ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians recheado de problemas na zaga contra Náutico

Sem Chicão operado e Wallace aguardando julgamento Timão viaja para os Aflitos.

Por Paulo Edson Delazari

Alessandro durante treino de quarta. (Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Corinthians vai a recife neste sábado para encarar o Náutico dono da quarta melhor campanha no returno do Brasileirão o Timbu conquistou 29 dos 34 pontos até aqui no estádio dos Aflitos. Acostumado a transformar o Pacaembu em uma de suas principais armas, o Corinthians vai enfrentar neste sábado um “veneno” semelhante.

– Vi alguns jogos do Náutico em casa. É uma equipe que está jogando e correndo muito. Ainda teremos de enfrentar o calor pelo horário da partida. Só quem já foi lá sabe como é. Será muito desgastante – afirmou o lateral-direito Alessandro.

Os números em Recife são amplamente favoráveis ao Timbu. A equipe conquistou até o momento nove vitórias, dois empates e apenas duas derrotas, rendimento que lhe dá a quarta melhor campanha em casa entre os 20 participantes do Brasileirão. Só Atlético-MG, Grêmio e São Paulo são melhores neste quesito.

Outro ponto que preocupa os corintianos é o número de finalizações do Náutico. O clube lidera as estatísticas de chutes a gol. Em 27 rodadas disputadas até agora, foram 368, média de 13,62 por confronto. Souza é quem mais testa os goleiros no torneio, com 80 batidas.

– Não é o tipo de jogo que gostamos. Queríamos pegar um adversário que não finalizasse tanto, que não tivesse tanta força ofensiva. Nosso setor defensivo vai precisar de muita atenção – ressaltou o jogador.

Na semana passada, o árbitro Leandro Pedro Vuaden só aceitou iniciar a partida do Náutico contra o Atlético-GO depois que fosse retirada das arquibancadas a faixa “Não irão nos derrubar no apito”, colocada por uma torcedora. O Corinthians por sua vez, garante que não está preocupado com uma possível pressão dos pernambucanos contra a arbitragem.

– Nós não temos essa preocupação. Eu vi esse protesto e espero que não aconteça de novo. É um ano de muita contestação da arbitragem. Nós lamentamos. Vamos para lá para jogar futebol – destacou Alessandro.

Wallace aguarda julgamento. (Foto:Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

Wallace ainda é dúvida para a partida. O jogador será julgado na sexta-feira à tarde pelo pisão que deu no atacante Barcos, do Palmeiras, no clássico do último dia 16 de setembro. Caso seja punido, o jogador terá de cumprir suspensão já diante dos pernambucanos e sequer viajará a Recife.

A audiência abre a possibilidade de Anderson Polga estrear pelo Timão. Último reforço do clube para o Mundial de Clubes, que será disputado em dezembro, no Japão, o pentacampeão está pronto fisicamente e aguarda apenas uma chance para fazer a primeira partida. Se Wallace for liberado, ele segue como opção no banco de reservas.

Wallace responderia na semana passada pelo artigo 250 (ato desleal ou hostil), podendo pegar um gancho de uma a três partidas. Depois de uma análise da procuradoria, porém, ficou decidido que ele responderia pelo 254-A (agressão física). O artigo prevê que, em caso de punição, o atleta se ausente de quatro a 12 partidas.

No treinamento desta quarta-feira, no CT Joaquim Grava, Tite utilizou Wallace na equipe titular ao lado de Paulo André. Anderson Polga atuou entre os reservas, formando dupla com Felipe.

A zaga corintiana, já está desfalcada. Chicão passou por uma cirurgia de hérnia inguinal no dia 14 de setembro e está em fase de recuperação no CT Joaquim Grava. No entanto, ainda não pode realizar das atividades com bola no gramado. Emerson não treinou entre os titulares porque ainda cumpre suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Além do jogo contra o Náutico, o atleta ficará fora também diante do Flamengo.