ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Barça e PSG garantem a emoção até o apito final

Com lances polêmicos, Barça e Bayern saem em vantagem para os confrontos da próxima semana

Por Vladimir da Costa

Paris Saint-Germain e Barcelona fizeram um jogo digno de liga dos campeões. Na partida inauguram das quartas de final no Parque dos Príncipes as duas equipes oscilaram durante a partida, mas sempre pendente para o ataque. Não era para menos, com as novas contratações feitas recentemente pelos Árabes no time francês e no já conhecido futebol do melhor time do mundo.

Com um fim de jogo espetacular, o resultado final acabou sendo o mais justo, um empate que pode não ter agradado o time visitante, mas que foi o mais próximo do que foi o jogo. Um time aguerrido, disposto a parar a máquina de fazer gols. Essa máquina deve uma baixa. Lionel Messi, autor do primeiro gol da partida, saiu no intervalo com uma lesão muscular e não participou do segundo tempo, e viu um final de jogo emocionante e um empate de 2 a 2 no primeiro confronto entre as equipes.

Já em Munique, o Bayern fez dois gols, não tomou nenhum e complicou a vida dos Italianos que agora precisam vencer pro mais de dois gols caso queiram avançar para a semifinal da Champions League deste ano.

A partida

thiago Silva teve a dura tarefade parar Messi. Se não fosse o gol do argentino a missão teria exito (Foto: AFP)

Logo aos quatro, Lavezzi invadiu a área pela direita, passou por Piqué e viu Busquets desarmá-lo. A bola carimbou a trave direita de Valdés e sobrou para Pastore, que não aproveitou. Minutos mais tarde, o próprio argentino teria nova chance com um chute de fora da área que quase surpreendeu o goleiro. Os donos da casa seguiam firme no ataque. Por duas vezes quase Ibrahimovic, abriu o placar. Aos 18 minutos, obrigou o catalão a trabalhar, minutos depois, o sueco finalizou para fora.

Aos poucos o Barcelona foi dominando a partida e passou a chegar mais a frente e mostrou que não precisa de muitas chances para marcar. Aos 38 minutos, Dani Alves fez lindo passei de trivela, achando Messi sozinho. O argentino matou a bola e chutou cruzado, no canto esquerdo de Sirigu.

No segundo tempo a partida mudou de figura. Sem Messi contundido o PSG passou a acreditar mais e melhorou ainda mais na partida.

Aos 34 minutos, Maxwell cruzou, Thiago Silva cabeceou na trave, e no rebote o Ibra, impedido, completou para o fundo das redes para delírio dos torcedores presentes.

Jogadores do PSG comemoram o gol marcado por Ibra. O sueco já fez gols por seis equipes diferentes na Liga (Foto: AP)

A partida caminhava para o fim quando tudo aconteceu. A três minutos do fim, Sánches foi derrubado por Sirigu: pênalti que o capitão Xavi cobrou para deixar o time catalão a um passo da vitória.

A vitória parecia certa, até que Ibrahimovic, sempre ele, recebeu cruzamento e escorou para Matuidi chutar. A bola desviou no meio do caminho e enganou Victor Valdés.

A partida de volta será na próxima semana, dia 10, no Camp Nou. Empates em 0 a 0 ou 1 a 1 diante de sua torcida colocam o Barcelona na semifinal. O PSG, precisará de uma simples vitória ou de igualdades a partir do 3 a 3.

No outro jogo desta terça, o todo poderoso Bayern de Munique recebeu outra potência, o Juventus e venceu com uma pequena ajuda de Buffon e ficou mais próxima da semifinal.

Thomas Miller é abraçado por seus companheiros depois de marcar o segundo gol do Bayern (Foto: AFP)

Com enorme força ofensiva, conseguiram a vantagem por 2 a 0, na Allianz Arena e abriu boa vantagem para a partida de volta.

Alaba abriu o placar logo aos 25 segundos de partida. Depois de saída de bola errada de Pirlo, Schweinsteiger entregou o lateral que chutou de longe, a bola resvalou em Vidal, e encontrou o canto esquerdo de Buffon, que chegou atrasado, não evitando o gol.
.
O gol no começo do jogo obrigou o Juventus a reagir. Aos 11 minutos, o apoiador cobrou falta da entrada da área mandando a bola rente à trave. Logo depois, Vidal arriscou no canto direito e levou perigo ao gol de Neuer.

A partida seguia bem disputada, com enorme perde e ganha no meio campo. Apesar de muito corrido os goleiros não tiveram muito trabalho durante a partida e Buffon quando foi exigido, não conseguiu evitar o segundo. Aos 17 minutos, Luiz Gustavo chutou de fora da área, e o goleiro da Velha Senhora espalmou para o lado direto. No rebote, Mandžukić, tocou para o meio e  Müller, livre de marcação, concluiu para o fundo do gol.

Com a desvantagem maior, o Juventus ainda tentou se lançar ao ataque. Porém, teve dificuldade para criar suas ações. Seus principais articuladores tiveram atuações discretas. O Bayern só precisou ter mais posse de bola para continuar dominando as ações.

Com o resultado, o Bayern de Munique pode até perder por um gol de diferença que estará na semifinal da competição. Já a Juventos precisa vencer por dois ou mais para seguir viva no torneio.