ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians sofre com altitude e estreia com empate na Libertadores

Timão larga na frente com Guerrero, mas leva empate na etapa final

Por Eduardo do Carmo

Assim como era esperado, o Corinthians sofreu mais com a altitude do que com o adversário, nesta quarta-feira, na estreia pelo grupo 5 da Libertadores da América. Contra o San José, no estádio Jesús Bermúdez, em Oruro, na Bolívia, o Timão saiu na frente no início, mas cedeu empate no segundo tempo. Com o placar de 1 a 1, o time alvinegro soma o seu primeiro ponto.

Rei dos jogos internacionais, Guerrero marca o primeiro gol corinthiano na Libertadores de 2013 (Foto: AP)

O gol corinthiano foi feito por Guerrero, aos cinco minutos do primeiro tempo. Carlos Saucedo, destaque do San José na partida, igualou aos 15 do segundo tempo. As duas equipes têm um ponto e dividem a segunda colocação. O líder da chave é o Tijuana, que venceu o Millonarios na terça-feira por 1 a 0. Na próxima rodada, o Corinthians recebe o Millonarios, quarta-feira (27), às 22h (de Brasília), no Pacaembu. Na quinta-feira, às 00h15, o Tijuana encara o San José, no México.

O Corinthians iniciou a partida em cima do San José e logo abriu o marcador. Com o gol rápido, o Timão administrou o resultado para não sofrer com a altitude. Lá atrás, o goleiro Cássio garantia a vantagem com boas defesas. Na etapa final, o San José pressionou e o time brasileiro sofreu com o ritmo acelerado. O Corinthians teve grande oportunidade com Emerson Sheik para sair com a vitória, mas o atacante perdeu gol inacreditável.

A triste notícia da noite aconteceu fora de campo. De acordo com a polícia boliviana, um torcedor do San José morreu após ser atingido por fogos de artifício. Cinco torcedores brasileiros, suspeitos por disparar um sinalizador, teriam sido presos.

O jogo

Logo no primeiro minuto, o Corinthians chegou ao ataque com Jorge Henrique. O atacante arriscou da entrada da área e Carlos Lampe espalmou. No rebote, Emerson Sheik tentou o chute, mas trombou com o goleiro e o árbitro parou o lance. Aos 5, Fábio Santos recebeu passe, avançou pela esquerda e cruzou. A bola passou por Sheik, mas não por Guerrero, que mandou de primeira para as redes. O Timão seguiu no campo ofensivo e quase ampliou. Aos 8, em jogada da dupla de volantes, Ralf cruzou e Paulinho complementou. O goleiro Lampe colocou para escanteio e salvou o time boliviano.
Aos 24, o San José criou a sua primeira oportunidade. Saucedo chutou forte, mas Cássio espalmou. Os bolivianos continuaram em busca do empate, mas Cássio apareceu bem novamente. Aos 38, Saucedo mandou para o meio da área e Palacios completou de calcanhar. O goleiro corinthiano, bem postado, salvou o Timão.

Na volta do intervalo, enquanto os jogadores reservas eram alvos de objetos atirados pela torcida no local de aquecimentos, os titulares em campo sofriam com a pressão inicial do San José. Aos 5, Torrico bateu forte pela esquerda e Cássio caiu para nova defesa. Um minuto mais tarde, Saucedo tentou finalização, mas mandou longe da meta.

Corinthians sai na frente, mas cede empate ao San José na estreia da Libertadores (Foto: AFP)

O Corinthians assustou os donos da casa e Emerson quase marcou. Aos 8, o atacante apareceu livre na área, cabeceou, mas a bola saiu pela linha de fundo. Dois minutos depois, Jorge Henrique sentiu lesão e saiu para a entrada de Renato Augusto. Aos 15, Garcia cruzou da esquerda e Saucedo, por trás da zaga, desviou e empatou a partida.

Aos 20, um lance inacreditável no ataque do Corinthians. Danilo passou para Renato Augusto, que deixou Emerson livre, com gol vazio. O número 11 bateu de primeira e acertou a trave. Aos 22, Guerrero dominou e rolou para Emerson Sheik,que bateu forte, mas por cima do gol. No ataque seguinte, o San José quase virou. Pela direita, Saucedo tocou para o meio da área e Marcelo Gomes desviou de cabeça. A bola passou perto da trave de Cássio e foi para fora.

A partida se arrastou até o apito final de Carlos Vera. Pouco ou quase nada foi criado e a igualdade em um gol foi o resultado definitivo. Além da troca de Jorge Henrique por Renato Augusto, Tite promoveu outras duas mudanças: Pato no lugar de Emerson e Felipe na vaga de Paulo André.