ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians perde, mas avança na Copa do Brasil

Com gol contra de Guilherme Andrade, Bahia vence, mas não se classifica.

Por Vladimir da Costa

 

Se as coisas para o Corinthians já não estavam muito difíceis, o time comandado por Charles Baiano tratou de facilitar ainda mais as coisas. Após ter perdido a partida de ida por 3 a 0. O Bahia entrou em campo na Fonte Nova com um time cheio de modificações. Não acreditando na classificação, o time resolveu priorizar a disputa contra o rebaixamento no brasileiro e praticamente abdicou da C opa do Brasil.

Com uma equipe com oito jogadores vindo do banco de reservas, o Bahia não conseguiu suportar a qualidade técnica dos titulares do Corinthians e deu adeus a Copa do Brasil.

Num primeiro tempo sem emoção, onde o Bahia ficou mais com a bola e arriscou mais, diferente do Corinthians, que parecia não demonstrar muita vontade em atacar. Com isso, aos trancos e barrancos, o Bahia chegava, mas não tinha forças para finalizar. Foi preciso uma ajuda extra para marcar. Guilherme Andrade, contra, fez o primeiro gol da partida.

Petrus acompanha de perto a disputa de bola em partida realizada na Fonte Nova, em Salvador. (Foto: Felipe Oliveira/VIPCOMM)

Petrus acompanha de perto a disputa de bola em partida realizada na Fonte Nova, em Salvador. (Foto: Felipe Oliveira/VIPCOMM)

O segundo tempo foi muito mais intenso, até pelas mexidas dos treinadores. As equipes procuraram mais o gol adversário. O Corinthians, mudou a forma de atuar e criou mais chances de gols, principalmente com Romero. Do lado baiano, a equipe não tinha a mesma disposição física e esporadicamente chegava perto do gol adversário.

Mesmo com mais movimentação o resultado não foi alterado e a vitória, serviu mais para acabar com a sequência de 10 jogos sem perder por parte do Corinthians e terminar com o jejum do Bahia de 10 jogos sem vencer.

Agora, o Corinthians espera a finalização da terceira fase da Copa do Brasil na próxima semana para saber quem será seu adversário das oitavas de final em sorteio. Para o Bahia, resta reunir suas forças para lugar contra o rebaixamento.

A partida

Jogando em casa e precisando vencer, mesmo com diversos jogadores reservas, o Bahia começou jogando melhor. Com boa movimentação pelas pontas, o time conseguia chegar a linha de fundo, mas pecava no último toque.

O Corinthians, tranquilo dentro de campo, pouco chegava a frente. Mesmo assim a primeira boa chance da partida foi do alvinegro. Após cruzamento da esquerda, Cleber finalizou e Lomba se esticou todo para pegar. No rebote, o outro zagueiro Gil chutou em cima de Demerson, desperdiçando boa chance de gol.

Guilherme Santos tenta a finalização. Bahia venceu, mas quem marcou foi o Corinthians, contra. (Foto: Felipe Oliveira/VIPCOMM)

Guilherme Santos tenta a finalização. Bahia venceu, mas quem marcou foi o Corinthians, contra. (Foto: Felipe Oliveira/VIPCOMM)

Com boa movimentação no meio campo, o Bahia ficava mais com a bola, mesmo sem finalizar a gol, a equipe baiana seguia rondando a área do Corinthians.

A primeira boa finalização do Bahia veio aos 22 minutos. Após falha na saída de bola de Cleber, Jeam finalizou da entrada da área. Cássio teve trabalho para defender o tiro.

A partida, como as últimas exibições do Corinthians, não são de encher os olhos, mas Guilherme Andrade tratou de dar emoção ao jogo. Aos 33 minutos, Railan chegou na linha de fundo e cruzou rasteira, o volante, que havia entrado a poucos minutos, tentou cortar e acabou tocando de chapa, um belo gol contra.

Depois do gol, o Bahia não conseguiu manter o mesmo ritmo e parou de atacar o Corinthians que por sua vez, não conseguia trocar passes. Ralf errando muitos passes e Renato Augusto, que pouco aparecia na partida dificultavam as coisas para o alvinegro que não conseguia chegar perto da área da equipe baiana.

Para tentar dar mais força ofensiva na equipe, Mano Menezes voltou o segundo tempo com Romero no lugar de Danilo, que assim como o restante da equipe, não fez um bom primeiro tempo.

O segundo tempo começou mais pegado. Com boa velocidade, o campo de jogo ficou com mais espaços para as equipes criarem chances de gol. Apesar disso, a bola não chegava a assustar os goleiros que seguiam sem ter trabalho na partida.

Aos 17 minutos, Renato Augusto deu bom passe para Romero dentro da área, mas Demerson estava ligado e conseguiu cortar o lance. Um minuto depois, foi a vez de Ralf levar perigo para o gol de Marcelo Lomba. O volante pegou na entrada da área e mandou sobre o gol.

Mais inteiro fisicamente o Corinthians dominou quase que todo o segundo tempo. Com o jovem paraguaio no ataque, a equipe ganhou em velocidade e passou a pressionar os donos da casa em busca do empate.

Torcida protesta contra momento ruim da equipe que foi eliminada na copa do Brasil e está no Z4 do brasileiro. (Foto: Edson Ruiz/COOFIAV)

Torcida protesta contra momento ruim da equipe que foi eliminada na copa do Brasil e está no Z4 do brasileiro. (Foto: Edson Ruiz/COOFIAV)

Aos 29 minutos, quem chegou foi o Bahia. Willian Barbio, que entrou para dar qualidade ofensiva fez bom cruzamento rasteiro, Max Biancucchi que chegava em velocidade, não pegou em cheio na bola e acabou perdendo ótima oportunidade de ampliar.

Para garantir de vez a classificação, Elias entrou no lugar de Luciano. No primeiro lance do volante na partida, aos 37 minutos de jogo, deixou Romero na cara do gol. O atacante bateu de primeira, rasteiro. Marcelo Lomba, bem colocado fez a defesa. Os minutos finais, o Bahia foi para o ataque mais no desespero, mas como era de se esperar, não conseguiu passar a marcação corinthiana e acabou sendo eliminado da competição.