocação, com 28 pontos. Já a Ponte, que chegou a sua terceira derrota seguida permanece com os mesmos 20 pontos, na 13º colocação. Para o próximo final de semana, na última rodada do primeiro turno, o São Paulo terá o clássico contra o Corinthians no Pacaembu, pelo brasileiro, mas antes o Tricolor pega o Bahia, na quarta-feira, pela Sulamericana, também em casa. Já a Ponte Preta recebe a Portuguesa, no Moisés Lucarelli, também no próximo domingo.