ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Ele joga, ele marca, ele dança e o Santos Vence

Com dois gols, Neymar dá vitória para o Santos no clássico

Por Vladimir da Costa

Palmeiras e Santos foram a campo neste sábado no Pacaembu com motivações distintas. O Verdão, que estreava sua terceira camisa, buscava sair da incomoda 16º. O Santos por sua vez, que viu seus torcedores cobrando de Ganso mais respeito a camisa do clube, queria seguir sua escalada para se aproximar da parte de cima da tabela.

Uma partida equilibrada, com Santos e Palmeiras com seus trunfos, mas somente um desequilibrou. Neymar e Barcos. O camisa 11 santista, novamente, jogou bem, marcou dois gols e ajudou na vitória da equipe da Vila Belmiro. Já o atacante palmeirese, teve chances de marcar, ao menos três, mas não consegui concluir em gols e o Palmeiras acabou perdendo o clássico Paulista.

A Partida

Apesar de ambos times terem jogadores rápidos na frente, o jogo começou morno, com muito estudo de ambos os lados e muitas faltas nos primeiros 10 minutos de jogo.

Correa comemora seu gol na patida (Foto: Leonardo Soares/UOL)

João Vitor marcando Neymar de perto, não dava espaço para o jogador Santista trabalhar a bola no campo de ataque.
A primeira boa jogada aconteceu somente aos 15 minutos de jogo. Pela ponta direita, Corrêa traz a bola para a entrada da área a chuta, mas a bola sobe muito, não levando perigo para o goleiro Rafael. Minutos depois, Betinho fez bola tabela com Barcos que ajeitou a bola para que o atacante Palmeirense chutasse com força, levando perigo para o gol Santista.

No ataque seguinte, Barcos saiu em velocidade pela direita, ficando cara a cara com Rafael que tirou o ângulo do atacante que preferiu tocar a bola para Mazinho, mas Durval chegou antes para afastar o perigo novamente. Por muito pouco o Palmeiras não abre o placar no Pacaembu.

O primeiro ataque Santista veio com Neymar, somente aos 28 minutos de jogo. O camisa 11 Santista partiu do campo de defesa com a bola dominada fazendo fila na zaga palmeirense e da entrada da área chutou forte, mas a bola passou por cima do gol de Bruno.
Mesmo com um jogo truncado, com jogadas ríspidas, o Palmeiras era melhor. Mais aplicado taticamente e na marcação, os volantes palmeirenses não davam espaços para Neymar produzir. Com Paulo Henrique Ganso sumido em campo o Santos tinha dificuldades para criar.

E de tanto arriscar de fora da área, o Palmeiras chegou ao seu gol. Correa acertou um belo chute de fora da área, mandando a bola no cantinho de Rafael! Sem defesa para o goleiro Santista. Palmeiras 1 a 0 no Pacaembu.

O gol acendeu o torcedor Palmeirense, mas do outro lado tem um rapaz chamado Neymar. Não demorou cinco minutos para o talento do jogador santista aparecer. Depois que Valdivia cometeu falta em Ganso na intermediária , Neymar ajeitou a bola com carinho e bateu colocada no canto alto do goleiro Bruno, uma bela cobrança e um belo gol de empate no Pacaembu.
E o primeiro tempo terminou empatado. Um Palmeiras com mais volume de jogo, com boa movimentação de seus atacantes que poderiam ter feito mais de um gol, mas não fizeram. Do lado santista tem um cara que desequilibra e que, novamente, saltou o Santos de virar o primeiro tempo em desvantagem.

O segundo tempo foi de mais cadenciado. Com Palmeiras e Santos valorizando a posse de bola, buscando uma brecha para colocar seus atacantes em boa posição para finalizar. E esse jogo mais lento, não agravada a torcida palmeirense que pediu por Obina nos primeiros minutos da segunda etapa.

Neymar comemora seu primeiro gol contra o Palmeiras (Foto: Leonardo Soares/UOL)

As melhores chances de gols eram de bolas paradas, mas a falta de precisão dos cobradores dava tranquilidade para os goleiros.
A calmaria só era quebrada quando Neymar pegava na bola. O camisa 11 santista arriscou de longe, um chute fraco, mas a bola foi rente a trave e Bruno não consegui chegar a tempo de evitar o segundo gol do craque e a virada no placar.

Com a virada, Felipão foi abrigado a mexer na equipe. Tirou o meia Mazinho e colocou mais um atacante. Obina foi para o jogo para tentar empatar a partida, mas quem quase marca foi Barcos. O argentino recebeu na cara do gol e chutou cruzado, mas pegou muito mal na bola e a bola, desperdiçando uma grande chance de gol. A segunda dele na partida.

E a tarde não era para o atacante palmeirense. Barcos recebeu novamente em condições de marcar, mas não o fez. Livre de marcação o jogador bateu com força, mas o goleiro Rafael, bem colocado, fez boa defesa, evitando o empate do Palmeiras.

E não deu tempo para mais nada. Final de jogo no Pacaembu. 2×1 para o time da Vila Belmiro no clássico Paulista.

 Com a vitória, o Santos chegou a nona colocação, logo a frente do Flamengo, com 26 pontos. Já o Palmeiras, permanece com os mesmos 16 pontos na décima sexta posição. Com a derrota, o Verdão vai terminar o primeiro turno na zona de rebaixamento. Já que amanhã tem confronto direto entre Bahia e Náutico e seja qual for o resultado, uma das equipes passará o Palmeiras.