Experiência e Vibração! Sobram para Rogério Ceni, já Luís Fabiano é só vibração.

Experiência e Vibração! Sobram para Rogério Ceni, já Luís Fabiano é só vibração.

Por Paulo Edson Delazari 

Wellington e Denilson vibram com gol do experiente Rogério Ceni. (Foto: AP)

Rogério Ceni fez 40 anos neste dia 22 de Janeiro e assim como o vinho parece estar cada vez melhor com o passar dos anos. O capital Tricolor fez belas defesas contra o Mirassol no sábado e quando exigido nesta quarta-feira, não comprometeu, foi seguro e ágil.

Diferenciado de outros goleiros, Ceni deixou sua marca e completou 12 gols em Libertadores da América com a camisa do São Paulo, deixando para trás craques como Palhinha, Pedro Rocha, Raí e até mesmo Luis Fabiano. Tal experiência com a camisa são paulina trouxe a ele liderança entre os outros jogadores e a sua batalha para seguir jogando parece empolgar os demais.

Com mais de 1000 jogos pelo clube o líder se coloca com inteligência em suas entrevistas e avalia o contexto com muita propriedade. A vibração não lhe falta, o goleiro tem sede de vitória, assim como Luis Fabiano, porém, a experiência que o atacante tem de nada lhe vale, com frequência o atacante se envolve em polêmicas dentro de campo, reclama dos adversários, dos colegas de equipe, da arbitragem e por inúmeras vezes é advertido ou expulso de campo. Acredito que ele esteja deixando até os psicólogos do tricolor de cabelo em pé, pois não é possível, nada acalma o centroavante.

Nesta noite o São Paulo ganhava de 5×0, 47 minutos do segundo tempo, com dois gols dele e após chutar a bola no zagueiro boliviano a mesma saiu para escanteio, o bandeirinha ao lado sinalizou tiro de meta, errou, mas o Fabuloso invés de deixar de lado resolveu pegar no pé do auxiliar gesticulando que este precisava de um óculos, o que aconteceu? Cartão amarelo. Será que ninguém o orientou que agora na Libertadores 3 cartões amarelos suspendem o jogador da próxima partida? Claro que sim, mas o talento e a facilidade que ele tem para marcar gols são o mesmo quando se refere a indisciplina.

Acredito que seja de extrema urgência que a direção Tricolor comece a pesar no bolso do atacante, pois os episódios de irresponsabilidade e de falta de controle têm sido cada vez mais frequentes e uma hora dessas, essa conduta de varziano poderá prejudicar o São Paulo e alguém precisa lembra-lo que ele é um profissional da bola, acho que seria bom ele conversar um pouco mais com Rogério Ceni e aprender um pouco com o camisa 01, como deve se comportar um ídolo de verdade, antes que seja tarde.