ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Com show de Neymar, Santos goleia o Cruzeiro

Atacante fez três gols e deu uma assistência, sendo aplaudido pela torcida rival.

Por Renato Melo

Neymar marcou dois gols e deu uma assistência na vitória contra o Cruzeiro (Foto: Gil Leonardi / Lancenet)

Quem assistiu ao jogo de Santos e Cruzeiros, no estádio Independência, em Belo Horizonte, viu uma exibição de gala do melhor jogador brasileiro em atividade que vem se superando a cada partida.

Neymar só não fez chover na partida de hoje, o craque fez três gols e deu uma bela assistência para mais um, sendo aplaudido e ovacionado pela torcida cruzeirense, estragando a volta da Raposa a capital mineira.

O time da Vila Belmiro envolveu totalmente o time do Cruzeiro durante todo o jogo e saiu com uma merecida vitória por 4 a 0. Com o resultado, o Santos subiu do decimo primeiro lugar para a nona colocação com 46 pontos, invertendo a posição com o próprio Cruzeiro que ficou com 43 e agora briga apenas por uma vaga na Sul-Americana.

PRIMEIRO TEMPO

Com os dois times não tendo mais chances no campeonato, o jogo ficou com cara de amistoso, mais os dois times jogaram com muita disposição, começando o jogo a todo vapor. O Cruzeiro foi quem começou em cima, mais como não finalizava, apenas ficou pressionando o Peixe no campo de defesa.

Não demorou muito para o Santos responder, na primeira chance que teve, aos 11 minutos, Neymar fez o primeiro gol santista, após bela jogada do volante Arouca.

Com o gol, o Peixe usando o contra-ataque quase fez o segundo, novamente com Neymar, aos 16 minutos. Com o time da Raposa perdido em campo, o Santos tomou conta da partida e aos 35 minutos, o craque santista guardou mais uma bola nas redes do goleiro Fabio, numa falha gritante da zaga cruzeirense, fazendo 2 a 0, para o desespero do técnico Celso Roth, muito hostilizado pela torcida mineira.

SEGUNDO TEMPO

Neymar comemora um dos três gols que marcou contra o Cruzeiro (Foto: Pedro Vilela / Futura Press)

Na etapa final, nada mudou. Totalmente perdido em campo, o Cruzeiro deixava o atacante Neymar sem marcação e numa noite inspiradíssima, aos 7 minutos, a joia santista chapelou o zagueiro cruzeirense e tocou na medida para o meia Felipe Anderson tocar com o gol vazio, 3 a 0.

Com o jogo ganho, o time da Vila Belmiro diminuiu o ritmo e apenas administrou os ataques improdutivos da equipe mineira, mais aos 34 minutos, o atacante Anselmo Ramon mandou uma bola no travessão do goleiro Rafael, logo depois, em outro lance, o centroavante cruzeirense chegou a fazer um gol, mais foi invalidado pelo arbitro da partida, que não viu Galhardo tirar a bola de dentro do gol.

Com gritos de olé da torcida adversária, o time santista ainda fez mais um, numa bela troca de passes entre MIralles e Henrique, o atacante argentino cruza para Neymar que livre, faz o quarto gol da equipe santista e o terceiro dele no jogo, finalizando o placar de 4 a 0 para o Santos.

Já é o 41 º  gol na temporada, 122 pelo Santos e 155 na carreira, mostrando que esse garoto vai longe.

ENTREVISTA

Neymar

 “Dia histórico, dá vontade de chorar com o que a torcida do Cruzeiro fez comigo, os aplausos, é um dia marcante, agradeço a todos, hoje estou muito emocionado. Sensação maravilhosa de ver um torcedor do outro time me pedir autógrafo é o que dá alegria para jogar futebol. São coisas que vou levar para o resto da minha vida. Sempre falei que independemente da rivalidade, o carinho é o que é gostoso no futebol. A torcida do Cruzeiro mostrou que tem respeito por outros jogadores. Foi muito legal.”.

 

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 0 X 4 SANTOS

Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data/Horário: 3/11/2012, às 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Marrubson Melo Freitas (DF) e Luiz Antonio Muniz de Oliveira (RJ)
Renda/Público: R$571.430 / 16.331 pagantes
Cartões Amarelos: Rafael Donato, Ceará, Charles, William Magrão, Montillo (CRU); André, Juan, Miralles (SAN)
Cartão Vermelho: não houve
Gols: Neymar, aos 11’/1ºT (0-1); Neymar, aos 36’/1ºT (0-2); Felipe Anderson, aos 7’/2ºT (0-3); Neymar, aos 36’/2ºT (0-4)

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Rafael Donato (Willian Magrão – 11’/2ºT), Mateus e Everton; Leandro Guerreiro, Charles, Sandro Silva (Fabinho – intervalo) e Montillo; Martinuccio (Wellington Paulista – 16’/2ºT) e Anselmo Ramon. Técnico: Celso Roth.

SANTOS: Rafael; Galhardo, Bruno Rodrigo, Durval e Juan (Gerson Magrão – 40’/2ºT) ; Adriano, Henrique, Arouca e Felipe Anderson; Neymar e André (Miralles – 28’/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho.