ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians vence após oito jogos e afasta um pouco a crise

Pela 25ª rodada alvinegro enfrentou o Bahia em Mogi Mirim 

Por Luiz Soares

Longe de casa há mais de uma semana. É assim que o Corinthians está desde a última quarta-feira (25/09) quando enfrentou o Grêmio, no Pacaembu, pela Copa do Brasil. Agora, enfrentou o Bahia pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2013, em Mogi Mirim e venceu após oito jogos. O Corinthians venceu por 2 a 0 e chega a 34 pontos, subindo para a nona colocação. O timão terá uma maratona de jogos como mandante, mas fora de casa, apenas no dia 10/11 que o time de Parque São Jorge poderá ser mandante de um jogo.

Se a distância da capital parecia um prejuízo para o Corinthians, parece que não foi assim que os jogadores viram, pelo menos para esse primeiro jogo, apesar de um baixo público com aproximadamente 10 mil torcedores, o que pode gerar prejuízos econômicos ao time acostumado com bons públicos. O Corinthians joguei bem no primeiro tempo, mais com uma mistura de raça, correria, pressa e desespero, do que a típica organização e calma do time. Já no segundo tempo apenas administrou, fator já conhecido pelo time. Do lado do Bahia, o clima era de tranquilidade e organização, mas com o passar dos minutos o tricolor baiano começou a abusar de faltas.

Guerrero marcou o primeiro gol da partida contra o Bahia em Mogi Mirim (Foto:Reinaldo Canato/UOL)

Guerrero marcou o primeiro gol da partida contra o Bahia em Mogi Mirim (Foto: Reinaldo Canato/UOL)

O time do Corinthians entrou em campo com algumas mudanças, como a defesa que teve uma dupla que jogou junta pela primeira vez, o jovem zagueiro Felipe e Cleber, este último que estreou como titular no time. Além disso, Alessandro jogou na lateral esquerda no lugar de Igor e Guilherme voltou ao meio campo após contusão, deixando Ibson na reserva. Outro que ficou no banco foi o meia Douglas, que deu lugar ao atacante Alexandre Pato. O Corinthians jogou assim: Cássio; Edenilson, Felipe, Cleber e Alessandro; Ralf, Guilherme (Maldonado) e Danilo; Pato, Emerson (Romarinho) e Guerrero (Jocinei).

Já o Bahia, também teve alterações em comparação ao último jogo. Na lateral esquerda, Jussandro jogou no lugar de Raul. No meio campo, Fabrício Lusa saiu para dar lugar a Wallyson, alterando assim o estilo de jogo do Bahia com: Marcelo Lomba, Madson, Lucas, Fonseca, Titi, Jussandro; Feijão, Hélder, Marquinhos Gabriel (Wangler); Wallyson (Obina), Fernandão e Willian Barbio (Rafael Miranda).

O jogo

O jogo foi bem típico de jogos do Corinthians, mas com algumas diferenças. Logo aos dois minutos de jogo, o time entrou “pilhado” como sempre fala o técnico Tite, e Alexandre Pato já sofria falta importante e cobrou uma falta próxima a trave. Após esse lance, o time insistiu na correria, mas parecia mais desesperado e querendo mostrar vontade aos torcedores do que um time organizado e certo do que precisa para vencer, como acontecia nos últimos meses. Isso pressão durou até aproximadamente os 10 primeiros minutos de jogo.

Depois de assumirem a responsabilidade, os jogadores foram comprimentar o treinador pela vitória

Depois de assumirem a responsabilidade, os jogadores foram comprimentar o treinador pela vitória (Foto: Reinaldo Canato/UOL)

Após isso, o Bahia conseguiu emparelhar o jogo e arriscava um pouco mais e com muita tranquilidade e isso começou a irritar alguns corintianos, que entravam bem forte nas jogadas, as vezes até de forma desnecessária. Como o atacante Guerrero que empurrou Fernandão, na defesa do Corinthians, no canto do campo, quando a bola ia para lateral.

Mas, quando aos 20 minutos o atacante Guerrero abriu o placar de cabeça, com falha dos zagueiros do Bahia. A partir disso o time passou a se acalmar um pouco mais e, mostrando mais vontade dava mais perigo que o time adversário. E assim, aos 41 minutos, em jogada aérea, o estreante Cleber ampliou o placar de cabeça.

O segundo tempo foi uma repetição do primeiro, porém de forma um pouco mais burocrática. O Corinthians não arriscou muito, mas teve algumas oportunidades perdidas pelos atacantes do time, o que já vem acontecendo nos últimos oito jogos que o time não ganhou. Os atacantes não conseguiam finalizar, houve muita troca de passe errado, entre outros detalhes que permanecem no time alvinegro. Mas, como o Bahia não apresentou perigo e subia pouco para o ataque do Corinthians, ao passar do tempo o timão já começou a tirar o pé, trocar passe e esperar o tempo. O que se confirmou com a vitória.

Agora, o Corinthians vai para Minas Gerais enfrentar o Atlético Mineiro no próximo domingo, às 16h. Já o Bahia volta para casa, onde vai receber a Ponte Preta, no mesmo dia às 18h.