ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Costa Rica faz bonito, Holanda vai as semifinais da Copa 2014.

Os ticos como são conhecidos na Costa Rica saíram de cabeça erguida da competição após perder nos penais para a Laranja Mecânica.

Por Paulo Edson Delazari
Momento de união e fé da equipe Costariquenha aguardando as cobranças de penaltis. (Foto: Getty)

Momento de união e fé da equipe Costariquenha aguardando as cobranças de penaltis. (Foto: Getty)

Em jogo válido pelas quartas de final da Copa do Mundo 2014 na Arena Fonte Nova em Salvador, prevaleceu a melhor defesa da Costa Rica contra o melhor ataque da Holanda no tempo normal e na prorrogação que terminou 0 a 0. Contudo nas penalidades brilhou a estrela de Van Gaal que colocou Krhul no lugar de Cillessen só para a cobrança de pênaltis e o goleiro mostrou a que veio, pegou duas cobranças e determinou a classificação da Holanda por 4 a 3.

A Costa Rica se despediu de forma invicta e fez sua melhor campanha em Copas do Mundo e a melhor defesa da competição, sofrendo apenas dois gols em cinco jogos. Já a Holanda passou a primeira partida sem marcar e se classificou para as semifinais onde enfrentará a Argentina em São Paulo no dia 09 na Arena São Paulo às 17h. O vencedor pegará Alemanha ou Brasil que disputam a outra semifinal um dia antes em Belo Horizonte.

O jogo

A troca de Krul no lugar de Cillessen fez diferença a favor da Holanda. (Foto: Getty).

A troca de Krul no lugar de Cillessen fez diferença a favor da Holanda. (Foto: Getty).

No confronto da melhor defesa da Copa (Costa Rica), contra o melhor ataque (Holanda), o mínimo que podia se esperar era um jogo equilibrado com um leve favoritismo para Holanda. O favoritismo não apareceu de imediato e a grande chance do primeiro tempo surgiu em boa jogada holandesa somente aos 21 minutos quando Kwuit cruzou para Sneijder, o meia rolou para Van Persie do lado esquerdo que encheu o pé cruzado, Navas se jogou na bola e defendeu, na sobra Sneijder chutou e Navas pegou a bola.

Cinco minutos depois Menphis tomou a bola na meia ofensiva após passe errado de Brian Ruis e chutou forte contra a meta costariquenha, novamente Navas defendeu, desta vez com o pé esquerdo.

 Outra oportunidade só ocorreu aos 38 minutos em lance de bola parada Robben recebeu falta na entrada da área Sneijder bateu no ângulo direito de Navas que efetuou uma espetacular defesa para escanteio.

Segunda etapa

Krul voa e defende cobrança de Brian Ruis abrindo vantagem para a Holanda. (Foto: Getty).

Krul voa e defende cobrança de Brian Ruis abrindo vantagem para a Holanda. (Foto: Getty).

O segundo tempo começou e o jogo seguiu com mesmo panorama, a Holanda atacando e a Costa Rica tentando contratacar, a disputa de bola no meio campo seguia forte. O primeiro ataque perigoso aconteceu somente aos 37 em falta batida por Sneijder que bateu na trave direita de Navas e com bola afastada pela zaga. Um minuto depois foi a vez de Van Persie, o atacante deu um corte no zagueiro Gonzales, mas Navas estava lá para impedir novamente, com uma linda defesa.

A Hoalnada continuava em busca do gol, aos 46 Van Persie bateu falta no bico da grande área pelo lado direito de ataque, Navas defendeu, na sobra Lens abriu para Blind o lateral cruzou rasteira, Van Persie bateu e Dias tirou em cima da linha, a bola ainda bateu no travessão e a zaca dos ticos afastaram o perigo.

Prorrogação

Muita disposição, bastante cansaço por ambas as partes e uma soberania da melhor defesa da Copa contra o melhor ataque. Para se ter uma ideia desta supremacia, a Holanda sequer conseguiu chutar a gol na primeira etapa da prorrogação. A Costa Rica se defendeu e também não chutou a gol.

No segundo tempo da prorrogação muitas falta e nenhum ataque de destaque, nem mesmo após a entrada de Huntelar. A melhor chance aconteceu por parte da Costa Rica, Dias Cruzou e Brian Ruiz por pouco não chegou na bola. Um minuto depois Bolanhos recebeu no mano a mano contra De Vridj, driblou o zagueiro e chutou para bela defesa de Cillessen.

O sempre decisivo Sneijer apareceu aos 13 minutos, o meia da intermediária puxou para perna direita e arrematou colocado, a bola caprichosamente explodiu no travessão de Navas. Antes do fim da partida Van Gaal colocou Krul no lugar de Cillessen somente para disputa de penalidades.

Penalidades Máximas.

O brasileiro Celso Borges abriu as batidas diante de Krul que só entrou para pegar os penais, mas de nada adiantou. Costa Rica 1 a 0.

Pela Holanda bateu Van Persie, no canto esquerdo de Navas empatando as cobranças. Holanda 1 x 1 Costa Rica.

O craque costariquenho bateu, Brian Ruis no canto também, mas Krul defendeu.

Robben aumentou para Holanda. 2 a 1

Gonzales bateu a terceira e empatou em 2 a 2.

Sneijder bateu a terceira da Holanda e colocou a laranja mecânica na frente. 3 x 2.

Bolaños deixou a Costa Rica viva e empatou a partida em 3 a 3.

Kwit bateu a quarta e colocou a Holanda na frente. 4×3.

Dias bateu a quinta Ada Costa Rica e Krul aposta de Van Gaal defendeu novamente. Fim de partida Holanda classificada.

Holandeses comemoram classificação as semifinais, onde enfrentarão a Argentina. (Foto: Getty)

Holandeses comemoram classificação as semifinais, onde enfrentarão a Argentina. (Foto: Getty)