ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians vacila e só empata com o Penapolense

Timão abre o placar no início do jogo, mas cede a igualdade na etapa final.

Por Eduardo do Carmo

O artilheiro Paolo Guerrero passa em branco e lamenta gol de empate do Penapolense (Foto: Ricardo Matsukawa/Terra)

Com o pensamento já no clássico de domingo contra o São Paulo, o Corinthians recebeu o Penapolense, no Pacaembu, na noite desta quarta-feira, pela 15ª rodada do Campeonato Paulista. Com muitos desfalques, a equipe do técnico Tite abriu o marcador em gol contra, se acomodou com o resultado e cedeu o empate por 1 a 1 ao time de Penápolis na etapa final.

Com oito placares de igualdade no Paulistão, o Timão é o rei dos empates até o momento. Seis vitórias e uma derrota completam a campanha do time mosqueteiro. Na quinta colocação, com 26 pontos, o Corinthians marcou 24 gols e sofreu 13. No próximo domingo, às 16h, contra o São Paulo, no Morumbi, o time alvinegro buscará a reabilitação no estadual com a volta de alguns titulares.

A briga pela classificação também faz parte da trajetória do Penapolense em seu primeiro Paulistão. O ponto conquistado no Pacaembu deixou o time do interior na oitava colocação com 21 pontos. Na próxima rodada, o Penapolense visita o Mirassol, sábado, às 18h30.

Para esta partida, Tite não contou com os seguintes atletas: Alessandro, Gil, Ralf, Danilo, Cássio, Renato Augusto, Alexandre Pato, Paulinho, Douglas e Igor, todos por lesão ou recuperação física. A zaga titular do segundo semestre de 2012 foi escalada novamente. Paulo André e Chicão protegeram o setor defensivo do Corinthians. Sem meias de ofício, quatro atacantes iniciaram o jogo: Emerson Sheik, Jorge Henrique, Romarinho e Guerrero.

Pelo Penapolense, os principais jogadores foram formados no próprio Corinthians. Antigo companheiro de Júlio César, Marcelo foi o responsável pelas defesas dos visitantes. O atacante Silvinho, autor do gol de empate, também começou a carreira no Parque São Jorge.

O jogo

Diante do Penapolense, Corinthians de Emerson Sheik (foto) empata mais uma no Paulistão (Foto: Alex Silva/Agência Estado)

O Corinthians precisou de apenas quatro minutos para abrir o placar. Romarinho sofreu falta e cobrou rápido para Emerson Sheik. Pela esquerda, Sheik fez boa jogada, cruzou para a área e o zagueiro Heleno mandou contra o próprio patrimônio.

O time de Penápolis arriscou algumas saídas para o ataque, porém sem sucesso. Os atacantes do Timão voltavam e saíam em velocidade para o campo ofensivo. Aos 15, em um mini escanteio, Jorge Henrique alçou a bola na área e quase aconteceu outro gol contra.

Aos 42, Guerrero recebeu de Jorge Henrique e tocou para Emerson, que bateu fraco para defesa de Marcelo. Três minutos depois, Fábio Santos encontrou Romarinho aberto pela esquerda. O jovem atacante cruzou, Jorge Henrique ajeitou e Guilherme disparou uma bomba, que saiu por cima do gol.

Na volta do intervalo, o Corinthians baixou o ritmo aos poucos e o Penapolense viu a possibilidade de chegar ao ataque com mais intensidade. Aos 8, Guerrero até tentou, mas mandou para fora. Aos 18, em cobrança de falta, Chicão quase deixou a sua marca. O time visitante, porém, fez bela jogada aos 29 e não perdoou. Fernando lançou Silvinho e, na saída de Júlio César, o atacante igualou o placar.

Com o empate, o Timão criou dois lances interessantes. Aos 35, Jorge Henrique bateu cruzado e a bola passou perto. Na última oportunidade, aos 46, Chicão desviou de cabeça e a bola raspou a trave do goleiro Marcelo.