ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Coritiba letal no jogo aéreo liquida São Paulo

Duas bolas alçadas na área foram suficientes para levar o Coxa a final.

Por Paulo Edson Delazari

 Jogando no Couto Pereira para mais de 25 mil torcedores Coritiba da as cartas e mostra quem manda em seu domínio na Copa do Brasil, com a vitória de 2×0 sobre o São Paulo o time paranaense chega a 11º vitória em sua casa no torneio desde de o ano de 2011.

Rodolfo não para Jogo aéreo do Coxa (Hedeson / VIPCOMM)

Mostrando um futebol pragmático e de muita marcação o Coxa não mostrou desespero e taticamente se impôs sobre um São Paulo sem muita coordenação em campo. A zaga do tricolor paulista que já é questiona desde o começo do ano com Paulo Miranda, ficou pior sem ele e se tornou presa fácil para o clube paranaense que fez a conta certa no jogo aéreo, sendo letal quando o assunto era bola alçada na área são paulina marcando seus dois gol de cabeça.

O São Paulo tentou buscar o gol que o levaria para a final, mas não obteve êxito, nem mesmo as mudanças feitas pelo técnico Emerson Leão que colocou Maicon e Fernandinho nos lugares de Casemiro e Jadson, e nem a entrada de Willian José no lugar de Cortes, surtiram efeito. Assim o São Paulo amarga sua 17º tentativa de chegar à final de uma competição mata-mata desde 2005 quando conquistou a Libertadores. Cabe lembrar que os títulos brasileiros de 2006, 2007 e 2008 foram conquistados por pontos corridos.

O jogo

4″ do 1º tempo – A bola volta da defesa tricolor e Ayrton aproveita para dar um chutão perigoso, que passa por cima do gol de Dênis

10″ do 1º tempo – São Paulo chega com perigo com Jadson, que chuta e a defesa manda para escanteio.

17″ do 1º tempo – Ayrton chega pela direita e experimenta para o gol. A bola sai fraca e passa perto da trave esquerda de Denis.

24″ do 1º tempo – Lucas avança pela direita, vai driblando, invade a área e quando abriu, ele chutou. A bola passou pertinho da trave, Luis Fabiano lamenta pois estava em condições de receber a bola e Lucas não levantou a cabeça.

26” do 1º tempo – Gol de Emerson. Na cobrança de escanteio, o zagueiro Emerson sobe mais do que todo mundo na área no meio de cinco marcadores do Tricolor e manda para dentro das redes fazendo seu primeiro gol na competição.

34″ do 1º tempo – Jadson bate falta dentro da área, a bola chega no segundo pau onde Edson Silva cabeceia, mas a bola sai.

38″ do 1º tempo – Sufoco na zaga do Coritiba. Pereira erra saída de bola entregando de graça para Jadson que passa para Luis Fabiano que chega com certa liberdade e chuta, mas Emerson consegue rebater, no rebote, Lucas fica com ela, avança e chuta cruzado. A bola sai bem pertinho da trave de Vanderlei.

5″ do 2º tempo – Cícero da passe preciso para Luis Fabiano na área, ele chega nela e tenta encobrir o goleiro, mas encobre o gol também, chance clara desperdiçada.

15″ do 2º tempo – Jadson faz bela cobrança de falta, mas o goleirão consegue espalmar.

26″ do 2º tempo – Cobrança de falta que Luis Fabiano bate muito bem no ângulo. Vanderlei vai junto e coloca a bola para fora, bela defesa.

29” do 2º tempo – Lucas recebe a bola, avança com ela no pé e chuta com veneno no lado direito. O goleiro Vanderlei estava esperto e salva o Coxa.

35″ do 2º tempo – Willian avança, faz bela assistência para Lincoln, que chuta para o gol. A bola passa pertinho do gol São Paulino.

Luis Fabiano Lamenta gol perdido (Hedeson/ VIPCOMM)

38” do 2º tempo Luis Fabiano sempre perigoso! O atacante recebe na entrada da área, gira tirando a marcação e manda um chute com endereço certo. Mas ela sai pela linha de fundo raspando o poste direito do Coritiba.

49” do 2º tempo – Fim de Jogo festa da torcida do Coritiba nas arquibancadas, com o resultado o Coritiba chega a sua segunda final consecutiva de Copa do Brasil igualando os feitos de Flamengo, Corinthians e Grêmio.

Os dois times voltarão a campo no fim de semana pelo Campeonato Brasileiro. No sábado, o São Paulo enfrentará a Portuguesa, às 18h30m, no estádio do Canindé. No dia seguinte, o Coritiba vai até a Baixada Santista para enfrentar o Santos.