ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Dida brilha e Grêmio derrota o São Paulo no duelo tricolor

Arqueiro gremista fecha o gol, Vargas decide e São Paulo volta a flertar com a zona da degola.

Por Anderson Marinho
Vargas comemora o gol da vitória do Grêmio no Morumbi. Foto: Roberto Vazquez / Futura Press

Vargas comemora o gol da vitória do Grêmio no Morumbi. Foto: Roberto Vazquez / Futura Press

O São Paulo recebeu o Grêmio, no estádio do Morumbi, em partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro 2013, em busca da vitória para confirmar a sua reação na competição, mas parou na grande atuação do goleiro Dida, responsável por pelo menos três grandes defesas, e saiu de campo derrotado por 1 a 0, com gol anotado pelo chileno Vargas, em duelo marcado por lances polêmicos e a eficiência do ataque gaúcho.

Com o resultado o tricolor paulista permanece com 27 pontos ganhos, agora na 17ª posição, apenas dois à frente do Criciúma, 18º colocado, primeiro time na zona de rebaixamento. Já o Grêmio chegou aos 42 pontos, ao lado do Botafogo, e assumiu a vice-liderança do nacional pelo saldo de gols, ficando a nove pontos do líder Cruzeiro.

O jogo

Com uma proposta de jogo bem definida, apesar do 4-3-3 armado pelo técnico Renato Gaúcho, o Grêmio entrou em campo bem postado no setor defensivo, priorizando a marcação, e apostando nos contra-ataques para construir o resultado.

Mesmo com dificuldades para superar o forte bloqueio adversário, o São Paulo foi melhor na primeira etapa e teve três chances para abrir o marcador.

Luis Fabiano lamenta chance desperdiçada. Foto: Roberto Vazquez / Agência Estado

Luis Fabiano lamenta chance desperdiçada. Foto: Roberto Vazquez / Agência Estado

Na primeira oportunidade do tricolor paulista, logo aos dois minutos, Osvaldo fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Luis Fabiano, o camisa nove chutou firme, Dida fez boa defesa e ainda deixou a bola passar por baixo do seu corpo, mas se recuperou evitando o gol.

Aos 36 minutos, Jadson acionou o Fabuloso na pequena área, cara a cara com Dida, mas arqueiro gremista saiu bem e fechou o ângulo do centroavante.

A melhor oportunidade, no entanto veio Wellington, aos 43 minutos, o volante tabelou com Paulo Henrique Ganso, invadiu a área, e chutou prensado, a bola explodiu na rede pelo lado de fora.

O São Paulo ainda perdeu o zagueiro Rafael Toloi, contundido, que foi substituído por Douglas, com a alteração forçada o técnico Muricy Ramalho deslocou Paulo Miranda para a zaga.

Etapa complementar

Dida lembrou os tempos de Seleção Brasileira. Foto: Rodrigo Capote / UOL

Dida lembrou os tempos de Seleção Brasileira. Foto: Rodrigo Capote / UOL

Assim como na etapa inicial o São Paulo começou melhor no segundo tempo, mas seguiu parando em Dida e foi castigado no único momento de chegada do rival ao ataque.

O arqueiro gremista estava inspirado e voltou a fazer grandes defesas, primeiro em chute cruzado de Luis Fabiano, depois em batida de Paulo Miranda após cobrança de escanteio.

O São Paulo era melhor no jogo, e quando pressionava o adversário, aos 20 minutos, o Soberano foi ao desespero com a arbitragem de Heber Roberto Lopes, que deixou de marcar um pênalti claro para o tricolor. No lance, Reinaldo cobrou falta da intermediária e Kleber subiu com o braço esticado, acima do rosto, e desviou a bola com a mão, gerando a revolta dos são-paulinos.

Vargas testa firme para superar Rogério Ceni. Foto: Tom Dib / LANCE!Press

Vargas testa firme para superar Rogério Ceni. Foto: Tom Dib / LANCE!Press

Não bastasse o erro da arbitragem, o descontrole emocional prejudicou os donos da casa, aos 23 minutos, em um dos poucos lances de ataque do Grêmio, Hernán Barcos lançou Alex Telles em velocidade na ponta esquerda, o lateral foi à linha de fundo e cruzou na medida para Vargas, no segundo pau, o chileno se antecipou a marcação e testou firme, sem chances para Rogério Ceni, para abrir o placar.

Em desvantagem o São Paulo se lançou ao ataque em busca do empate, mas seguiu desperdiçando oportunidades.

Na melhor delas, Rodrigo Caio pegou a sobra na área livre de marcação, com Dida caido, mas chutou por cima. Dida voltou a fazer defesa segura em cobrança de falta batida pelo capitão Rogério Ceni.

E no último minuto, Ganso cobrou escanteio, Antonio Carlos desviou e bola passou rente à trave da meta defendida pelo goleiro.

O São Paulo volta à campo agora na próxima quarta-feira, às 21h50, para encarar o Santos, no clássico San-São, na Vila Belmiro. Já o Grêmio recebe o Atlético-PR, na Arena do Grêmio, quarta-feira, às 19h30, em confronto direto no G4.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 1 GRÊMIO

Data: 29/09/2013 (domingo)
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Heber Roberto Lopes
Auxiliares: Alessandro A Rocha de Matos e Joao Patricio de Araujo
Renda: R$ 502.961,00
Público: 41.201 total

Cartões amarelos: Antonio Carlos, Luis Fabiano, Rogério Ceni (SAO) / Kleber, Bressan, Saimon (GRE)
Gols: Vargas, aos 22’/ 2º tempo

SÃO PAULO
Rogério Ceni, Paulo Miranda, Rafael Toloi (Douglas), Antonio Carlos e Reinaldo; Rodrigo Caio e Wellington; Jadson (Aloísio), Ganso e Osvaldo; Luis Fabiano
Técnico: Muricy Ramalho

GRÊMIO
Dida, Pará, Saimon, Bressan e Alex Telles; Ramiro, Souza e Riveros; Vargas (Paulinho), Kleber e Barcos (Wendell)
Técnico: Renato Portaluppi