ÚLTIMAS NOTÍCIAS
De ressaca, Corinthians perde para o Botafogo

Timão entra com os titulares, mas perde por 3 a 1 e segue na zona de rebaixamento

Por Eduardo do Carmo

Ainda em clima de festa, o Corinthians recebeu o Botafogo, no Pacaembu, nesta quarta-feira, em jogo atrasado da sétima rodada do Brasileirão. Mesmo com o time titular, o Timão jogou mal, foi derrotado por 3 a 1 e segue na zona de rebaixamento do campeonato nacional.

Nas últimas semanas, o Timão estava envolvido na Libertadores e, por isso, pediu a remarcação desta partida, que estava agendada para o primeiro dia de julho. Com isso, o técnico Tite conseguiu colocar o time titular diante do Fogão, mas não conseguiu os três pontos que tirariam o time do Z-4.

Com a derrota, o Corinthians permanece na décima nona posição, com cinco pontos. Na próxima rodada, mais um jogo em casa, dessa vez contra o Náutico, no sábado, às 18h30. Já o Botafogo, na quarta colocação, com 15 pontos, enfrentará o Fluminense, no domingo, às 16h.

jogadores de 77 e os atuais com a faixa de Campeão da Libertadores (Foto: Tom Dib/Lancepress)

Para o confronto de alvinegros, os únicos desfalques do Timão eram: Leandro Cástan (negociado com a Roma) e a dupla de ataque Emerson e Jorge Henrique (poupados).

O grande diferencial dos cariocas foi o auxílio dos laterais no ataque. Lucas e Márcio Azevedo apareciam no campo ofensivo e davam opções para a criação de jogadas. Pelo lado paulista, apenas Romarinho brigava na frente, mas sozinho não conseguiu fazer milagre.
Antes do início da partida, o time campeão da Libertadores deste ano recebeu a faixa das mãos dos heróis de 1977. Os campeões paulistas daquele ano, título que colocou fim a um jejum de 23 anos sem conquistas do Corinthians, entregaram as faixas do título continental aos atuais jogadores. Basílio, Wladimir, Tobias, Geraldão, Zé Eduardo e Zé Maria participaram da homenagem.

O jogo

Aos 8 minutos, o Botafogo chegou com Cidinho, que tabelou com Lucas e chutou cruzado. O goleiro Cássio se esticou todo e a bola saiu pela linha de fundo, rente à trave direita. A resposta do Corinthians aconteceu aos 12 minutos com Romarinho. O atacante subiu livre na área e cabeceou muito perto do gol.

O time carioca voltou ao ataque, aos 25, em cobrança de falta. Elkeson chutou forte e assustou os donos da casa. Já aos 27 minutos, Andrezinho avançou pela direita e cruzou. O zagueiro Paulo André tentou tirar de carrinho, mas mandou contra o próprio patrimônio. O Corinthians ensaiou uma pressão, mas criou poucas chances no decorrer do primeiro tempo. Aos 39 minutos, em jogada pela esquerda, Fábio Santos lançou na área, mas Jefferson afastou o perigo. Márcio Azevedo, esperto, ainda salvou com rapidez.

Aos 42, um susto no gramado do Pacaembu. Lucas Zen e Antônio Carlos, do Botafogo, se chocaram de cabeça e saíram sangrando. Os jogadores receberam atendimento médico e voltaram a campo. Os dois últimos lances da etapa inicial foram a favor do Timão. Depois de jogada confusa dentro da área, aos 44, Romarinho chutou, Jefferson tirou e a bola sobrou para Elton, que chutou para o fundo das redes. No entanto, o árbitro anulou o tento, pois marcou toque de mão do atacante corinthiano. Já nos acréscimos, Alex arriscou de fora e Jefferson espalmou para o lado.

No intervalo, Chicão pediu tranquilidade e finalização correta nas oportunidades do Corinthians na etapa final. Parece que o Botafogo escutou a dica e colocou em prática o pensamento do zagueiro adversário. Aos 11 minutos, Lucas chegou bem pela direita e cruzou rasteiro. Elkeson se antecipou a zaga e ao goleiro Cássio e aumentou o placar.
Elkeson continuou ligado e fez o seu segundo gol na partida, o terceiro do Botafogo. Aos 23 minutos, atacante aguardou lançamento de Andrezinho, dominou e balançou as redes.

Os visitantes diminuíram o ritmo, mas o Corinthians não conseguiu criar chances. O único lance de perigo veio apenas aos 42, quando Fábio Santos foi derrubado na área e sofreu pênalti. Na cobrança, Chicão finalizou no meio do gol e diminuiu o marcador.