ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Corinthians vence Grêmio e fica próximo da Libertadores.

Foi suado, sofrido, mas Timão está com um pé na Libertadores.

Por Paulo Edson Delazari

Guerrero o talismã alvinegro vibra com gol da vitória corintiana. (Foto: Reprodução).

Guerrero o talismã alvinegro vibra com gol da vitória corintiana. (Foto: Reprodução).

Contando com o apoio de um estádio com mais de 36 mil torcedores cheio, o time alvinegro sofreu até os instantes finais, mas conseguiu bater o Grêmio por 1 a 0 e conseguiu encaminhar muito bem a vaga à competição continental. O gol, claro, não poderia ser de ninguém menos que Guerrero, o herói corintiano.

A vitória colocou o Corinthians com 66 pontos, cinco a mais que o Atlético-MG, primeiro time fora do G-4. Mas o que mais interessa, na verdade, é a vantagem de seis pontos aberta justamente contra o Grêmio. Afinal de contas, Atlético e Cruzeiro fazem a final da Copa do Brasil e qualquer que seja o campeão deve abrir mais uma vaga no Brasileirão.

Faltando duas rodadas para o fim da competição, as contas são simples: o Corinthians está a apenas um ponto da classificação. A vaga pode ser confirmada já no próximo domingo, quando o time alvinegro visita o Fluminense. Se ainda não sair, fica para a última rodada, em casa, diante do já rebaixado Criciúma, caso Grêmio empate ou perca, o time de Parque São Jorge estará classificado da mesma forma.

Contudo, isso tudo pode virar frustraçãio, se o Corinthians não sofrer um grande revés fora de campo. Na próxima quinta-feira, o time alvinegro será julgado pela possível escalação irregular de Petros e pode até perder quatro pontos.

Já o Grêmio se complica bastante. O time tricolor fica agora três pontos do arquirrival Internacional e ainda leva desvantagem nos critérios de desempate (tem duas vitórias a menos). Felipão e companhia só conseguirão a vaga se o Inter não vencer mais nenhuma vez. Os gremistas voltam a campo no próximo domingo para visitar o Bahia e encerram o torneio em casa contra o Flamengo.

O jogo

Dudu é acompanhado de perto por Jadson. (Foto: Gazeta Press).

Dudu é acompanhado de perto por Jadson. (Foto: Gazeta Press).

O Corinthians começou muito melhor e dominou todo o primeiro tempo. Logo aos 10 minutos, só não abriu o placar por causa da trave. Fagner cruzou para trás, Guerrero dominou e, mesmo com pouco espaço, achou uma bomba que parou no poste de Marcelo Grohe. Aos 22, mais um cruzamento e mais um susto para os gremistas. Desta vez pelo alto, Felipe ganhou em cobrança de escanteio, mas a cabeçada passou rente ao travessão.

Quando acertou o alvo, o Corinthians parou em Grohe. Aos 30 minutos, Fábio Santos fez boa jogada pela esquerda e rolou para trás. Guerrero apareceu para finalizar, mas não pegou tão forte na bola e permitiu que o goleiro rival fizesse a defesa. A última chance da etapa inicial veio no minuto seguinte, em uma bomba de longe de Fágner que passou com muito perigo e bateu nas redes, mas pelo lado de fora.

O segundo tempo, porém, começou com uma história completamente diferente. Logo aos 2 minutos, o Grêmio balançou as redes. Cássio deu rebote em chute de Giuliano, e Barcos aproveitou para empurrar para as redes. O problema é que o argentino estava impedido, e o gol acabou sendo anulado. O time gaúcho ainda seguiu pressionando, mas sem conseguir criar muitas chances claras.

O Corinthians também chegou a balançar as redes, mas também não pôde comemorar. Aos 23, Luciano aproveitou uma bate-rebate e tentou o chute cruzado. Marcelo Grohe espalmou, a bola bateu em Rhodolfo e entrou. Na hora do chute para trás, porém, o juiz disse que a bola já havia passado a linha de fundo do campo.

O lance era um indício de que o Corinthians passaria a dominar a partida de novo. O gol, porém, só sairia com um dedo de Mano Menezes. Jadson entrou em campo aos 34 minutos. No primeiro minuto, colocou uma cobrança de falta na cabeça de Felipe. O zagueiro subiu bonito e cabeceou sem chances para Grohe, mas a bola caprichosamente bateu na trave.

Na jogada seguinte, Jadson apareceu de novo e deu um passe magistral para Petros, que dominou dentro da área e cruzou rasteiro. Guerrero dominou, girou e bateu para o gol. A bola passou entre as pernas do zagueiro Rhodolfo e ainda muito perto de Marcelo Grohe, mas acabou finalmente entrando.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 0 GRÊMIO

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 23 de novembro de 2014, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago e Guilherme Dias Camilo (ambos de MG)
Público: 36.307 pagantes (total de 36.511)
Renda: R$ 2.644.690,00
Cartões amarelos: Cássio (Corinthians); Dudu e Alan Ruiz (Grêmio)
Gol: CORINTHIANS: Guerrero, aos 37 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Fábio Santos; Ralf, Elias (Danilo), Petros e Renato Augusto (Jadson); Malcom (Luciano) e Guerrero. Técnico: Mano Menezes

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Ramiro, Bressan, Rhodolfo e Zé Roberto; Walace, Fellipe Bastos, Riveros (Giuliano), Luan (Alan Ruiz) e Dudu (Lucas Coelho); Barcos. Técnico:Luiz Felipe Scolari