ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Encostou! São Paulo joga muito e derrota Vasco no Rio

Tricolor vence “decisão” e diminui a vantagem vascaína na luta pelo G4

 Por Anderson Marinho

O São Paulo visitou o Vasco da Gama no estádio São Januário, no Rio de Janeiro, em partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro 2012 e com mais um gol decisivo de Luis Fabiano, uma bela exibição de Osvaldo, e noite inspirada de Rogério Ceni derrotou o adversário direto na luta pela vaga na Libertadores por 2 x 0.

O jogo

Mesmo jogando fora de casa o tricolor paulista partiu pra cima do rival, marcando sob pressão, e tomou conta do jogo no primeiro tempo, com amplo domínio da posse de bola, surpreendendo o time carioca que encontrou dificuldades para sair jogando e errou muitos passes nos minutos iniciais da partida.

A primeira oportunidade de gol do São Paulo veio aos 12 minutos, em cobrança de falta de Rogério Ceni, por cima do gol de Fernando Prass.

Três minutos depois, Jadson invadiu a área em velocidade, driblou dois marcadores e chutou com perigo, obrigando o arqueiro vascaíno a fazer uma boa defesa, no rebote Luis Fabiano chutou em cima de Thiago Feltri.

Luis Fabiano foi decisivo mais uma vez. Foto: Bruno Lima / Agência Lance

A pressão tricolor deu resultado e aos 20 minutos, Luis Fabiano se livrou da marcação e chutou com liberdade, da entrada da área, no canto esquerdo de Fernando Prass, a bola bateu na trave e morreu no fundo do gol. Vasco 0 x 1 São Paulo.
O Vasco tentou equilibrar as ações do jogo, mas não conseguia articular a jogadas para chegar à defesa são-paulina. A melhor chance dos donos da casa só veio aos 29 minutos, Alecsandro lançou Eder Luis que invadiu a área e chutou forte para defesa segura de Rogério Ceni.

O São Paulo voltou a levar perigo aos 33 minutos, Jadson acionou Osvaldo, livre, dentro da área, ele bateu na saída de Prass que evitou o segundo gol tricolor.

E o atacante Osvaldo seguiu levando perigo a zaga do Vasco. Aos 37, ele colocou por debaixo das pernas de Lucas e chutou com perigo, por cima da meta adversária. Três minutos depois, Osvaldo superou Lucas, mais uma vez, foi à linha de fundo, e cruzou para Douglas, mas Fernando Prass fez o corte.

Com uma postura ofensiva o São Paulo não deu espaços para o Vasco no primeiro tempo, apostando na velocidade do atacante Osvaldo e na presença de ataque de Luis Fabiano, que marcou o seu 14º gol no Brasileirão.

Etapa Complementar

Para o segundo tempo, o técnico Marcelo Oliveira promoveu duas substituições no time do Vasco. Saíram Renato Silva e Jonas para as entradas de Fabrício e Auremir.

No São Paulo nenhuma mudança, nem na postura, logo aos três minutos, Osvaldo partiu pra cima da marcação, driblou Auremir, duas vezes, e bateu de pé direito, por cobertura, no ângulo esquerdo de Fernando Prass. Vasco 0 x 2 São Paulo.
Sabendo que a vitória deixaria o rival mais próximo na tabela de classificação, o Vasco partiu para o ataque em busca do resultado, mas parou nas mãos do camisa um tricolor. Rogério Ceni fez pelo menos quatro defesas difíceis no segundo tempo garantindo o triunfo da equipe paulista.

Luis Fabiano e Osvaldo marcaram para o tricolor em São Januário. Foto: Gazeta Press

Aos nove minutos, em cobrança de falta ensaiada, Juninho Pernambucano bateu da entrada da área e obrigou o arqueiro são-paulino a fazer uma defesa difícil.

Aos 13 minutos, Marcelo Oliveira sacou Thiago Feltri e colocou Felipe para dar mais qualidade ao meio de campo vascaíno.
E logo no primeiro lance, o veterano encontrou Juninho com liberdade, na entrada da área, e ele chutou cruzado para boa defesa de Rogério.

O Vasco seguiu pressionando, principalmente com as jogadas da dupla Juninho e Felipe, enquanto o São Paulo passou a apostar nos contra-ataques.

Aos 29 minutos, Juninho, exímio cobrador de faltas, teve mais uma oportunidade e bateu com perigo, no canto esquerdo de Rogério Ceni que espalmou para fora da área.

O São Paulo respondeu no lance seguinte com o rápido Osvaldo, ele avançou em velocidade pela esquerda, invadiu a área e chutou por cima de Fernando Prass, a bola saiu rente à trave esquerda do goleiro cruz-maltino.

Aos 37 minutos, Osvaldo, de novo ele, partiu no contra-ataque pela esquerda e tocou para Luis Fabiano, o camisa nove só rolou para Jadson que chegou batendo por cima do gol.

A pressão vascaína aumentou nos últimos minutos de jogo, e o embate final entre Juninho Pernambucano e Rogério Ceni veio aos 41 minutos. Após um belo passe de Eder Luis, Juninho recebeu dentro da grande área e chegou batendo de primeira, com o pé direito, no ângulo esquerdo de Rogério que fez uma defesa espetacular para consagrar a sua grande exibição em São Januário.

Ainda deu tempo para o técnico Ney Franco queimar as três substituições do São Paulo, mas ficou nisso vitória do tricolor paulista por 2 x 0.

O São Paulo teve uma apresentação digna de grandes elogios e a exemplo do que já havia feito com o Palmeiras na última rodada, dominou o primeiro em São Januário com um futebol ofensivo, jogando com a marcação adiantada, e contou ainda com uma atuação memorável do seu capitão Rogério Ceni, no segundo tempo, quando o Vasco melhorou no jogo e criou chances até para reverter o placar, não fosse as grandes defesas do capitão são-paulino.

O tricolor paulista segue na 5ª colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, mas chegou aos 49 pontos, diminuindo a diferença para o próprio Vasco da Gama, 4º colocado, que possui um ponto a mais.

Os comandados de Ney Franco voltam à campo no próximo domingo ás 16h00, no estádio do Morumbi, para encarar o Figueirense. No mesmo horário Vasco visita o Santos na Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 x 2 SÃO PAULO

GOLS
SÃO PAULO: Luis Fabiano, aos 20min do primeiro tempo, e Osvaldo, aos 3min do segundo tempo

VASCO
Fernando Prass; Jonas (Auremir), Renato Silva (Fabrício), Rodolfo e Thiago Feltri (Felipe); Nilton, Wendel, Juninho e Marlone; Eder Luis e Alecsandro
Técnico: Marcelo Oliveira

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Tolói (Edson Silva), Rhodolfo e Cortez; Wellington, Denílson, Jadson (Cícero) e Douglas; Osvaldo (Ademilson) e Luis Fabiano
Técnico: Ney Franco

Cartões amarelos
VASCO: Rodolfo, Nílton
SÃO PAULO: Rafael Tolói

Árbitro
Elmo Alves Resende Cunha

Local
Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)