ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians empata com Mogi Mirim e segue na lanterna

Em partida de Mirita, zagueiro faz  gol a favor e contra, é expulso e jogo acaba empatado.

Por Vladimir da Costa

A fase do Corinthians parece não ter fim. A equipe do técnico Mano Menezes chegou ao quinto jogo sem vencer. Depois de quatro derrotas seguidas, o time conseguiu um empate contra o Mogi Mirim, no Romildo Ferreira, na noite deste domingo.

Com o estádio praticamente vazio o Corinthians jogou mal e mostrou que terá de melhorar muito para viver um 2014 sem maiores sofrimentos. Com o terceiro uniforme, com o amarelo como cor predominante, recém-lançado pela Nike na última terça-feira, que teve Alexandre Pato como garoto-propaganda um dia antes de ele fechar com o rival São Paulo.

Na partida deste domingo, o Mogi fez o dois gols, um a favor e outro contra, o zagueiro Mirita, definiu a partida: um gol a favor e um contra, e ainda foi expulso no fim da partida. Com o empate, o timão segue na lanterna do grupo B com 7 pontos.

A partida

Romarinho passou mais um jogo em branco, agora contra o Mogi. (Foto: Léo Santos / Futura Press)

Romarinho passou mais um jogo em branco, agora contra o Mogi. (Foto: Léo Santos / Futura Press)

O Mogi teve maior volume de jogo, com os rápidos Elanardo e Serginho dando suporte ao veterano Fernando Baiano, estreante da noite. A uma semana de um clássico com o Palmeiras, a melhora no fundamento será determinante para que a crise não tome proporções ainda maiores no Parque São Jorge.

Uendel até que se esforçou, mas não teve colaboração de seus companheiros. Em uma delas, ele fez boa jogada e cruzou para Romarinho finalizar no travessão. Romarinho, no início do jogo, teve chance ainda mais fácil de abrir o placar, mas tentou toque de letra e errou a finalização.

O primeiro gol da partida veio aos 37 minutos. Apos cobrança de escanteio, de cabeça, Mirita, ele fez 1 a 0 para o Mogi. A sorte do Corinthians é que o artilheiro da noite foi generoso: seis minutos depois, ele tentou tirar a bola para a linha de fundo mas acabou desviando para as próprias redes.

Cansado de sofrer com a inoperância de seu meio-campo, Mano Menezes resolveu abrir o jogo pelos lados, acionando os ofensivos Fagner e Uendel pelas laterais. O toque de bola mais preciso abriu espaços na fraca defesa do Mogi Mirim, mas o Corinthians abusou dos gols perdidos. A falta de pontaria pode até passar pelos treinamentos de Mano, mas passa muito mais pela péssima fase que alguns vivem desde o ano passado.

As entradas de Guerrero e Danilo deixaram o Timão mais agudo, e o Mogi ficou na dele, tentando se defender em busca de um contra-ataque. Romarinho foi quem mais tentou, e quase marcou para o Timão num chute que acertou a trave, após cruzamento de Uendel. Mirita, deu entrada por trás em Emerson Sheik e foi expulso.

Por cartão amarelo recebido nos acréscimos, Sheik está fora do clássico contra o Palmeiras, no próximo domingo.

Com apenas sete pontos e a última posição do Grupo B do estadual, o Timão teve de conviver com novos protestos de sua torcida. Pela frente, um clássico contra o Palmeiras, domingo que vem, às 17h (horário de Brasília), no Pacaembu. O próximo jogo do Sapão é na quinta-feira, às 19h30, contra o Botafogo, fora de casa.