ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians reeditará quartas de 2012 com a Ponte Preta.

Última rodada do Paulistão tem vitória de 2 a 0 sobre o Atlético de Sorocaba e a presença de Pato, Emerson Sheik e Guerrero pela primeira vez juntos como titulares.

Por Luiz Soares

Pato festeja gol marcado contra o Atlético Sorocaba. (Foto Mauro Horita / Ag Estado).

No último jogo da primeira fase do Paulistão 2013, o Corinthians vence o Atlético de Sorocaba, no Pacaembu, por 2 a 0 e se classifica como quinto colocado da competição. Sob o olhar de um bom público, 24 mil torcedores, o time do técnico Tite teve um jogo tranquilo e agora, na fase de quartas de final, enfrentará a Ponte Preta, em Campinas. Trata-se do mesmo adversário das quartas de final do ano passado, porém, na ocasião, o jogo aconteceu em São Paulo.

Ao contrário do que alguns imaginavam, o Corinthians entrou em campo com força máxima e, mesmo que já classificado, aproveitou para somar pontos. Agora são 35,  que continuam a valer caso o time alvinegro avance às próximas fases. O destaque da escalação corintiana foi o ataque que contou com Pato, Sheik e Guerrero, começando juntos pela primeira vez.

Ao longo do jogo o trio mostrou serviço e Alexandre Pato, mesmo marcando um gol e se apresentando bastante com boas jogadas, teve uma atuação um pouco mais discreta que Sheik e Guerrero. Este último mostrou uma característica pouco vista anteriormente, a qualidade nos dribles e passes para deixar os companheiros próximos do gol. Exemplo disso foi o drible que, tirou dois jogadores adversários da jogada, e o meia Danilo na cara do gol para marcar o primeiro tento corintiano. Sheik, por sua vez, aproveitou sua velocidade e bom preparo físico para tentar furar a zaga adversária, mas em algumas jogadas abusou da individualidade.

Como resumo, a concorrência que Pato enfrenta no Corinthians, com os companheiros sempre apresentando bom desempenho, deve ser o motivo para Tite insistir em manter o camisa 7 como reserva na maioria dos jogos.

O jogo

Além do trio ofensivo, o Corinthians contou com: Danilo Fernandes no gol, que praticamente não foi exigido, mas deu pequenos sustos ao torcedor corintiano. O que pode trazer uma nova dúvida a Tite sobre a utilização de Júlio Cesar, que hoje nem no banco estava. As laterais contaram com Alessandro e Fábio Santos, que foram bem na defesa e souberam apoiar quando necessário. Os zagueiros Paulo André e Gil também foram bem, mas o volante Ralf, parecia estar um uma final de campeonato. O jogador combateu várias jogadas do Atlético e, em jogadas inofensivas, chegava forte nos adversários, mostrando muita vontade em seus combates. Paulinho foi mais uma vez essencial para o novo esquema de Tite. Danilo, além de trocar bons passes, deixou sua marca mais uma vez, o que tem acontecido constantemente.

Com essas atuações, todo o time corintiano mostrou muita vontade e deu pouca chance ao Atlético de Sorocaba, que se mantem no Paulistão. O time do interior finalizou sua participação na edição de 2013 com 19 pontos na 15ª colocação. Durante o jogo, o time visitante apresentou um bom futebol, principalmente no início do jogo. Apesar disso, não aplicou um ritmo de jogo que apresentasse perigo ao gol corintiano.

Com o passar do tempo, o Corinthians foi acertando seu esquema e com bons passes e triangulações. O que resultou no primeiro gol corintiano apenas aos 35 minutos do primeiro tempo. O segundo saiu ao fim da primeira etapa com um lance de sorte. Pato aproveitou rebote do chute de Paulinho na trave e empurrou a bola para o gol.

O segundo tempo foi a etapa da administração corintiana. O time aproveitou para segurar a partida, um típico estilo de jogo para ocasiões de mata a mata, que a partir de agora enfrentará algumas vezes. Além da troca de passes, Tite realizou algumas modificações, como a saída de Pato, dando lugar a Romarinho e Jorge Henrique, no lugar de Danilo. Os suplentes entraram bem e realizaram algumas jogadas mais agudas, com bastante velocidade. Mas, o segundo tempo como um todo acabou ficando frio.

Com o final da partida, o time corintiano termina a fase com, além dos 35 pontos, nove vitórias, oito empates e duas derrotas. Foram 31 gols a favor, 16 contra, totalizando um saldo de 15 gols. Esses números resultaram no aproveitamento de 61%. Agora, o time aguarda a data do jogo contra a Ponte Preta, que será anunciada amanhã, além da preparação para o primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores, contra o Boca Juniors, na Argentina, no dia 01º de maio.