ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians: 103 anos com Libertadores, Mundial e agora Estádio!

No Padrão Fifa, Corinthians faz a tão esperada estreia em sua Arena.

Por Vladimir da Costa

Podem chamar do nome que quiser; Arena Itaquera, São Paulo ou Corinthians o fato é que o estádio é muito maior que o nome que terá. Independente da empresa que pagará para colocar seu nome na arena, ele é e continuará sendo um estádio particular, que a partir de logo mais, receberá um dos únicos gigantes que não tinham estádio. Não tinham, pois agora passará a ter e, diga-se de passagem, um dos mais modernos do país. Faltam detalhes, pouco ou muitos eles só servem pra dizer que o cuidado com a segurança, conforto e tecnologia são enormes para todo o investimento e dedicação tenha valido a pena.

Corinthians fará sua estreia em sua casa, logo mais diante do Figueirense. (Foto: Divulgação)

Corinthians fará sua estreia em sua casa, logo mais diante do Figueirense. (Foto: Divulgação)

Pouco importa o que os rivais irão dizer, se o Morumbi cabem mais pessoas, a Arena Palestra, ainda em construção é melhor localizado. O fato é que em pouco mais de dois anos, todos os motivos de chacotas e zoações perderam o sentido. O time sem libertadores já é bicampeão do mundo. O time da marginal sem número irá abrigar uma torcida apaixonada com muito conforto e a poucos metros do metro. Dor de cabeça nenhuma para voltar para a casa em dias de jogos do meio de semana. Discussões a parte em relação a custo, dinheiro público, atrasos e o “legado” da copa deixado para a cidade, pode-se dizer que, para quase  30 milhões de torcedores e cidadãos, o legado já é realidade.

Se a estreia da copa do mundo só acontecerá no mês que vem, para os 40 mil felizardos que estarão na Arena Corinthians logo mais, o jogo mais importante do estádio é hoje, contra o Figueirense, às 16h. Sabe-se que faltam “muitos detalhes” até a estreia no mundial, principalmente no entorno, mas dentro, onde importa no campo de jogo e nas arquibancadas, estará tudo na mais perfeita harmonia.

O futebol apresentado pelo timão não vem sendo dos mais empolgantes, mas para muitos corinthianos, o resultado é o que menos importa. É bem provável que as câmeras fotográficas e filmadoras focalizam mais a bela estrutura do estádio, as cabines, tribunas de honra do que propriamente o que acontece dentro de campo.

Foram mais de 100 anos de espera, com o eterno Pacaembu servindo fielmente como palco de felicidade para a torcida, que agora terá uma casa de primeiro mundo para vibrar e contar até o jogo acabar.

Detalhe do banheiro da Arena Corinthians

Detalhe interno do banheiro da Arena Corinthians. Parece mais um shopping. (Foto: Divulgação

Felicidade e ansiedade também sentida pelos jogadores.. “O torcedor sempre esperou por isso (jogo na Arena), apesar de que o Pacaembu sempre foi também a casa do Corinthians. Mas é diferente, agora temos a nossa casa e poder participar desta festa me deixa muito feliz”, disse o volante Petros.

Para a festa de inauguração, o Corinthians pode ir com uma alteração em relação ao time que estava jogando nas últimas partidas. Depois de marcar um gol e, até mais importante, conseguir se movimentar bem no amistoso contra o Atlético-PR, Renato Augusto entrou na briga pela vaga de Petros no meio de campo.

O único convidado para a cerimônia que não quer saber de festa é o Figueirense. Lanterna do Campeonato Brasileiro, o time catarinense vai a Itaquera para tentar frustrar os planos alvinegros. Sem nenhum ponto conquistado em quatro jogos, os visitantes devem apostar no jogo defensivo para segurar o anfitrião.

Portando, dos 103 anos de espera por um estádio, das alegrias que o clube teve na fazendinha, no Morumbi, Maracanã e, principalmente, Pacaembu, o Sport Club Corinthians Paulista inicia hoje mais um capitulo de sua história. Uma “simbólica” estreia. Depois será “emprestado” para que gringos e torcedores do país inteiro possam apreciar durante um mês o estádio que ainda não tem nome oficial, mas tem dono. É da fiel e do Corinthians.