ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians vence Danúbio e segue 100% na Libertadores.

Nem mesmo o pênalti perdido por Renato Augusto aos 17 do segundo tempo impediu a vitória alvinegra.

Por Paulo Edson Delazari

Guerrero foi o destaque da partida e decidiu novamente. (Foto: Reuters)

Guerrero foi o destaque da partida e decidiu novamente. (Foto: Reuters)

Um primeiro entre Danúbio e Corinthians parecia sem futuro e que caminharia para um empate, nesta terça-feira, no Uruguai. Mas, o time brasileiro acordou na segunda etapa e, com gols de Guerrero e Felipe, venceu a partida por 2 a 1. Gonzalo diminuiu para os donos da casa.

O resultado deixa o time alvinegro ainda mais isolado na liderança do grupo 2 da Libertadores. Com três vitórias em três partidas, a equipe dirigida por Tite soma nove pontos e tem seis de vantagem sobre São Paulo e San Lorenzo, que se enfrentam nesta quarta-feira.

O primeiro tempo foi bastante sonolento. A equipe mandante assustou aos oito minutos, quando Castro cabeceou sozinho para defesa de Cássio. A melhor chance do Corinthians ocorreu aos 27 minutos, quando Uendel tentou encobrir o goleiro, mas viu a zaga evitar o gol. Na continuação do lance, Emerson bateu colocado, mas a bola passou raspando. O time alvinegro ainda reclamou de pênalti em Guerrero aos 39 minutos, mas o árbitro não marcou nada.

Sempre ele, Guerrero decide. (Foto: Reuters)

Sempre ele, Guerrero decide. (Foto: Reuters)

Aos 16 minutos, contudo, Cristian Gonzaléz derrubou Elias na área e dessa vez o juiz apontou pênalti. Renato Augusto foi para a cobrança e bateu por cima do gol. O Corinthians seguiu em cima e enfim abriu o placar aos 24 minutos, quando Fagner cruzou e Guerrero bateu de primeira, sem chances para o goleiro. O peruano, que voltou de suspensão e fez sua estreia na Libertadores, marcou seu 47º gol pelo Corinthians e ultrapassou Tevez como o maior artilheiro estrangeiro da história do clube.

O gol que matou o confronto ocorreu aos 34 minutos. Jadson cobrou falta da esquerda e o zagueiro Felipe balançou as redes de cabeça. Um minuto depois, Cássio fez bela defesa em chute de González. No final do duelo, Gonzalo arrancou, fez linda jogada individual e diminuiu o placar.

Corinthians e Danúbio voltam a se enfrentar no dia 1º de abril, dessa vez na Arena Corinthians. Uma vitória praticamente classifica a equipe de forma antecipada para o mata-mata do torneio continental.

FICHA TÉCNICA:

Danubio 1 x 2 Corinthians

Local: estádio Luis Franzini, em Montevidéu (URU)
Data: 17 de março de 2015, terça-feira
Árbitro: Julio Bascunãn (CHI)
Assistentes: Francisco Mondria (CHI) e Claudio Rios (CHI)
Cartões amarelos: Ricca e Graví (Danubio)
Gols:
Corinthians: Guerrero, aos 24 minutos do segundo tempo, e Felipe, aos 34 minutos do segundo tempo
Danubio: Barreto, aos 47 minutos do segundo tempo

DANUBIO: Torgnascioli; Velázquez (Graví), Cristian González, De los Santos e Ricca; Formiliano, Milesi (Barreto) e Sosa; Tabárez (Ignacio González), Castro e Fornaroli
Técnico: Leonardo Ramos
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Uendel; Ralf; Jadson, Elias, Renato Augusto (Danilo) e Emerson; Guerrero
Técnico: Tite