Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: Access denied for user 'root'@'localhost' (using password: NO) in /home/q/quatromaiores/www/wp-content/plugins/session-manager/includes/sm_functions.include.php on line 517

Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: A link to the server could not be established in /home/q/quatromaiores/www/wp-content/plugins/session-manager/includes/sm_functions.include.php on line 517

Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: Access denied for user 'root'@'localhost' (using password: NO) in /home/q/quatromaiores/www/wp-content/plugins/session-manager/includes/sm_functions.include.php on line 557

Warning: mysql_real_escape_string() [function.mysql-real-escape-string]: A link to the server could not be established in /home/q/quatromaiores/www/wp-content/plugins/session-manager/includes/sm_functions.include.php on line 557
Corinthians para em Fernando Prass e só empata clássico | QUATRO MAIORES


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians para em Fernando Prass e só empata clássico

Com um segundo tempo movimentado, Fernando Prass e Alan Kardec salvam alviverde da primeira derrota.

Por Vladimir da Costa

Diante de um publico abaixo da média, principalmente por se tratar de um clássico, o Corinthians entrou em campo com Ralf de capitão, depois que Paulo André saiu para atuar na China e com Jadson estreando na meia alvinegra. O Palmeiras veio com a formação das últimas partidas. Com Valdivia e Wesley responsáveis pela armação alviverde. Antes da bola rolar, um minuto de silêncio, com os jogadores intercalados no meio de campo em repudio contra o Racismo, lembrando o fato que aconteceu no meio da semana com o volante cruzeirense Tinga, no Peru, a bola rolou, sem o hino Nacional.

Um primeiro tempo onde o Corinthians jogou melhor no inicio, com mais velocidade, mas os passes longos minaram as chances de gols do timão. Do outro lado, o Palmeiras se achou no decorrer da partida, mas assim como o alvinegro, criou pouco. Cassio e Fernando Prass pouco apareceram no primeiro tempo, assim como Valdivia.

O goleiro palmeirense foi um dos destaques da partida que terminou empatada no Pacaembu. (Foto: Rodrigo Capote/UOL)

O goleiro palmeirense foi um dos destaques da partida que terminou empatada no Pacaembu. (Foto: Rodrigo Capote/UOL)

Bem diferente do segundo. O Corinthians teve ao menos três ótima chances de abrir o placar na segunda etapa, com Romarinho e Guerrero, mas em todas Prass salvou. Houve ainda uma bola na trave de Guilherme. Jadson, enquanto esteve em campo foi muito mais efetivo que Valdivia, armou, cruzou, chutou, mas apesar de criar boas oportunidades, o Corinthians não conseguia converter em gol.

Depois de tanto insistir, Romarinho abriu o placar aos 15 minutos, mas o timão recuou demais e viu Alan Kardec empatar aos 37 para dar números finais a partida. Melhor para o Palmeiras que segue invicto, agora com 20 pontos e liderança garantida no grupo D. Já o Corinthians, segue em situação delicada, permanece em último colocado no grupo B, com apenas 8 pontos.

A partida

Corrido, a partida começou com as duas equipes tentando jogadas em profundidade, o que favorecia a defesa. Valdivia e Jadson se movimentavam, mas a bola não chegava.

O Corinthians tinha mais posse de bola, avança pela direta e por esse lado teve a primeira boa chance. Fagner bateu firme de fora da área e a bola passou perto, acertou a rede pelo lado de fora.

Cassio voltou como titular no gol do Corinthians e fez boas defesas. (Foto: Rodrigo Capote/UOL)

Cassio voltou como titular no gol do Corinthians e fez boas defesas. (Foto: Rodrigo Capote/UOL)

O Palmeiras seguia mais recuado como de costume. Não avançava a marcação e via seu camisa 10 bem marcado. Com isso, restava a Alan Kardec recuar mais para pegar a bola o que facilita a marcação.

Aos 22 minutos a primeira boa chance de gol. Jogada pela esquerda, Bruno Henrique alçou, a bola desviou em Romarinho que por baixo achou Guerrero. A bola chegou com força, mas o atacante não pegou como queria e a bola apenas resvalou na perna do peruano, desperdiçando boa chance de gol.

O troco palmeirense veio minutos depois. Valdivia achou Mazinho livre na área, que bateu de pé esquerdo, mas Cássio fez boa defesa na primeira chagada alviverde.

Nos últimos 15 minutos da primeira etapa o Palmeiras passou a ficar mais com a bola. Wesley entrou mais na partida e com isso a bola girava da intermediária para a frente sem muito perigo. Alan Kardec ainda era o homem, mais perigoso do versão. Apesar disso, o Corinthians manteve sua força defensiva o que dificultava o avanço do Palmeiras. O timão por sua vez dependia muito de bolas esticadas para Guerrero, que se movimentava, mas isolado, tinha dificuldades de encontrar espaços. E com isso, o primeiro tempo terminou com o Palmeiras com mais posse de bola, mas com o Corinthians mais agressivo no ataque.

Inicio arrematador do timão.

Sem alterações, ambas equipes voltaram, mas só uma parecia disposta a vencer. Antes dos cinco minutos, duas ótimas chances do timão. A primeira foi com Jadson, que bateu da entrada da área e viu a bola passar rente o lado direito de Prass. Depois foi Guilherme que levantou a fiel. O volante chegou pela direita e arriscou com força. A bola explodiu no travessão.

O Corinthians seguia em cima. Aos sete minutos, após cobrança de escanteio de Jadson, bate-rebate dentro da área do Palmeiras, a bola chegou em Romarinho que pegou meio de lado e bateu, Prass em cima salvou mais uma o alviverde de levar o primeiro.

Jadson arrisca de fora da área. O meia jogou bem e foi aplaudido pela torcida quando foi substituido. (Foto: Rodrigo Capote/Uol)

Jadson arrisca de fora da área. O meia jogou bem e foi aplaudido pela torcida quando foi substituido. (Foto: Rodrigo Capote/Uol)

Aos Nove foi a vez de Wesley arriscar de fora da área. Um chute colocado que Cássio tirou bem. Na sequência da jogada, bola levantada na área, o goleiro corinthiano saiu mal a bola bateu na coxa de Lúcio e quase entrou.

O jogo seguia frenético. Aos 11 minutos, Romarinho recebeu livre, na frente de Fernando Prass bola espirrada, tentou tirar do goleiro, mas perdeu. No minuto seguinte, bola trama Jadson Romarinho e Guerrero. O peruano chegou livre, com a bola limpa no meio da área e bateu, Prass novamente fez linda defesa, salvando o gol certo do Corinthians.

E depois de dois gols perdidos, Romarinho finalmente marcou. Aos 15 minutos, Fagner avançou, e cruzou no meio da área, sem goleiro, o atacante só teve o trabalho para empurrar a bola para dentro do gol.

Depois do gol, só restava ao Palmeiras voltar pra partida. Aos 19 em bom contra-ataque Alan Kardec recebeu dentro da área de costas e rolou para Marquinhos Gabriel que bateu de primeira, mas o tiro saiu fraco e Cassio botou para escanteio.

Alan Kardec cabeceia para deixar tudo igual no clássico. (Foto: Ricardo Matsukawa / Terra)

Alan Kardec cabeceia para deixar tudo igual no clássico. (Foto: Ricardo Matsukawa / Terra)

O Palmeiras avançou a marcação e passou a ficar mais com a bola, mas mesmo assim, não conseguia passar pela zaga corinthiana. Mendieta entrou no lugar de Leandro para tentar melhor qualidade e criatividade no ataque palmeirense e Renato Augusto entrou no lugar de Jadson para dar força defensiva ao timão.

Assim como nos primeiro tempo, os últimos 15  minutos da etapa complementar foi com o time palmeirense em cima. Mano Menezes percebeu e recuou mais o time. Jocinei e Ramirez entraram no lugar de Romarinho e Bruno Henrique, respectivamente. No Palmeiras, Diogo entrou para fazer companhia à Alan Kardec no ataque.

E o resultado foi imediato. Aos 37 minutos, na primeira bola que pegou, Diogo cruzou bem e achou o Alan Kardec dentro da área. O atacante cabeceou firme, para o chão para empatar a partida para o verdão.

Os últimos minutos foram mais de reclamação do que de futebol. O Palmeiras tinha mais posse de bola, mas cauteloso, não avançou como o torcedor gostaria e a partida terminou empatada.

O Corinthians volta a jogar na quarta-feira, contra o Oeste, às 22h, no estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto. No mesmo dia e horário, o Palmeiras recebe o Ituano, no Pacaembu.

xhamster