ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Decisão fica para quarta no Pacaembu.

Corinthians arranca empate heroico na Bombonera 1×1 e decide em São Paulo

Por Paulo Edson Delazari

Riquelme entra na La Bombonera ( Foto: Diário Olé)

O cenário não podia ser diferente, La Bombonera, Buenos Aires, Argentina, este foi o palco que abrigou o primeiro jogo da Final da Libertadores 2012 entre Boca Juniors X Corinthians, 50 mil espectadores lotaram o estádio, destes 2.450 eram corinthianos, que virão de perto um empate heroico. Mesmo saindo atrás o Timão encontrou a bola que precisava e trouxe o empate graças à estrela do atacante Romarinho, que no domingo passado houvera feito dois gols sobre o arquirival Palmeiras.

O time do Boca Juniors disputa sua a décima final da competição, feito somente alcançado pelo Penharol do Uruguai. Não à toa a experiência fez a diferença durante mais de 85 minutos de partida para o time argentino, o time de Riquelme saiu na frente e pressionou principalmente no segundo tempo, porém a frieza de Emerson para enfiar a bola para o atacante Romarinho e a sorte de uma cabeçada que explodiu no poste de Cássio aos 46 minutos do segundo tempo, deixou a decisão em aberto.

O que se viu pela cidade foram muitos fogos e buzinaço por parte dos torcedores corinthianos, como se a equipe tivesse conquistado o título diante do empate na Argentina, mas os jogadores corinthianos e o técnico Tite seguem com os pés no chão e sabem que o Boca Juniors é um time tradicional, já veio ao Brasil e conquistou três taças Libertadores no nosso território.

Conseguimos um bom resultado, mas não tem nada decidido, faremos a final no Pacaembu, mas respeitamos a equipe do Boca Juniors. –  afirmou o técnico Tite.

Chicão não fugiu o discurso e afirmou: ” Vamos respeitar a equipe do Boca que fez uma grande partida aqui e tentar ganhar o titulo no Pacaembu que estará cheio, assim como fez a torcida do Boca aqui”.

O Jogo

Riquelme e Paulinho disputam bola ( Foto: Diário Olé)

Primeiro Tempo

A marcação foi a grande tônica da partida, dois times que sabem marcar e tocar como ninguém, pacientes, não se lançavam ao ataque de forma desorndenada, com isto o primeiro tempo teve poucas chances de gol, a primeira delas foi do Corinthians.

7 minutos – Paulinho divide com Roncaglia que dá bobeira e de fora da área arremata no ângulo do goleiro Orion que espalma para escanteio de forma espetacular.

9 minutos – O zagueirão tenta se redimir e se lança ao ataque, da esquerda para a direita corta dois defensores do Timão, a bola bate em Chicão e vai para escanteio.

13 minutos – Pressão do Boca que envolve a defesa corinthiana com triangulações do lado do campo, em dois cruzamentos na área a zaga alvinegra tira o perigo.

Deste momento em diante o jogo seguiu truncado, Roncaglia após falta em Emerson recebeu cartão amarelo e nenhuma das equipes chegava de forma efetiva até que surgiu Danilo.

Santiago Silva da linda bicicleta (Foto: Diário Olé)

30 minutos – Danilo recebe passe de Alex e de fora da área arrisca o chute que sai fraco para fácil defesa de Orion.

34 minutos – Enfim um lance com cara de final, em jogada pela ponta o atacante Munche cruza na área e Santiago Silva da uma bicicleta linda, a bola só não entra porque bate em Alessandro, impedindo aquele que seria o primeiro gol da partida.

Daí em diante o primeiro tempo seguiu como se espera dos dois times, o Boca tentando atacar e o Corinthians se defendendo, sem nenhuma grande chance para nenhum dos lados.

 

Segundo Tempo

O Boca Junior voltou com tudo e logo no primeiro minuto obteve um escanteio, a pressão seguiu sem muito perigo até a primeira grande chance da segunda etapa.

Roncaglia comemora gol com Santiago Silva (foto: Diário Olé)

4 minutos – Mouche fintou do lado esquerdo e tocou para Riquelme que chutou sobre o gol de Cássio.

9 minutos – Boa troca de bola do ataque do Boca que terminou em um chute fraco sem perigo.

15 minutos – A pressão seguia, Riquelme trocou bola com Mouche na entrada da área alvinegra e Mouche chutou forte em cima de Cássio que defendeu

27 minutos – Escanteio para o Boca, Mouche cobra, Caruso sobe mais que a zaga corinthiana e cabeceia para baixo na direção de Santiago Silva que cabeceia para o gol, Chicão com a mão tira e a bola toca na trave, na sobra o árbitro Henrique Ostri da a vantagem e Roncaglia estufa a rede. Boca Juniors 1×0.

36 minutos – Substituições que mudam o jogo, pelo lado do Boca saiu Ledesma e entrou Rivero, pelo Corinthians saiu Danilo e entrou Romarinho. Dois minutos depois saiu Santiago Silva para a entrada de Viatre, um minuto depois, o lance que decidiu a partida.

Romarinho empata para o Corinthians (Foto: Diário Olé)

39 minutos – Enfiada sensacional de Emerson para Romarinho que fica na cara do goleiro Orion, com calma de um atacante experiente, ele dá um tapa para encobrir o goleiro e sai para comemorar seu primeiro gol pela Libertadores em seu primeiro jogo na competição.

46 minutos – Depois de muitos chutões e bola alçada para tentar buscar a vitória o time portenho cruzou com Clemente Rodrigues e Viatre por trás da zaga deu uma bela cabeçada que explodiu no travessão de Cássio, na sobra no reflexo Cvitanich ainda tentou de cabeça, mas a bola foi para fora.

Agora a decisão seguirá para São Paulo no Pacaembu, onde as equipes de Boca Juniors e Corinthians decidirão quem será o Campeão da América, a partida acontece dia 04/07/2012 quarta-feira, às 21h50m, e você acompanha tudo aqui no Quatro Maiores.