ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians deixa escapar vitória diante do Furacão.

Mais uma vez nos instantes finais timão sofre gol e tropeça em casa.

Por Paulo Edson Delazari
Jadson recebe abraço de Ralf após marcar para o Corinthians sobre o Atlético-PR. ( Foto: Junior Lago/UOL)

Jadson recebe abraço de Ralf após marcar para o Corinthians sobre o Atlético-PR. ( Foto: Junior Lago/UOL)

Jogando no Canindé o Corinthians deixou escapar a vitória diante do Atlético-PR ao sofre um gol no final do jogo, quando ganhava por 1 a 0. O alvinegro marcou com Jadson em pênalti sofrido por Guerrero no início do segundo tempo. Aos 40 da etapa final, Douglas empatou de cabeça e tirou a vitória do time de Mano Menezes determinando o 1 a 1.

Na quarta passada, os paulistas bateram os paranaenses em amistoso na reabertura da Arena da Baixada, por 2 a 1. Dessa vez, não foram capazes de vencer e acumularam o segundo tropeço seguido em casa. No último domingo, na primeira partida oficial do novo estádio em Itaquera, foi derrotado pelo Figueirense.

O Corinthians segue no meio da tabela do Brasileirão, com nove pontos em seis rodadas, quatro a menos que o líder Cruzeiro. O Atlético tem seis pontos. No próximo domingo, o Corinthians visita o Sport, no Recife. O Atlético faz clássico com o Coritiba no mesmo dia, em Maringá.

O jogo

O Atlético começou o primeiro tempo se defendendo bem e cometendo mutas faltas, mas, aos poucos, o alvinegro foi tomando conta do jogo e levando perigo no ataque. Foi pelo setor esquerdo que surgiram as melhores jogadas.

As duas principais chances corintianas na etapa inicial foram aos 20 minutos, com Petros, e aos 26, com Guerrero. O chute de pé direito do meia, dentro da área, e a cabeçada do peruano forçaram o goleiro Weverton a se esticar para fazer duas grandes defesas.

Petros voltou a levar perigo na bola aérea, mas cabeceou à direita do gol. O zero no placar, dos dois lados, permaneceu até o apito para o intervalo.

O segundo tempo começou com a mesma cara, e logo aos sete minutos Weverton teve que sair do gol e afastar com os pés após bate rebate na área.

No ataque, os paranaenses eram tímidos, limitados aos chutes de longe. Na defesa, se vinham se segurando, não aguentaram quando Cleberson derrubou Guerrero dentro da área e Jadson bateu o pênalti no fundo das redes.

O técnico do Atlético, Leandro Ávila, fez duas alterações ofensivas para buscar a virada. Os jovens Nathan e Douglas correram bastante, mas tiveram dificuldades com a bem postada defesa corintiana.

O time de Mano Menezes, por sua vez, pareceu estar contente com o resultado e recuou bastante. No contra-ataque, quase marcou o segundo em uma boa jogada puxada por Jadson, que encontrou Guerrero na área: o peruano, porém, não conseguiu dominar. Depois, desistiu de atacar.

O primeiro susto do Atlético veio aos 38 minutos: Bruno Mendes cruzou da direita para Douglas, que, sozinho, na pequena área, furou e não conseguiu acertar a bola. Dois minutos depois, o castigo: Douglas aproveitou cruzamento e empatou. O mesmo Douglas quase conseguiu a virada, com uma bomba na trave. Sob vaias da torcida corintiana, as equipes deixaram o gramado no apito final com o jogo empatado.

O Corinthians tem uma partida dura na próxima rodada, diante do Sport, na Ilha do Retiro, às 16h do domingo. Já o Atlético-PR recebe o Coritiba, em Maringá, no mesmo dia e horário.

FICHA TÉCNICA
Corinthians X Atlético-PR

Data e Hora: 21/05/2014 às 22h
Local: Canindé
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Dilbert Pedrosa Moises (RJ), Luiz Claudio Regazone (RJ)
Cartões amarelos: Natanael, Marcos Guilherme, Sueliton, Cleberson, Otávio (Atlético-PR) Jadson (Corinthians)
Cartões vermelhos: Não houve
Gols: Jadson (14’/2ºT) 1-0; Douglas (40’/2ºT) 1-1.

CORINHTIANS:Cássio; Fagner, Cléber, Gil e Fábio Santos; Ralf e Bruno Henrique; Petros (Luciano), Jadson (Danilo) e Renato Augusto (Romarinho); Guerrero. Técnico: Mano Menezes

ATLÉTICO-PR:Weverton; Sueliton, Cleberson, Léo Pereira,Natanael; Deivid, Paulinho Dias (Nathan), Otávio, Bady (Bruno Mendes), Marcos Guilherme;Éderson (Douglas); Técnico: Leandro Ávila