História Corinthians

SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA

 

 

Fundação

01 de Setembro de 1910

História

Em 1° de setembro de 1910, um grupo de cinco operários (Joaquim Ambrósio, Antônio Pereira, Rafael Perrone, Anselmo Correa e Carlos Silva), do bairro paulistano do Bom Retiro, sob a luz de um lampião, às oito e meia da noite, decidiram criar um novo time de futebol. Além de mais oito pessoas que contribuíram com 20 mil réis e também foram considerados sócio-fundadores.

A idéia surgiu depois de assistirem à atuação do Corinthian FC, equipe inglesa de futebol, fundada em 1882, que excursionava pelo Brasil, os ingleses eram chamados pela imprensa de “Corinthian’s Team”. Batizado de “Sport Club Corinthians Paulista” a equipe viria a se tornar uma das maiores do futebol nacional.

Inicio da fundação do Corinthians

O presidente escolhido por eles foi o alfaiate Miguel Battaglia, que afirmou: “o Corinthians vai ser o time do povo e o povo é quem vai fazer o time”. O Corinthians foi o primeiro clube paulista a abrir espaço para jogadores pobres e o segundo clube do futebol brasileiro a aceitar atletas negros no time.

Em 1913, depois de uma dissidência entre três clubes que disputavam o Campeonato Paulista abriu a oportunidade para clubes de origem popular, conhecidos à época como “varzeanos”, disputassem a competição organizada pela LPF (liga paulista de futebol). Após vencer o Minas Gerais, representante do bairro do Brás, e o FC São Paulo, do bairro do Bixiga, o Corinthians ganhou o direito de disputar pela primeira vez o campeonato da LPF.

Sua estréia no Campeonato Paulista foi contra o Germânia, no dia 20 de abril de 1913, em duelo que terminou com vitória adversária, pelo placar de 3×1. A primeira vitória corintiana viria no dia 7 de setembro, um 2 a 0 contra o Germânia. No final do Paulista de 1913, o Corinthians terminou na quarta colocação, com seis pontos ganhos (uma vitória, quatro empates e três derrotas, oito gols a favor e 16 contra). De positivo, o time revelaria dois futuros ídolos: Neco e Amílcar.

A temporada seguinte seria marcante para a história corintiana. Com apenas quatro anos de existência, o time conquistou seu primeiro título paulista, pelo Campeonato Paulista de 1914, organizado pela (LPF). Sendo campeão de forma invicta, com 10 vitórias em 10 partidas, 37 gols marcados e 9 gols tomados. Com 12 gols, Neco foi o artilheiro da competição. A equipe era formada por: Sebastião, Fúlvio, Casimiro II, Police, Bianco, César, Américo, Peres, Amílcar, Aparício, Neco, entre outros.

Nas décadas de 1920 e 1930, o Corinthians firmou-se como uma das equipes mais importantes de São Paulo No período, o clube arrematou nove títulos paulistas – sendo três tricampeonatos.

Nas outras duas décadas, o Corinthians viveu um jejum de títulos paulistas. Sem conquistas estaduais, o clube do Parque São Jorge consolou-se em levar por quatro vezes a Taça São Paulo (em 1942, 1943, 1947 e 1948). Sem ter a disposição seu poderio técnico dos últimos cinco anos, o Corinthians foi vice-campeão paulista cinco vezes, sendo três delas seguidas, entre 1942 e 1950, numa época de ascensão do São Paulo, liderado pelo atacante Leônidas da Silva, como nova força no futebol paulista.

No final da década de 1950, assumiu a presidência do clube por voto direto dos associados Vicente Matheus, que comandou o Corinthians durante oito mandatos. Durante seu mandato o time fez grandes contratações, como Palinha, que veio do Cruzeiro por 7 milhões de Cruzeiros e Zenon, que estava na Arabia Saudita.

Equipe Campeão paulista de 77

Com Socrates a frente da equipe, os anos 80 foi o périodo da “Democracia corintiana”. Tudo era resolvido pelo voto, das contratações ao local de concentração.

Outro periodo vencedor e polêmico foi o a era Dualib que foi marcada por parcerias com grupos privados: Banco Excel (1997), Hicks Muse, Tate & Furst Incorporated (de 1999 a 2001) e MSI (de 2005 a 2007). Entre grandes nomes que defenderam o clube, destacam-se Gamarra, Rincón, Vampeta, Edílson, Ricardinho, Kléber, Dida (era Hicks Muse); Carlitos Tevez, Mascherano e Nilmar (era MSI), dentre outros tantos.

Estádio

Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu).

Inaugurado: 27 de Abril de 1940

Maior público – 71.280 pessoas em partida contra o São Paulo em 1942.

Primeiro Jogo

Corinthians 0 X  União da Lapa

10/09/1910

Amistoso

Primeiro Gol

O primeiro gol do Corinthians foi de Luiz Fabbi, contra o Estrela Polar na vitória Corintiana por 2×0 no dia 14 de setembro de 1910.

Primeiro Título

Em 1914, com apenas quatro anos de vida, o Corinthians sagrou-se campeão Paulista. A campanha corintiana foi feita com – 10 vitórias em 10 partidas, 37 gols marcados e 9 gols tomados – sendo campeão de forma invicta. Com 12 gols, Neco foi o artilheiro da competição. A equipe que conquistou o primeiro título da história corintiana era formada por: Sebastião, Fúlvio, Casimiro II, Police, Bianco, César, Américo, Peres, Amílcar, Aparício, Neco, entre outros.

O Neco foi um dos maiores artilheiros da história do Corinthians. Ao total o atacante marcou 235 gols com a camisa Anvinegra.

Títulos

  •  1  Campeonato Mundial

2000 – Vasco 0 X 0 Corinthians (4×2 nos pênaltis)

  •  3  Copa do Brasil

1995, 2002, 1999

  •  5 Brasileiros

1990, 1998, 1999, 2005, 1011

  • 5  Rio São Paulo

1950, 1953, 1954, 1966, 2002

  • 26 Paulistas

1914, 1916, 1922, 1923, 1924, 1928, 1929, 1930, 1937, 1938, 1939, 1941, 1951, 1952, 1954, 1977, 1979, 1982, 1983, 1988, 1995, 1997, 1999, 2001, 2003, 2009

 

Artilheiros

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Confrontos

 

Hino

Salve o Corinthians,
O campeão dos campeões,
Eternamente dentro dos nossos corações
Salve o Corinthians de tradições e glórias mil
Tu és orgulho
Dos esportistas do Brasil

Teu passado é uma bandeira,
Teu presente, uma lição
Figuras entre os primeiros
Do nosso esporte bretão

Corinthians grande,
Sempre Altaneiro,
És do Brasil
O clube mais brasileiro

Salve o Corinthians,
O campeão dos campeões,
Eternamente dentro dos nossos corações
Salve o Corinthians de tradições e glórias mil
Tu és orgulho
Dos esportistas do Brasil

Salve o Corinthians,
O campeão dos campeões,
Eternamente dentro dos nossos corações
Salve o Corinthians de tradições e glórias mil
Tu és orgulho
Dos esportistas do Brasil

ouvir

Hino-do-Sport-Club-Corinthians-Paulista-SP

Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Estat%C3%ADsticas_do_Sport_Club_Corinthians_Paulista

www.corinthians.com.br