ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians afunda o Bahia e segue na briga pela Libertadores

Timão leva susto, mas conta com assistências de goleiro e veterano para manter o sonho vivo

Por Anderson Marinho
Malcom abriu o placar na Fonte Nova. Foto: Felipe Oliveira / Getty Images

Malcom abriu o placar na Fonte Nova. Foto: Felipe Oliveira / Getty Images

O Corinthians foi à Salvador encarar o Bahia, na Arena Fonte Nova, em partida válida pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014 e conquistou um triunfo importante na luta por uma vaga para Libertadores da América, vencendo por 2 a 1,com gols marcados por Malcom e Renato Augusto,  em duelo muito movimentado na capital baiana. O artilheiro Kieza descontou, mas não evitou mais uma derrota do tricolor da boa terra.

Com o resultado o timão chegou aos 60 pontos e ocupa provisoriamente a quinta colocação na tabela de classificação, com a mesma pontuação de Grêmio e Internacional, atrás dos adversários apenas pelos critérios de desempate.  Caso o Atlético-MG vença o Figueirense logo mais chegará à mesma pontuação e o alvinegro paulista pode perder mais uma posição.

Já o Bahia permanece na zona de rebaixamento, em 19º lugar, com 31 pontos ganhos, a frente apenas do lanterna Criciúma, e a cinco pontos da Chapecoense, primeiro time acima do Z-4. Caso a Chapecoense vença o Vitória no complemento da rodada a diferença pode subir para seis pontos em relação ao Coritiba que será o primeiro time acima da zona da degola com 37 pontos.

O jogo

Precisando da vitória para escapar do rebaixamento o Bahia, comandado pelo técnico interino Charles, entrou em campo no 4-5-1, bem compacto, ocupando o meio de campo, e com a marcação adiantada para tentar surpreender o timão e construir o resultado.

Malcom o Cássio comemoram primeiro gol do timão. Foto: Felipe Oliveira / Getty Images

Malcom o Cássio comemoram primeiro gol do timão. Foto: Felipe Oliveira / Getty Images

A blitz tricolor quase surtiu efeito logo aos cinco minutos de jogo, em cobrança de falta, Galhardo fez o levantamento e Kieza subiu livre para desviar de cabeça e balançar as redes, mas a arbitragem assinalou corretamente um impedimento do atacante.

Os donos da casa seguiram pressionando e o Corinthians pouco criou nos primeiros 15 minutos de jogo, com muitas dificuldades para escapar da marcação.

Aos 24 minutos, após mais uma bola alçada por Galhardo, Cássio saiu bem da meta corintiana para encaixar a bola e acertar um lançamento preciso para o garoto Malcom. O camisa 21 aproveitou a assistência do arqueiro e o buraco deixado pela zaga baiana para invadir a área e chutar na saída de Marcelo Lomba para abrir o placar.

O Bahia seguiu pressionando no restante da etapa inicial, mas com Kieza isolado no ataque o tricolor encontrava dificuldades para chegar com perigo à meta defendida por Cássio.

Etapa complementar

Tricolor esboçou reação na etapa final. Foto: Felipe Oliveira / Getty Images

Tricolor esboçou reação na etapa final. Foto: Felipe Oliveira / Getty Images

A tônica do jogo permaneceu na segunda etapa, com o Bahia partindo pra cima do rival em busca do empate e o Corinthians esperando uma oportunidade para matar o jogo.

Aos 16 minutos o técnico Charles promoveu duas substituições no time da casa, sacado Pará e Rafael Miranda para as entradas de Henrique e Rômulo respectivamente. Seis minutos depois, Galhardo deixou o gramado para a entrada de William Barbio, deixando o Bahia com praticamente quatro atacantes.

Com mais poder de fogo e um ataque mais agudo o tricolor da boa terra chegou ao empate aos 24 minutos, após linda jogada individual pela direita, William Barbio partiu em velocidade e cruzou na medida para o artilheiro Kieza se esticar todo e empurrar para o fundo das redes.

O empate deu mais confiança para o Bahia que seguiu tomando conta das ações nos minutos seguintes e criou boas chances para chegar a virada, mas parou nas boas defesas de Cássio.

Renato Augusto (ao fundo) marcou o gol da vitória. Foto: Felipe Oliveira / Getty Images

Renato Augusto (ao fundo) marcou o gol da vitória. Foto: Felipe Oliveira / Getty Images

Insatisfeito com o rendimento de sua equipe o técnico Mano Menezes fez duas alterações no time paulista, aos 32 minutos, com as entradas de Tocantins e Danilo nas vagas de Petros e Luciano. As substituições surtiram efeito e o alvinegro voltou a criar boas chances para marcar o segundo gol.

Aos 38 minutos da etapa final, Danilo fez grande jogada individual pela esquerda, levantou a cabeça e cruzou na medida para Renato Augusto, entrando livre pela direita, chegar testando firme e recolocar o timão à frente no marcador.

O segundo tento alvinegro esfriou o Bahia que não teve mais forças para reagir e chegou a sua 17ª derrota na competição.

O Corinthians volta à campo agora na próxima quarta-feira, às 21h00, contra o Goiás em duelo que será realizado no estádio Mangueirão em Belém do Pará.

Já o Bahia visita o Criciúma no duelo dos desesperados, no mesmo dia e horário, no estádio Heriberto Hülse em Criciúma.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 X 2 CORINTHIANS

Local: Arena Itaipava Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data/Hora: 16/11/2014, às 17h
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Público/Renda: 
Não disponíveis
Cartões amarelos: 
Railan e Fahel (BAH); Fábio Santos e Petros (COR)

GOLS: Malcom, aos 24’/1ºT (0-1); Kieza, aos 24’/2ºT (1-1); Renato Augusto, aos 38’/2ºT (1-2)

BAHIA: Marcelo Lomba, Railan, Lucas Fonseca, Titi e Pará (Henrique, aos 16/2ºT); Fahel, Bruno Paulista, Rafael Miranda (Rômulo, aos 16/2ºT), Galhardo (Wiliam Barbio, aos 22/2ºT) e Guilherme Santos; Kieza. Técnico: Charles Fabian.

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Felipe, Gil e Fábio Santos (Uendel, no intervalo); Ralf, Bruno Henrique, Petros (Danilo, aos 32’/2ºT) e Renato Augusto; Malcom e Luciano (Tocantins, aos 32’/2ºT). Técnico: Mano Menezes.