ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians termina primeira fase absoluto e invicto

Equipe reserva empata com o XV e agora terá a Ponte Preta nas quartas de final do Paulistão.

Por Vladimir da Costa

O todo poderoso invicto não foi poderoso, mas continua invicto. Apesar de jogar com um time totalmente reserva, o Corinthians mostrou sua força e diante do bom XV de Piracicaba segurou bem o ímpeto do adversário, fez seu jogo, aproveitou as chances que teve, fez os gols que precisava e saiu vencedor no primeiro tempo.

Os donos da casa começaram melhor, mais dispostos, com velocidade, mas não conseguiam finalizar a gol. Depois de muita insistência, o XV abriu o placar, com Roni, mas foi logo surpreendido e levou a virada. Bruno Henrique e Wagner Love marcaram para o Corinthians.

Wagner Love comemora seu gol marcado contra o XV.

Wagner Love comemora seu gol marcado contra o XV. (Foto: Gustavo Tílio)

O segundo tempo foi com freio de mão puxado. O Corinthians parecia satisfeito. O XV não. A equipe e a torcida de Piracicaba queriam a classificação e a vitória, tiveram que se contentar com o empate.

Bom para ambos. Corinthians segue invicto e o XV de Piracicaba se classificou para a próxima fase.

Na próxima fase, o Corinthians, melhor equipe da primeira fase, pegará o melhor segundo colocado e fará o confronto contra a Ponte Preta. Já o XV terá pela frente o Santos, na Vila Belmiro.  Nesta quinta-feira, às 11h, a Federação Paulista de Futebol divulgará as datas do mata-mata.

A partida

Jogando contra uma equipe ainda na briga por uma vaga nas quartas de finais, o Corinthians, repleto de reversas teve muito trabalho. Diante de um time bem armado, organizado o alvinegro paulista começou a partida correndo atrás da bola.

O XV, precisando do resultado partiu para cima do adversário, muito mais na base da vontade do que da qualidade técnica. A equipe adiantou a marcação, dificultando a saída do Corinthians.

Com dois amarelos nos defensores, o XV de Piracicaba passou a atacar pela direita, principalmente com Paulinho e Roni.

A partida que começou movimentada deu lugar para uma partida de muito toque de bola e perde e ganha. A movimentação do Corinthians titular deu lugar para um time reserva estático e marcador. Com mais vontade, o XV abriu o placar para o time do interior.

Aos 25 minutos, Éder Sciola cobrou lateral na área, Henrique ficou com a bola na área e bateu firme e Walter faz grande defesa. No rebote, Roni pegou o rebote e chutou sem chances de defesa para o goleiro corintiano.

A felicidade dos donos da casa durou menos de 10 minutos. O alvinegro resolveu jogar mais a frente e em dois ataques, o Corinthians virou o jogo.

Aos 30 minutos, Bruno Henrique recebeu a bola na intermediária, driblou Renan Foguinho e abriu espaço para bater. O volante soltou uma bomba e acertou o canto esquerdo de Roberto. Três minutos depois, a virada. Edilson cobrou escanteio pela direita, e Yago desviou na primeira trave. A bola atravessou a área e sobrou para Vagner Love, também de cabeça, fazer o segundo gol do timão no jogo.

O segundo tempo começou muito mais morno. Com a vitória parcial São Bento diante do Penapolense o XV estava garantido, mesmo perdendo para as quartas de final.

A primeira boa chance veio somente aos 20 minutos. Chico tabelou com Foguinho e chutou carimbando a trave direita de Walter.

O troco veio aos 27 minutos. Malcon partiu em velocidade e a bola chegou para Love, que bateu para boa defesa de Roberto.

Com as poucas chances e o cansaço chegando, tanto Corinthians quando o XV de Piracicaba passaram a administrar a partida, já que o resultado não era de todo o mal, principalmente para o Corinthians, que seguia invicto.

Os donos da casa tinham a disposição para atacar, mas não conseguia furar a defesa corinthiana, que abdicou do  ataque.

A”preguiça” alvinegra chamou o adversário que foi pra cima e conseguiu o empate.

Eder Sciola cruzou da direita na medida e Paulinho apareceu por trás da defesa na segunda trave. Walter pegou a primeira, mas a bola voltou para o mesmo Paulinho mandar para as redes do Corinthians.