ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians não joga bem e só empata com o Ituano

Cristian marcou de pênalti o gol da equipe que não repetiu o bom futebol das últimas apresentações.

Por Vladimir da Costa

Jogando sua quarta partida pelo paulista, fora de casa contra o Ituano, o Corinthians não repetiu as boas apresentações das últimas partidas, é bem verdade que o time estava desfalcado, mas alguns substitutos são tidos como titulares, caso de Cristian e Edu Dracena, mas a apatia do time foi aquém do que seus torcedores esperavam contra o modesto time do interior.

Sem jogadas se linha de fundo, ultrapassagem e sem chutes a gol, a partida foi mais um treino para os goleiros e de preocupação para os técnicos que ficaram insatisfeito com o que suas equipes apresentaram no primeiro tempo.

Cristian comemora seu primeiro gol no retorno ao Corinthians. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

Cristian comemora seu primeiro gol no retorno ao Corinthians. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

O segundo foi diferente. Com os jogadores mais dispostos a jogar, jogadas de linha de fundo, o Corinthians criou e quase marcou. O gol veio com Cristian, de pênalti. A alegria pouco durou e Jheimy empatou de cabeça.

Com o empate, o Corinthians perdeu os 100%, mas segue líder do grupo 2, com 10 pontos. O Ituano segue na terceira colocação do grupo 1, com 9 pontos.

Na quarta-feira, o Corinthians volta a campo, contra o Linense, às19:30. O Ituano joga na sexta-feira, no mesmo horário, contra o São Bento.

O jogo

Jogando no forte calor do interior paulista, o Corinthians, manteve seu estilo de jogo, controlava a partida, mas tinha dificuldade de chegar perto gol adversário, apesar do ataque rápido, com Guerrero, Malcom e Mendoza.

O Ituano por sua vez, ficava pouco com a bola e tentava jogar no contra-ataque, principalmente pelas laterais.

A partida não tinha fluência, muito devido as muitas faltas dadas pela arbitragem, em quase todas as jogadas onde haviam contato. Aos 15 minutos, Bruno Henrique saiu com uma lesão no antebraço. Em seu lugar, aplaudido pela torcida, entrou Danilo.

Com isso, o Corinthians ficou um pouco mais lento, com mais controle de bola no meio campo, sem conseguir chegar perto da área adversária. Com jogadores sem aproximação, o alvinegro não conseguia produzir jogadas de ataques. O goleiro do Ituano, Fabio, fez apenas uma defesa em chute de Guerrero, aos 25 minutos. Muito pouco para uma equipe que começou o jogando num 4-3-3, ofensivo, mas sem jogadas de profundidade.

Os jogadores do Ituano tiveram dificuldade para parar o bom meio campo corinthiano. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

Os jogadores do Ituano tiveram dificuldade para parar o bom meio campo corinthiano. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

A equipe corinthiana conseguia chegar apenas em bolas paradas. Somente no primeiro tempo, foram 6 escanteios.

O segundo tempo começou igual ao primeiro, com muitas faltas e pouca bola rolando. A diferença parecia na vontade dos jogadores em acelerar as jogadas de ataque. Aos seis minutos, a melhor chance da partida. Dick tentou sair jogando e perdeu para Guerrero, que cruzou e a zaga tirou, a bola ficou com Uendel que apareceu no ataque do Corinthians, driblou Cristian e bateu forte. A bola passou muito perto do gol de Fábio.

O jogo seguia veloz e aos 12 minutos, um erro infantil e o gol do Corinthians. Josa deu um carrinho desnecessário dentro da área e derrubou Edilson. Cristian foi para a bola e bateu no canto esquerdo de Fábio. Nenhuma chance para o goleiro do Ituano. Gol do volante estreante.

Aos 19 minutos, a melhor chance do Ituano. Peri bateu falta, Dick cabeceou. E quase encobriu o goleiro corinthiano, que deu um leve toque na bola, tirando de Ricardinho a chance de empatar.

Aos 22 minutos, o Ituano conseguiu chegou ao gol. Jheimy, que havia acabado de entrar marcou. Clayson apareceu livre na esquerda e cruzou na medida para o atacante cabecear firme para o fundo do gol.

Mendoza não conseguiu usar sua velocidade como nas outras partidas. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

Mendoza não conseguiu usar sua velocidade como nas outras partidas. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

O jogo seguia movimentado, com as equipes alternando no ataque, com o Corinthians com as melhores chances. No 25 minutos, no contra-ataque, Guerrero deu lindo toque para Malcom. O jovem atacante ajeitou e bate, mas Peri corta e salva o Ituano.

Aos 34 minutos, depois de sofrer muitas faltas, Guerrero saiu para entrada de Wagner Love, mas pouco fez nos poucos mais de 10 minutos em campo.

Os últimos minutos parecia que as equipes estavam cansadas. Sem a velocidade inicial do segundo tempo, principalmente de Malcom e Mendoza que mais defendiam do que atacavam.